Roma remove vendedores ambulantes de souvenirs dos pontos turísticos

As bancas de souvenirs ambulantes vão ser removidas dos principais pontos turísticas de Roma, em Itália, para melhorar a “imagem e segurança” da cidade.

A responsável da capital de Itália, Virginia Raggi, disse, de acordo com o jornal italiano Corriere della Sera, que os stands, que vendem objetos como camisolas, canecas, miniaturas do coliseu e de figuras como o Papa Francisco ou Donald Trump, são uma espécie de objetos estranhos na paisagem cultural da cidade.

Há 17 bancas que serão removidos de locais como a Fonte de Trevi, as Escadarias da Praça de Espanha, o Panteão e a Praça Navona. No entanto, oito deles ainda poderão ter o negócio aberto em ruas longe dos monumentos.

Raggi, que já havia prometido banir os stands, disse que a medida visa proteger o património de Roma e garantir a segurança nos locais mais visitados, porque entende que os stands estavam a manchar a imagem da cidade, segundo uma nota da autarquia. Raggi também proibiu no verão o comércio ilegal de rua, que ainda assim continua a funcionar em muitos locais.

O foco nos vendedores ambulantes, bancas e carrinhas já tinha sido anunciado como fazendo parte do “combate” a este tipo de comércio em áreas de Roma de “particular valor arqueológico ou artístico”, segundo o jornal italiano Cinque Quotidiano.

De acordo com  jornal britânico The Guardian, quem se veste de centurião romano para ganhar dinheiro a tirar fotografias também está proibido na cidade.

Apesar de a legislação dever ter entrado em vigor a 1 de janeiro, esta quinta-feira, ainda estavam em funcionamento dois stands em frente à Fonte de Trevi.

Itália tem introduzido medidas para tentar controlar o sobreturismo e proteger o seu património. Em Veneza, que tem 50 mil habitantes e recebe 30 milhões de turistas por ano, a partir do próximo ano, vai ser cobrado bilhete de entrada e usar torniquetes. Recentemente, também se propôs erguer barreiras para proteger a Fontana di Trevi.

Também haverá multas para quem desrespeite as regras de comportamento cívico, sendo proibido em Roma sentar ou comer em monumentos, nomeadamente as escadas da praça de Espanha.

Recentemente, dois turistas foram apanhados a fazer café junto à ponte de Rialto e multado em 950 euros. Em agosto, um casal francês foi detido ao transportar 40 quilos da famosa areia da ilha da Sardenha, em Itália, e agora pode enfrentar até seis anos de prisão, caso a justiça italiana os considere culpados.

ZAP //

 

PARTILHAR

RESPONDER

"DeepNude". Inteligência Artificial "tirou a roupa" a mulheres nas redes sociais

A empresa de informação Sensity alertou que mais de 100 mil imagens foram carregadas para um canal de Telegram onde um bot "tirou a roupa" de mulheres. A empresa de segurança Sensity revelou recentemente que existe …

Poluição atmosférica "custa" a cada citadino europeu 1.276 euros por ano

A poluição atmosférica "custa" 1.276 euros por ano a cada cidadão europeu residente em cidades, de acordo com um estudo da Aliança Europeia de Saúde Pública (EPHA) divulgado esta quarta-feira. O estudo chegou ao valor médio …

"Emergência arqueológica". O degelo dos Alpes está a "libertar" artefactos escondidos há milhares de anos

As alterações climáticas podem estar a ajudar os arqueólogos a encontrar artefactos escondidos nos glaciares do Alpes há milhares de anos. O derretimento dos glaciares dos Alpes está a "liberta" objetos que permaneceram congelados no tempo …

Thermite RS3 é o primeiro robô de combate a incêndios dos EUA (e está pronto a entrar ao serviço)

O Corpo de Bombeiros de Los Angeles, nos Estados Unidos, deu as boas-vindas ao mais recente membro da equipa: um bombeiro robótico. O Thermite RS3 é um rover de controlo remoto capaz de bombear milhares de …

Inventor dinamarquês que matou jornalista no seu submarino escapou da prisão (mas já foi apanhado)

O inventor dinamarquês Peter Madsen, condenado a prisão perpétua por torturar e assassinar a jornalista sueca Kim Wall, fugiu da prisão esta terça-feira.  As autoridades dinamarquesas capturaram-no minutos depois. Peter Madsen, o dinamarquês condenado a prisão …

Molécula descoberta por menina de 14 anos pode levar a uma cura para a covid-19

A jovem norte-americana de 14 anos, Anika Chebrolu, descobriu uma molécula que pode levar a uma potencial cura para a covid-19. Enquanto cientistas dos quatro cantos do mundo trabalham no desenvolvimento de uma vacina para a …

Cerca de 1.300 reclusos fogem de prisão no Congo após ataque do Estado Islâmico

Cerca de 1.300 reclusos escaparam de uma prisão na República Democrática do Congo na manhã de terça-feira, após um ataque reivindicado pelo Estado Islâmico, informou a Organização das Nações Unidas (ONU). Embora as autoridades locais tenham …

Amesterdão vai usar flores para impedir que os ciclistas estacionem bicicletas nas pontes

A cidade conhecida pelo uso de bicicletas, vai agora tomar uma medida em relação ao estacionamento destas nas pontes. Tudo para proteger as vistas para os seus famosos canais. Amesterdão orgulha-se de ser uma das cidades …

Morreu voluntário envolvido no ensaio da vacina de Oxford. Tinha 28 anos e era médico recém-formado

As autoridades de saúde brasileiras divulgaram esta quarta-feira a morte de um voluntário dos testes da vacina contra a covid-19, desenvolvida pelo laboratório AstraZeneca e pela Universidade de Oxford. A Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa), …

Milo, o "comunicador de ação" que permite conversar em grupo durante atividades ao ar livre

Chegou o Milo, o novo aparelho que vai revolucionar as aventuras em grupo. Este pequeno dispositivo permite-lhe conversar com o seu grupo à distancia sem precisar de levar o smartphone para o meio da montanha, …