Rio “nunca se mostrou disponível” para uma coligação de direita

António Cotrim / Lusa

O líder parlamentar do CDS-PP, Nuno Magalhães

O líder da bancada do CDS, Nuno Magalhães, acredita que, apesar de não ser provável, “é possível” conseguir uma maioria de 116 deputados à direita. E não fecha a porta a ser candidato à liderança do CDS.

Em entrevista ao jornal Público, Nuno Magalhães, líder da bancada do CDS, assegura que o partido “não será a muleta de António Costa” caso este precise de uma coligação para viabilizar um Governo.

“O CDS já foi muito claro e tem uma marca distintiva em relação a qualquer outro partido, nomeadamente ao PSD. Com este PS, o CDS não será a muleta de António Costa. António Costa fez a sua opção, uma opção à esquerda mais à esquerda. Neste momento, António Costa joga em vários tabuleiros, ora é com o PCP, ora com o Bloco, ora com o PSD e até ao PAN pisca o olho”, declarou.

O cabeça-de-lista por Setúbal considera também que a direita ganharia em fazer “uma coligação de direita“, que incluísse o CDS, o PSD e o Aliança, mas Rui Rio “não o desejou”.

“Acho que o centro-direita português, e estou a incluir o PSD e o Aliança, ganharia até do ponto de vista aritemético, por causa do método de Hondt, em fazer uma coligação. Isso não foi possível por aquilo que eu vi e li, porque o presidente do PSD não desejou”, afirmou Nuno Magalhães.

“Noto que a atual direção do PSD, e o atual presidente do PSD, nunca se mostrou disponível”, acrescentou ainda, distinguindo tal postura da posição da líder centrista, Assunção Cristas. “A presidente do CDS sempre disse que estaria disponível para qualquer solução que propiciasse os 116 deputados.”

Sobre este número, o líder da bancada centrista acredita que é possível à direita recuperar a maioria parlamentar. “Se me pergunta se é provável, eu diria que não. Se é possível, é. Não vou para a campanha a pensar no pior cenário, vou a pensar no melhor.”

Na mesma entrevista ao diário, Nuno Magalhães defendeu que o partido tomou a atitude certa ao assumir-se mais à direita durante a campanha para as eleições europeias, optando por um discurso definido pelo órgão nacional do partido “direcionado para o eleitorado mais tradicional no CDS”.

ZAP //

PARTILHAR

RESPONDER

Voos entre Portugal e Reino Unido suspensos a partir de sábado

O primeiro-ministro, António Costa, anunciou esta quinta-feira, depois do Conselho Europeu, que as ligações aéreas de e para o Reino Unido ficarão suspensas a partir das zero horas deste sábado, visando diminuir o risco de …

PSD pede ao Governo que organize o ato eleitoral com segurança (e apela ao voto em Marcelo)

O presidente do PSD apelou ao Governo que organize o ato eleitoral de domingo de forma a que as pessoas “sintam segurança” e pediu aos portugueses que vão votar, recordando, contudo, que defendeu o adiamento …

"Reaparecimento" de Jack Ma faz disparar o valor da Alibaba

Jack Ma, fundador da Alibaba, participou numa conferência online nesta quarta-feira, depois de mais de dois meses sem aparecer em público, fazendo disparar o valor de mercado da sua empresa, avança a Bloomberg. De acordo …

15 testes de covid-19 por mês: Rui Costa antevê a nova época

Ciclista português quer terminar o ano no topo da tabela UCI. Os Jogos Olímpicos estão na lista de prioridades mas a Volta a França também pode aparecer no calendário. Rui Costa entra na nova temporada com …

A segurança da Casa Branca pode estar em perigo (e a culpa é da bicicleta estática de Biden)

Na quarta-feira, Joe Biden assumiu a presidência dos Estados Unidos, o que significa que, a partir de agora, viverá na Casa Branca. Porém, os hábitos do novo Presidente podem ameaçar a segurança das informações de …

Rio acusa Costa de desgoverno: Só fechou as escolas por "pressão da opinião pública"

O presidente do PSD considerou que o Governo não fechou as escolas mais cedo porque não estava preparado para o fazer, acusando o primeiro-ministro de “desgoverno” e de só ter decidido perante “pressão da opinião …

Lei da eutanásia aprovada na especialidade. PS, BE e PAN votaram a favor

A lei da morte medicamente assistida foi esta quinta-feira aprovada, na especialidade, na comissão de Assuntos Constitucionais, com os votos favoráveis do PS, BE e PAN, o voto contra do CDS-PP e PCP e abstenção …

MP abre inquérito à morte de idoso que esperou três horas em ambulância em Portalegre

O Ministério Público (MP) abriu um inquérito sobre a morte de um idoso, de 87 anos, na passada segunda-feira, no hospital de Portalegre, depois de estar quase três horas numa ambulância. Questionada pela agência Lusa através …

AHRESP pede revogação da proibição de venda de bebidas em take away

A Associação da Hotelaria, Restauração e Similares de Portugal (AHRESP) defendeu, na quarta-feira, a revogação da proibição da venda, no 'take away' de qualquer tipo de bebidas, alertando que o que se pretende impedir é …

Governo garante que Portugal terá todas as vacinas para cumprir plano de vacinação

O Ministério da Saúde garantiu que Portugal terá todas as vacinas necessárias para cumprir o plano de vacinação estabelecido, tendo já assegurado mais de 31 milhões de doses, suficientes para vacinar mais de 18 milhões …