Rendas antigas vão aumentar de 50% a 70%

Simon Collison / Flickr

-

O fim do período transitório que limitava o aumento do valor das rendas com contratos feitos até 1990 vai ditar um acréscimo significativo nas mensalidades de alguns inquilinos. A Associação Lisbonense de Proprietários prevê aumentos de 50% a 70% em 2017.

“As rendas estão artificialmente baixas. Estimamos que a correcção ronde entre os 50% e os dois terços do que os inquilinos actualmente pagam”, salienta o presidente da Associação Lisbonense de Proprietários , Menezes Leitão, em declarações divulgadas pelo Correio da Manhã.

“Temos tido rendas que não chegam para pagar o IMI exigido aos senhorios, daí que a previsão seja de uma subida significativa”, acrescenta o mesmo responsável.

Este facto vai afectar em particular os inquilinos idosos, mas aqueles que justificarem situações de carência económica terão o apoio do governo.

Este auxílio será concedido, a partir de 2017, através de um subsídio que vai suportar os valores da diferença entre o que o senhorio exigir de aumento e aquilo que o inquilino puder pagar.

De acordo com dados do Instituto Nacional de Estatística citados pelo Correio da Manhã, “há 255 mil inquilinos com contratos de arrendamento anteriores a 1990”.

ZAP

PARTILHAR

8 COMENTÁRIOS

  1. Os aumentos bruscos podem ser bastante maiores do que diz o representante dos senhorios. No meu caso, passa de 130 para 470 euros!! por mês. E o meu senhorio (pobrezinho) é uma companhia de seguros, agora chinesa.
    E o tal subsídio é mais uma aldrabice: basta receber 1500 euros por mês para já não ter direito (mesmo que ele viesse…).
    Que tal exigir que os senhorios também tivessem de provar que não têm meios suficientes, para poderem exigir estes aumentos exorbitantes?

    • Descaramento,os senhorios tem que provar os seus meios?? A quem pertençe o imóvel afinal? Uma renda de €50-00 por mês ao longo de 30 anos, sem aumento, que é o meu caso, da para enriquecer. Realmente há gente que são ceginhas e com falta de respeito……

  2. De facto parece-me que vão existir grandes problemas. Uma coisa é certa, o senhorio não é a santa casa da misericórdia, pelo que quem não quiser pagar tem uma boa solução, procurar casa com renda mais económica ou então comprar casa.

  3. Acho que este país tem leis a mais. Qualquer regulação de preço é sempre injusta, pelo menos para uma das partes, senão para as duas. Sou apologista da liberdade de mercado. Se houver liberdade o mercado autorregula-se e encontra o seu valor justo. Com estas atitudes ditatoriais é que não conseguimos qualquer justiça, apenas se consegue promover uma guerra entre inquilinos e senhorios.

    • Bem, nem tanto ao mar nem tanto a terra. A história do mercado é mesmo uma história que poderei contar numa outra oportunidade. Tudo tem que ser regulado, pois está mais que provado que deixado ao livre arbítrio conduz a abuso e ao aproveitamento pela parte mais forte.
      Agora regulado não é estupifidificado como fizeram em 74 colocando os senhorios a financiarem os pobres e os outros

  4. Um ‘mexilhão’ senhorio a cobrar renda de 130€ deve conseguir substituir os dois interruptores de vai-e-vem do corredor! Como fazer para reparar a rede de pluviais, coluna de gás, de água, de residuais, intercomunicação, restauro e impermeabilização de fachadas, placas de cobertura? E esta gente também vota… e certamente em consciência…

Trump recebe Erdogan na Casa Branca para primeiro encontro após ofensiva na Síria

O Presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, recebe esta quarta-feira na Casa Branca o seu homólogo turco, Recep Tayyip Erdogan, naquele que é o primeiro encontro após a ofensiva turca lançada a 9 de outubro …

O mistério daquilo que torna uma piada engraçada (mas só para algumas pessoas)

https://vimeo.com/372607767 Aquilo que torna uma piada engraçada poderá depender do contexto social e temporal. Cientistas ainda tentam perceber até que ponto o nosso cérebro pode ter influência neste processo. Acha engraçada esta piada da Suméria de 1900 …

Elon Musk explica como construir uma cidade sustentável em Marte

O CEO da Space X, o multimilionário Elon Musk, revelou na rede social Twitter detalhes sobre os planos da empresa para estabelecer um assentamento em Marte que seja sustentável para os seres humanos. No entender de …

Físicos já conseguem espreitar o gato de Schrödinger sem o matar

Pode haver uma forma de espreitar o gato de Schrödinger - a famosa experiência mental baseada em felinos que descreve o comportamento misterioso das partículas subatómicas - sem matar permanentemente o animal hipotético. O gato de …

Acesso à Internet deve ser considerado direito humano básico

Uma nova investigação, levada a cabo pela Universidade de Birmingham, no Reino Unido, concluiu que acesso à Internet deve ser um direito humano básico, pois significa a capacidade participar na vida pública. Merten Reglitz, professor de …

Fórmula 1 quer atingir emissões zero de CO2 até 2030

A Fórmula 1 pretende reduzir a zero as emissões de CO2 até 2030, com base num plano que pretende “pôr em marcha de imediato”, anunciou esta terça-feira a Federação Internacional do Automóvel (FIA). O plano divulgado …

A Tesla vai lançar a sua misteriosa pickup “cyberpunk” elétrica ainda este mês

A nova Tesla Cybetruck já tem data de lançamento após um longo tempo de espera. O fundador da empresa, Elon Musk, anunciou que a carrinha "pickup" será revelada no dia 21 de novembro. O anúncio foi …

Asteróide "potencialmente perigoso" aproxima-se da Terra esta quarta-feira

Um asteróide com 147 metros de diâmetro, caracterizado pela NASA como "potencialmente perigoso" vai aproximar-se da Terra esta quarta-feira. Em causa está o corpo rochoso UN12 2019, explica a agência espacial norte-americana, dando conta que o …

Encontrado submarino da II Guerra Mundial que esteve perdido durante 75 anos (devido a um erro de tradução)

Uma equipa de exploradores oceânicos privada encontrou na costa do Japão um submarino do exército norte-americano do tempo da II Guerra Mundial, que estava desaparecido há 75 anos por causa de um erro num dígito …

Uma casa esteve a afundar-se no Tamisa para alertar para a subida do nível dos oceanos

No passado domingo, quem passou junto ao rio Tamisa, em Londres, não deverá ter ficado indiferente à típica casa dos subúrbios ingleses que se afundava perto da Tower Bridge. Felizmente, de acordo com a agência Reuters, …