“Rui Pinto é um herói em França, Espanha e na Alemanha”, diz ex-juíza

Mário Cruz / EPA/Lusa

Rui Pinto no arranque do julgamento do chamado caso “Football Leaks” que envolve o Fundo de Investimentos Doyen.

Para Eva Joly, ex-juíza de instrução que está a ser ouvida como testemunha no julgamento de Rui Pinto, é difícil pensar que o hacker português foi detido quando quer combater a corrupção. 

A magistrada francesa e antiga eurodeputada Eva Joly considerou, esta quarta-feira, no julgamento do processo Football Leaks, que Rui Pinto “é um herói mundial” e apelou para que Portugal aplique regras de proteção de denunciantes.

Ouvida como testemunha na 45.ª sessão do julgamento, a decorrer no Tribunal Central Criminal de Lisboa, por videoconferência, Eva Joly lembrou que “Rui Pinto chamou as atenções do mundo para a horrível corrupção que existe no mundo do futebol”, e também que é “graças a ele que foi possível ver a corrupção existente em Angola”.

“Rui Pinto é um herói em França, Espanha e na Alemanha. Graças a ele, foram abertos inúmeros inquéritos”, salientou.

“É insuportável pensar que ele possa estar detido por querer combater a corrupção“, afirmou ainda a testemunha francesa, acrescentando: “Ele é um herói mundial”.

Eva Joly, que trabalhou como juíza durante 25 anos e, atualmente, trabalha como advogada, expressou a importância de Portugal alterar a legislação em vigor, para que as informações obtidas por Rui Pinto possam ser utilizadas, tendo inclusive apelado diretamente à atual ministra da Justiça, Francisca van Dunem.

“Não há que dar valor ao modo como a informação foi obtida. A única coisa a considerar é se a informação revela ou denuncia infrações ou revelações do bem público. [A detenção de Rui Pinto] É dar a Portugal a imagem de um país que protege as suas elites, em vez de usar a informação que tem disponível”, reiterou Eva Joly.

Apelidada pela defesa do arguido como “a juíza anticorrupção”, pelo seu percurso ligado ao combate à corrupção e à lavagem de dinheiro, a francesa, com origem norueguesa, observou que Rui Pinto é “alguém impactante e que irradia as suas ideias”.

É uma pessoa que consegue mudar o mundo. Fiquei impressionada como uma pessoa tão jovem tem tanta convicção e quase uma inocência. É uma pessoa com uma grande vontade de combater a corrupção, que constitui um perigo tão grande para a democracia. As motivações de Rui Pinto são do bem comum”, sublinhou a magistrada.

Quando questionada sobre se tem conhecimento do processo, que envolve violação de correspondência, Eva Joly afirmou que não conhece e não leu: “Este cenário, a ser confirmado, é outra história e, naturalmente, que sou contra. O que me choca é que as provas estão ao dispor de todos e não são usadas para se limpar o mundo do futebol”.

“O que suscitou o meu envolvimento neste processo foi a constatação de que Rui Pinto estava na prisão e o Ministério Público há muito tempo que se preocupava com ele, sem dar importância aos elementos divulgados e às ações criminosas da Doyen. Isso é que me chocou e me levou a agir. Não me compete a mim entrar nos assuntos do processo, que não conheço”, frisou, garantindo não ter “qualquer ligação” ao arguido.

Eva Joly revelou ainda ter apenas visitado Rui Pinto quando este esteve detido, em 2019, e realçou que “o papel do denunciante é primordial“, pois, “sem eles, não haveria quaisquer inquéritos lançados contra a corrupção e lavagem de dinheiro”, não sendo possível “menorizar o papel tão essencial dos denunciantes”.

No final da sessão desta quarta-feira, a presidente do coletivo de juízes, Margarida Alves, não designou uma data para a continuação do julgamento do processo, embora tenha apontado a retoma para a última semana de setembro.

Rui Pinto, de 32 anos, responde por um total de 90 crimes: 68 de acesso indevido, 14 de violação de correspondência, seis de acesso ilegítimo, visando entidades como o Sporting, a Doyen, a sociedade de advogados PLMJ, a Federação Portuguesa de Futebol (FPF) e a Procuradoria-Geral da República (PGR), e ainda por sabotagem informática à SAD do Sporting e por extorsão, na forma tentada. Este último crime diz respeito à Doyen e foi o que levou também à pronúncia do advogado Aníbal Pinto.

O criador do Football Leaks encontra-se em liberdade desde 7 de agosto, “devido à sua colaboração” com a Polícia Judiciária (PJ) e ao seu “sentido crítico”, mas está, por questões de segurança, inserido no programa de proteção de testemunhas em local não revelado e sob proteção policial.

ZAP // Lusa

PARTILHAR

1 COMENTÁRIO

  1. Só aqui, e por ter posto a nu vários criminosos, foi considerado pior que esses criminosos!
    Afinal aqui a justiça defende e protege os criminosos ou seja os da côr da justiça!

RESPONDER

Câmaras de videovigilância nas ruas portuguesas disparam em oito anos

Desde que foram autorizadas pela primeira vez em território nacional, os sistemas de videovigilância com recurso a câmaras nos espaços públicos tem sido cada vez mais requisitado pelas forças de segurança. Em 2009 foi autorizada pelo …

João Félix: o "louco" e o "calvário"

Avançado do Atlético de Madrid só esteve em campo durante 18 minutos, contra o Atlético Bilbau. Simeone defendeu o português. João Félix foi o nome mais comentado após o empate entre Atlético de Madrid e Atlético …

PCP quer limite de quatro dias por semana em teletrabalho

O projeto do PCP propõe limitar o teletrabalho a quatro dias por semana e que as empresas paguem o acréscimo das contas da luz, água, internet e telefone. O PCP quer limitar o regime de teletrabalho …

"The Crown" domina Emmys e "The Handmaid's Tale" é a derrotada da noite

A série da Netflix “The Crown” foi a grande vencedora da 73.ª edição dos Prémios Emmy, levando pela primeira vez a estatueta de Melhor Série Dramática e dominando por completo a categoria na maior noite …

Vacina contra a covid-19 em spray nasal tem vários benefícios - e pode estar para breve

Atualmente, receber uma vacina contra a contra a covid-19 é sinónimo de levar uma injeção no braço. Contudo, esta realidade pode mudar, já que um novo estudo garante a eficácia de vacinas administradas de forma …

Messi substituído e surpreendido

Jogo contra o Lyon não estava a correr bem para o PSG e o treinador Mauricio Pochettino decidiu colocar Lionel Messi no banco de suplentes. O Paris Saint-Germain "sobreviveu" neste domingo - mas já sem Lionel …

“Este senhor é primeiro-ministro? Não, mas vai ser“. Em tempo de autárquicas, Pedro Nuno faz campanha dupla

Pedro Nuno Santos tem aproveitado a campanha autárquica para prosseguir a sua campanha interna. Um dia será sucessor de António Costa e a ocasião é perfeita para ganhar simpatizantes dentro do próprio partido. Entre sexta e …

Pelo menos oito mortos e seis feridos num tiroteio em universidade na Rússia

Pelo menos oito pessoas morreram e seis outras ficaram feridas após um atirador abrir fogo hoje numa universidade na cidade russa de Perm, segundo o Comité de Investigação da Rússia citado pela agência de notícias …

Vulcão nas Canárias em erupção e destrói casas. Cinzas podem chegar à Madeira

O vulcão Cumbre Vieja, na ilha espanhola de La Palma, entrou este domingo em erupção na zona de Las Manchas, depois de mais de uma semana em que foram registados milhares de sismos na região. A …

Cientistas queriam estudar a propagação das borboletas, mas criaram uma matriosca de parasitas

Objetivo dos cientistas era perceber, através da introdução da espécie de borboletas Glanville fritillary qual o seu poder de dispersão numa ilha finlandesa. No entanto, acabaram com um retrato alarmante para todos os investigadores que …