Rússia bate recordes de infeções diárias. Em Itália, o número de mortes voltou a diminuir

Há três dias consecutivas que o número de novos casos bate recordes de crescimento na Rússia. Já em Itália, o número de mortes voltou a diminuir esta quarta-feira.

Pelo terceiro dia consecutivo, o crescimento de número de infeções bateu recordes na Rússia. Há duas semanas, o país contabilizava apenas algumas centenas de casos de infeção, mas tudo parece ter mudado.

Segundo o Público, em apenas 24 horas, as autoridades de saúde russas confirmaram 1.175 novos casos, um crescimento superior a 15%. Na segunda-feira, tinham sido divulgadas 1.154 novas infeções. Atualmente, o país conta já com mais de 8.600 infeções e 63 mortes.

Veronika Skvortsova, diretora da Agência Federal Biomédica, prevê que o pico de infeções seja atingido entre os próximos dez e 14 dias e que o número de casos comece a cair em meados de junho. A maioria dos casos concentra-se em Moscovo.

Os especialistas referem que o número real de infeções foi sempre bastante superior ao divulgado e uma das razões apontadas é a dificuldade burocrática em realizar testes.

Número de mortes diárias cai em Itália

O número de mortes em Itália voltou a diminuir esta quarta-feira, com as autoridades a registarem, nas últimas 24 horas, 542 mortes, um aumento de 3,2% que é inferior ao de 3,7% que se registou na terça-feira.

Em relação aos novos casos, a TSF dá conta de que se confirmaram mais 3.836, uma subida de 2,8%. Ao todo, já se registaram 17.669 mortes em solo italiano e a Lombardia é o epicentro da pandemia da covid-19, com quase 9.500 mortes, mais de metade das mortes em Itália.

As autoridades da Lombardia pediram várias vezes que as medidas de confinamento impostas aos 60 milhões de italianos sejam prolongadas por mais um mês, alertando para os riscos de baixar a guarda quando a pandemia parece ter começado o seu declínio.

Mais 938 mortes no Reino Unido

Mais 938 pessoas morreram infetadas nas últimas 24 horas no Reino Unido, um novo máximo diário, elevando para 7.097 o total de óbitos durante a pandemia covid-19, indicou o Ministério da Saúde britânico.

Na atualização dos dados feita esta quarta-feira, o número de pessoas diagnosticadas com o novo coronavírus aumentou para 60.733 casos positivos, mais 5.492 do que no dia anterior. Na terça-feira, o balanço diário tinha registado um aumento recorde de 786 mortes e mais 3.634 novas infeções relativamente ao dia anterior.

Os números das mortes referem-se a pacientes diagnosticados com Covid-19 que morreram no hospital até às 17:00 da véspera e são compilados a partir de dados das direções regionais de Inglaterra, Escócia, País de Gales e Irlanda do Norte. O número de pessoas infetadas é contabilizado de forma diferente e inclui os diagnósticos feitos até às 09:00 de hoje.

Estas estatísticas não incluem mortes fora do hospital, como aquelas registadas em lares de idosos, e algumas podem não ser incluídas no balanço diário devido a atrasos no registo dos óbitos, refere o ministério da Saúde.

Perto de 13 mil mortes nos EUA

Os Estados Unidos ultrapassaram a barreira dos 400 mil casos de infeção pelo novo coronavírus, segundo uma contagem da Universidade norte-americana Johns Hopkins que está a ser atualizada de forma contínua. O país tinha ultrapassado a barreira dos 300 mil casos de covid-19 no sábado passado.

Nos EUA, que é neste momento o país do mundo com mais casos registados da doença covid-19, pelo menos 12.912 pessoas morreram, até à data, devido a sintomas associados ao novo coronavírus.

ZAP ZAP // Lusa

PARTILHAR

RESPONDER

Cronista do “Observador" é o autor do falso plano de desconfinamento (mas não sabe quem o divulgou)

Carlos Macedo e Cunha, cronista convidado do jornal digital Observador, é o autor do plano de desconfinamento que foi posto a circular nas redes sociais, mas garante desconhecer como é que o documento se tornou …

Governo está a analisar alterações à Lei do Ruído pedidas por Marcelo (mas admite "ser difícil")

Após ignorar o pedido feito pelo Presidente da República no decreto que renovou o estado de emergência há duas semanas, o Governo anunciou estar a analisar alterações à Lei do Ruído neste novo decreto. Há duas …

Santana Lopes não vai ser candidato do PSD à Figueira da Foz

O ex-primeiro-ministro não vai ser o candidato do PSD à Câmara da Figueira da Foz, avançou o jornal digital Observador esta sexta-feira. Segundo o jornal online Observador, havia quem quisesse Pedro Santana Lopes como candidato do …

O segredo para a investigação do cancro pode estar escondido nas baleias

Algumas espécies de baleias vivem durante muitos anos graças a genes supressores de tumores duplicados. Esta descoberta pode ajudar na investigação sobre cancro em humanos. Um novo estudo sugere que o tamanho gigantesco das baleias não …

Passos Coelho cancela participação em fórum para afastar "especulações infundadas" sobre o seu regresso

O antigo primeiro-ministro, Pedro Passos Coelho, decidiu cancelar a presença numa conversa via Zoom agendada para 25 de março, inserida num ciclo denominado “Repensar Portugal”. Esta quinta-feira, o semanário Expresso adiantou que o antigo primeiro-ministro Pedro …

A física quântica pode causar mutações no nosso ADN

Simulações de computador e métodos de mecânica quântica têm sido usados ​​para determinar o papel que o tunelamento de protões, um fenómeno puramente quântico, desempenha nas mutações espontâneas no ADN. A biologia quântica é um campo …

Buracos negros minúsculos podem estar a "esconder-se" dentro de estrelas (e a devorá-las por dentro)

Uma equipa de investigadores tem um novo palpite sobre onde procurar a misteriosa matéria escura: esta pode estar a assumir a forma de buracos negros endoparasitários. De acordo com o ScienceAlert, buracos negros primordiais minúsculos, quase …

Maionese está a salvar tartarugas após derrame de petróleo em Israel

Membros do Centro Nacional de Resgate de Tartarugas Marinhas de Israel estão a usar maionese para limpar as vias respiratórias de tartarugas que inalaram petróleo em alto-mar. Israel fechou este domingo as praias mediterrânicas dias após …

Itália investiga empresas de entrega de comida. Há estafetas tratados "como escravos"

Itália está a investigar as empresas de entrega de comida online, com um promotor a lamentar que os estafetas que fazem as entregas, muitos deles imigrantes, são praticamente tratados "como escravos". Procuradores de Milão avançaram que …

O IONIQ 5 é o novo carro elétrico da Hyundai (e é enorme entre eixos)

O ano 2021 vai ser promissor na apresentação e lançamento de carros elétricos no mercado mundial. Algumas marcas, como a Hyundai, têm produtos prontos para serem comercializados. Agora, a marca sul-coreana apresenta o IONIQ 5. Com …