Rioforte não paga mas fusão PT-Oi mantém-se firme

B!T

Zeinal Bava

Zeinal Bava

O Conselho Administrativo da Portugal Telecom já contava que a Rioforte, uma unidade do Grupo Espírito Santo, não cumprisse  com o prazo para o pagamento de 847 milhões de euros, uma parcela dos 897 milhões de euros emprestados pela operadora portuguesa à sociedade de investimentos do GES. Contudo, a fusão da PT com a operadora brasileira Oi manter-se-á firme, visto que este incumprimento era já algo tido como mais do que certo.

Ontem foi o último dia que a Rioforte tinha para pagar uma parcela do empréstimo que a PT fizera ao segmento do GES em abril. Contudo, a empresa de telecomunicações estava já mais do que certa de que tal não aconteceria.

Assim, sendo o incumprimento do pagamento um dado mais do que adquirido, a PT tem, desde a passada quinta-feira, estado a negociar com a Oi e com os seus respetivos acionistas para ser delineada uma estratégia de partilha de prejuízos entre ambas as empresas. No entanto, os shareholders da operadora brasileira, desagradados com o que lhes era proposto, franziram o sobrolho, tendo mesmo dito que a PT deveria acarretar esta dívida sozinha e criticando severamente a portuguesa por ter efetuado o dito empréstimo à revelia dos seus sócios. A falha do reembolso do capital emprestado poderá agora ser causa do atraso da concretização da fusão da PT com a Oi, podendo o negócio só vir a ser concluído no próximo ano, ao invés de no próximo mês de outubro, como estava planeado.

A imprensa brasileira revelou que é tido como certo um corte na participação da PT na CorpCo, a empresa que germinará da fusão da operadora do Brasil com a empresa de telecoms lusitana, reduzindo-a dos atuais 37 por cento para 20 por cento. Naturalmente, esta é uma situação que a PT quer evitar a todo o custo, mas é um resultado face ao qual terá agora de precaver-se, tendo em conta que a Rioforte não avançou com o pagamento da dívida.

Não querendo ser vitimados no fogo-cruzado, os acionistas brasileiros da Oi mostraram já o seu interesse em alterar os termos da negociação com a Portugal Telecom, que está a procurar estender o prazo do pagamento para 2015, dando assim hipótese para que o GES emerja das dificuldades em que se afoga e reúna os recursos necessários para colmatar a dívida.

Apesar dos acionistas brasileiros, querendo apagar o maior número de fogos possível, estarem determinados em modificar as condições sobre as quais assenta a fusão, Luciano Coutinho, presidente do Banco Nacional de Desenvolvimento Económico e Social (BNDES), um dos maiores acionistas da Oi, salvaguardou, no fim da semana passada, que o progresso e finalização do negócio entre a PT e a operadora brasileira não deverão ser postos em causa devido ao empréstimo da portuguesa à Rioforte. Não obstante, Coutinho afirma que o acordo poderá ser alvo de alterações.

Segundo consta, a PT estaria ciente das dificuldades económicas que assolavam a Rioforte aquando do empréstimo dos 897 milhões de euros. Contudo, parece que a quase certeza de que a unidade do GES não poderia pagá-lo não demoveu a Portugal Telecom.

De momento, tanto a PT como a Oi estão embrenhadas em negociações para tentar conceber uma solução que viabilize a concretização da fusão sem que os termos do negócio sejam radicalmente reformulados.

Os restantes 50 milhões de euros deverão ser pagos pela Rioforte à Portugal Telecom até esta quinta-feira.

A Anatel, autoridade portuguesa reguladora das telecomunicações, está a acompanhar pari passu o desenrolar dos acontecimentos que envolvem o trio PT-Oi-GES. Contudo, o presidente da Agência Nacional de Telecomunicações, João Rezende, afirmou que a entidade intervirá na situação unica e exclusivamente se as negociações entre as empresas em questão foram causa de alterações societárias na CorpCo. Mesmo que isso aconteça, Rezende afirmou que a Anatel não se oporá à fusão.

B!T

PARTILHAR

1 COMENTÁRIO

  1. Estes génios da gestão do erário público (diz-se que admirados em wall Street – porque é que não vão para lá?), fazem o que querem com o n/ dinheiro e o nosso Presidente dá-lhes comendas!! Quando é que os pequenos accionistas se juntam e pedem a demissão desta malta? O próprio Governo e o Banco de Portugal , já que afinal também intervêm directamente sobre a gestão de empresas privadas (BES), porque não o fazem com uma pública?? Fede …

RESPONDER

O sonho de Christo concretizou-se, 60 anos depois. O Arco do Triunfo foi embrulhado como um presente

Já desde o início dos anos 60 que Christo imaginava como seria cobrir o Arco do Triunfo em tecido. A sua visão foi finalmente concretizada e pode ser visitada entre 18 de Setembro e 3 …

Holanda. Ministra da Defesa renuncia devido à crise de evacuação do Afeganistão

Após a ministra das Relações Externas holandesa, Sigrid Kaag, renunciar devido ao desastre da evacuação do Afeganistão, esta sexta-feira foi a vez da ministra da Defesa, Ank Bijleveld. Segundo relatou o Guardian, acredita-se que os ministros …

Tribunal da África do Sul recusa anular pena de prisão do ex-Presidente Jacob Zuma

O mais alto tribunal da África do Sul rejeitou o pedido do ex-Presidente Jacob Zuma para anular a sua sentença de 15 meses de prisão por não comparecer a uma sessão de inquérito por corrupção. Em …

EUA. Advogado planeou o próprio assassinato para o filho receber seguro. Foi detido por fraude

Um influente advogado norte-americano, cuja esposa e um dos filhos foram assassinados, foi acusado de fraude contra uma empresa de seguros e falso testemunho por organizar o seu próprio assassinato. Segundo avançou a agência France-Presse, …

Norberto Mourão conquista bronze nos Mundiais de canoagem adaptada

Norberto Mourão já tinha conquistado o bronze nos Jogos Paralímpicos de Tóquio e junta agora mais uma medalha à colecção, desta vez nos Mundiais de canoagem adaptada. O atleta de canoagem adaptada Norberto Mourão conquistou hoje …

Caso George Floyd. Polícia condenado a 22 anos de prisão pode ver a sentença revertida

A intervenção do Supremo Tribunal do Minnesota num outro caso de violência policial para reduzir a pena de um agente pode abrir um precedente para que haja alterações na sentença de Derek Chauvin. Segundo avança a …

Futebol português contra Campeonato do Mundo de dois em dois anos

O futebol português está contra a intenção da FIFA de aumentar a periodicidade do Campeonato do Mundo, passando de quatro para de dois em dois anos, refere um comunicado conjunto divulgado hoje. O documento, assinado pela …

Governo quer proibir empresas de recorrer ao 'outsourcing' após despedimento coletivo

O Governo quer proibir as empresas que façam despedimentos coletivos de recorrerem ao 'outsourcing' (contratação externa) durante os 12 meses seguintes, disse hoje a ministra do Trabalho, Solidariedade e Segurança Social, Ana Mendes Godinho. No final …

Barcelona: Cruyff afasta-se e perder com o Benfica seria "um drama"

Ronald Koeman até poderá sair mas não será Jordi Cruyff a substituir o seu compatriota. O Barcelona atravessa uma fase perturbada, já há algum tempo, mas o panorama financeiro piorou o cenário fora de campo e …

Casa Branca oferece "telefonema educativo" a Nicki Minaj para acalmar apreensões sobre a vacina

Depois de um tweet de Nicki Minaj se ter tornado viral por associar a vacina contra a covid-19 à impotência, a Casa Branca convidou a rapper para um telefonema com especialistas para esclarecerem as suas …