Rendas antigas vão aumentar de 50% a 70%

Simon Collison / Flickr

-

O fim do período transitório que limitava o aumento do valor das rendas com contratos feitos até 1990 vai ditar um acréscimo significativo nas mensalidades de alguns inquilinos. A Associação Lisbonense de Proprietários prevê aumentos de 50% a 70% em 2017.

“As rendas estão artificialmente baixas. Estimamos que a correcção ronde entre os 50% e os dois terços do que os inquilinos actualmente pagam”, salienta o presidente da Associação Lisbonense de Proprietários , Menezes Leitão, em declarações divulgadas pelo Correio da Manhã.

“Temos tido rendas que não chegam para pagar o IMI exigido aos senhorios, daí que a previsão seja de uma subida significativa”, acrescenta o mesmo responsável.

Este facto vai afectar em particular os inquilinos idosos, mas aqueles que justificarem situações de carência económica terão o apoio do governo.

Este auxílio será concedido, a partir de 2017, através de um subsídio que vai suportar os valores da diferença entre o que o senhorio exigir de aumento e aquilo que o inquilino puder pagar.

De acordo com dados do Instituto Nacional de Estatística citados pelo Correio da Manhã, “há 255 mil inquilinos com contratos de arrendamento anteriores a 1990”.

ZAP

PARTILHAR

8 COMENTÁRIOS

  1. Os aumentos bruscos podem ser bastante maiores do que diz o representante dos senhorios. No meu caso, passa de 130 para 470 euros!! por mês. E o meu senhorio (pobrezinho) é uma companhia de seguros, agora chinesa.
    E o tal subsídio é mais uma aldrabice: basta receber 1500 euros por mês para já não ter direito (mesmo que ele viesse…).
    Que tal exigir que os senhorios também tivessem de provar que não têm meios suficientes, para poderem exigir estes aumentos exorbitantes?

    • Descaramento,os senhorios tem que provar os seus meios?? A quem pertençe o imóvel afinal? Uma renda de €50-00 por mês ao longo de 30 anos, sem aumento, que é o meu caso, da para enriquecer. Realmente há gente que são ceginhas e com falta de respeito……

  2. De facto parece-me que vão existir grandes problemas. Uma coisa é certa, o senhorio não é a santa casa da misericórdia, pelo que quem não quiser pagar tem uma boa solução, procurar casa com renda mais económica ou então comprar casa.

  3. Acho que este país tem leis a mais. Qualquer regulação de preço é sempre injusta, pelo menos para uma das partes, senão para as duas. Sou apologista da liberdade de mercado. Se houver liberdade o mercado autorregula-se e encontra o seu valor justo. Com estas atitudes ditatoriais é que não conseguimos qualquer justiça, apenas se consegue promover uma guerra entre inquilinos e senhorios.

    • Bem, nem tanto ao mar nem tanto a terra. A história do mercado é mesmo uma história que poderei contar numa outra oportunidade. Tudo tem que ser regulado, pois está mais que provado que deixado ao livre arbítrio conduz a abuso e ao aproveitamento pela parte mais forte.
      Agora regulado não é estupifidificado como fizeram em 74 colocando os senhorios a financiarem os pobres e os outros

  4. Um ‘mexilhão’ senhorio a cobrar renda de 130€ deve conseguir substituir os dois interruptores de vai-e-vem do corredor! Como fazer para reparar a rede de pluviais, coluna de gás, de água, de residuais, intercomunicação, restauro e impermeabilização de fachadas, placas de cobertura? E esta gente também vota… e certamente em consciência…

Fundação Champalimaud anuncia prémio de um milhão de euros para erradicar o cancro

A Fundação Champalimaud anunciou, esta segunda-feira, um prémio de um milhão de euros a atribuir anualmente, e sem limite temporal, vocacionado para a "erradicação do cancro". O prémio é atribuído em parceria com o casal de …

A maior lixeira da China ficou cheia 25 anos antes do previsto

O maior depósito de lixo da China, Jiangcungou, na cidade de Xi'an, já está cheio, 25 anos antes da altura prevista. O aterro tinha sido preparado para receber 2500 toneladas de resíduos por dia. Porém, de …

Cigarros eletrónicos podem prejudicar o coração mais do que os cigarros comuns

Há muito que está provado que fumar é uma das principais causas de mortes por doenças cardíacas. Agora, há evidências crescentes de que os cigarros eletrónicos podem causar danos ao coração. Em dois estudos que serão …

Sindicato dos Magistrados acusa Conselho Superior de fazer escolhas pessoais

O Sindicato dos Magistrados do Ministério Público (SMMP) acusou, esta segunda-feira, o Conselho Superior do Ministério Público de escolher os procuradores para os departamentos mais importantes da investigação criminal por preferências pessoais. Em comunicado, o Sindicato …

Esta empresa está a produzir "carne" feita de ar

Enquanto várias startups estão a vender "carne" feita de plantas, a Air Protein, uma empresa sediada na Califórnia, nos Estados Unidos, está a criar carne feita de ar. A ideia não é nova, uma vez que …

Autoridade da Concorrência faz buscas em cinco empresas de vigilância privada

A Autoridade da Concorrência (AdC) anunciou, esta segunda-feira, que realizou diligências de busca e apreensão em cinco empresas do setor da vigilância privada, no distrito de Lisboa, "por suspeitas de práticas anticoncorrenciais lesivas do normal …

"Breaking Bad" da vida real. Dois professores de Química acusados de produzir metanfetamina

Dois professores universitários de Química do estado do Arkansas, nos Estados Unidos, foram detidos no domingo por suspeitas de produzirem metanfetaminas. O caso tem atraído atenção mediática por se parecer inspirar no enredo da série …

TAP regista prejuízos de 111 milhões de euros até setembro

A TAP registou, nos primeiros nove meses deste ano, prejuízos acumulados de 111 milhões de euros que atribui a "variações cambiais sem impacto na tesouraria". "A TAP S.A. apurou um prejuízo acumulado, nos primeiros nove meses …

Coreia do Norte não está interessada em mais cimeiras com os EUA

A Coreia do Norte advertiu, esta segunda-feira, que "não está interessada" em mais cimeiras com os Estados Unidos, se Washington persistir na recusa em fazer concessões. A Coreia do Norte deu a Washington até ao final …

Refugiado detido que escreveu um livro pelo Whatsapp conquista a liberdade

O jornalista e escritor curdo-iraniano Behrouz Boochani, que estava detido há seis anos num centro de imigrantes na Austrália, conquistou a liberdade. Boochani escreveu, através de mensagens da rede social Whatsapp, o livro “No Friend But …