Ricardo Salgado assume responsabilidades na situação do grupo Espírito Santo

(dr) BES.pt

Ricardo Salgado, presidente do BES

Ricardo Salgado, presidente do BES

O presidente do Banco Espírito Santo, Ricardo Salgado, assumiu numa entrevista publicada esta quinta-feira ter responsabilidades nos problemas financeiros que o grupo atravessa, e admitiu que os acionistas deveriam ter prestado mais atenção à parte não financeira.

Numa entrevista hoje publicada pelo Jornal de Negócios, Ricardo Salgado afirmou que os problemas na Espírito Santo International (ESI) tiveram como base uma menor atenção dada à área não financeira do grupo desde 2008, devido à crise.

O Banco de Portugal detetou irregularidades nas contas da ESI e concluiu, com base numa auditoria divulgada na quarta-feira, que a situação financeira é grave.

A conclusão do Banco de Portugal consta do prospeto do aumento de capital do BES divulgado na CMVM, no qual é acrescentado que a holding está num processo de reorganização.

Na entrevista ao Negócios, Ricardo Salgado sublinha que “o grupo cometeu erros“.

“A crise bateu forte e bateu forte no grupo. As necessidades de concentração das nossas atenções e esforços no setor financeiro, principalmente a partir de 2008, levaram a uma menor atenção na área não financeira“, afirmou o líder do BES.

“Todos nós cometemos erros e eu assumo que o grupo cometeu erros, mas erros provocados pela nossa estrutura e organização no topo, à qual deveríamos ter prestado mais atenção”, acrescentou.

De acordo com Ricardo Salgado, embora a ESI seja a holding de topo do grupo e onde se sentam os cinco principais acionistas, todos são da área financeira.

No entanto, “a necessidade de concentração e de tempo para dar a volta à crise levou a que não tivéssemos prestado atenção à nossa organização administrativa, financeira e contabilística no topo do grupo”, disse.

Segundo Ricardo Salgado, os problemas apanharam os acionistas “desprevenidos e despreparados” para a situação, devido à dispersão enorme de atividades e holdings que o grupo tinha.

“Nunca ninguém nos disse que tínhamos de consolidar as holdings. O nosso responsável pela área dizia que só com 30% do capital a exigir a consolidação é que nós devíamos fazer a consolidação”, adiantou o fundador do BES, admitindo que os acionistas perceberam depois que não era assim e que “havia uma parte da dívida que estava mal contabilizada“.

Decisão não foi do BdP

Sublinhando que o grupo começou de imediato a fazer uma reestruturação, Ricardo Salgado garantiu que a análise das empresas mostrou “que o grupo é sustentável” e que “a dívida é sustentável”, mas que tinha de constituir uma provisão.

“Foi a Pricewaterhouse, como auditor, que propôs uma provisão de 600 milhões. O Banco de Portugal imediatamente ordenou uma auditoria à ES International, uma auditoria especial à KPMG. E A KPMG propõe uma provisão de 600 milhões”, lembrou.

“O que ficou decidido é que iríamos constituir uma provisão de 700 milhões. Então foi o grupo – já vi muitas vezes escrito que foi o Banco de Portugal – que decidiu que a provisão devia ser toda no ESFG [Espírito Santo Financial Group]”, referiu Ricardo Salgado.

O BES publicou na terça-feira à noite o prospeto do aumento de capital de até 1.045 milhões de euros, no âmbito do qual o banco vai emitir até 1.607 milhões de novas ações, ao preço de 0,65 euros cada uma.

Segundo o ESFG, a provisão extraordinária nas contas de 2013 foi feita devido à preocupação de que várias empresas não financeiras do grupo Espírito Santo, caso da Espírito Santo International, não tenham capacidade de reembolsar o papel comercial colocado junto de clientes do BES.

O prospeto do aumento de capital refere ainda que a Espírito Santo International tem “em marcha um programa de reorganização do seu grupo e de desalavancagem” para “reequilibrar a sua situação financeira” e “proceder ao reembolso do passivo”.

/Lusa

PARTILHAR

RESPONDER

Febre do lítio pede licença para chegar a Portugal

Com o potencial de ter as maiores reservas da Europa, a febre do lítio chegou a Portugal, onde se registaram duas dezenas de solicitações de prospecção este ano, embora as empresas mineiras continuem à espera …

Virgin Galactic abre as portas do primeiro aeroporto espacial do mundo

A empresa norte-americana Virgin Galactic, do bilionário Richard Branson, está a preparar o primeiro aeroporto espacial comercial do mundo, tendo revelado esta semana algumas das imagens daquelas que vão ser as instalações. O aeroporto, localizado …

A Internet está a regar esta planta há três anos

A comunidade online do Reddit tem tratado de uma planta durante três anos. Os utilizadores escolhem diariamente se a planta de ou não ser regada. Tudo começou com uma pequena brincadeira no Reddit, um dos maiores …

O pulmão de um chinês colapsou (e a culpa foi do karaoke)

O pulmão de um homem de 65 anos, na China, colapsou após ter tentado atingir uma nota alta durante uma intensa sessão de karaoke. O homem, residente em Nanchang, na província de Jiangxi, teria estado a …

"Emergência nacional". Deputados pedem a Boris que convoque imediatamente o Parlamento

Mais de 100 deputados britânicos pediram, numa carta divulgada este domingo, ao primeiro-ministro Boris Johnson para convocar imediatamente o Parlamento e voltar a debater o Brexit. As férias de verão do Parlamento terminam normalmente a 03 …

Rambo Luso. Há um português a viver na selva venezuelana há 25 anos

Há 25 anos que o português António Pestana Drumond realiza expedições às regiões de selva do Delta Amacuro e do Parque Nacional Canaima, leste da Venezuela, onde é conhecido pelos indígenas locais como o Rambo …

Já é possível saber se alguém está a mentir. Basta olhar nos olhos

Os olhos não mentem. Pelo menos é o que acham os investigadores da Universidade de Stirling, na Escócia, que criaram uma prova que diz se a pessoa está a mentir ou não com a monitorização …

A NASA detetou (e mediu) o primeiro choque interplanetário

A Multiscale Magnetospheric Mission (MMS) da agência espacial norte-americana conseguir fazer as primeiras medições de um choque interplanetário. Em comunicado, a NASA explica que os choques interplanetários são um tipo de choque sem colisão, no …

Quem ganhou a Segunda Guerra Mundial? Aliados e Eixo dizem que foram eles próprios

Em média, tanto os cidadãos de países dos Aliados como cidadãos de países do Eixo dizem que foram eles mesmos os vencedores da Segunda Guerra Mundial. Se perguntarmos a qualquer um dos poucos veteranos remanescentes da …

Norte-americano passou 30 anos na prisão por erro. Vai ser indemnizado em 10 milhões

Um norte-americano que há 30 anos foi erradamente condenado a 57 anos de prisão por violação e roubo vai agora receber uma indemnização de quase 10 milhões de dólares, avança o jornal New York Post. …