Relatório do Banco de Portugal aponta falhas de supervisão desde Vítor Constâncio

Um relatório de auto-avaliação do Banco de Portugal no caso Banco Espírito Santo aponta falhas ao comportamento do supervisor não apenas nos mandatos de Carlos Costa, mas também no tempo de Vítor Constâncio.

De acordo com o Jornal de Negócios, no documento de 600 páginas, que analisa o acompanhamento que o Banco de Portugal fez ao BES desde 2000, são feitas críticas à atuação do supervisor não apenas sob a liderança de Carlos Costa, que assumiu o cargo de governador pela primeira vez em 2010, mas também à de Vítor Constâncio, hoje vice-presidente do Banco Central Europeu.

A supervisão do caso do BES tanto no segundo mandato de Constâncio como no primeiro de Costa foi tutelada por Pedro Duarte Neves, atualmente vice-governador, que deixou a pasta da supervisão prudencial (acompanhamento preventivo das atividades das instituições bancárias) em 2014 na sequência do caso BES. Foi substituído por António Varela, que se demitiu do cargo há poucas semanas.

Uma das questões apontadas no documento é a existência de casos em que o Banco de Portugal possuía informações sobre o Grupo Espírito Santo e as operações do BES em Angola que não terão sido utilizadas no seu trabalho de supervisão ao banco.

De acordo com o Diário de Notícias, o relatório traz ainda correspondência trocada entre Carlos Costa e os principais agentes nacionais relacionados com o Banif, revelando as críticas indignadas da administração do banco e dos ministros das Finanças Maria Luís Albuquerque e Mário Centeno.

O relatório teve o apoio técnico da consultora Boston Consulting Group, que recebeu mais de 900 mil euros pelo trabalho, e está no centro de uma polémica entre o parlamento e o governador: Carlos Costa recusou entregá-lo à comissão parlamentar de inquérito ao BES.

O documento é um relatório de auto-avaliação elaborado pela comissão de avaliação nomeada pelo próprio supervisor, com o apoio técnico da Boston Consulting Group (BCG) – que recebeu mais de 900 mil euros pelo trabalho -, e não uma auditoria externa feita pela consultora.

Na sequência da comissão de inquérito ao BES, no ano passado, o Banco de Portugal recorreu a um parecer jurídico interno para justificar a recusa em entregar o documento, em nome do dever de segredo e da proteção de terceiros.

O documento foi pedido novamente no âmbito da comissão de inquérito ao caso Banif, cujas audições começam na próxima semana, e mais uma vez Carlos Costa recusou.

ZAP

PARTILHAR

5 COMENTÁRIOS

  1. Mais um que todos sabiam que erra um grande ladrão… Mas mesmo assim lá foi para o banco central europeu. Em vez da prisão! É Normal foi por a mão nos bolsos de mais gente!
    Grande ladrão, corrupto…

    • Ahahah!!! Crispy Picanço, dorei a parte em que para chegar a esta conclusão foi necessário um relatório….
      Lá está. Em Portugal anda tudo a presumir!! Mas alguns ficam donos da Rua do Ouro…!!!

RESPONDER

Coreia do Sul faz exercícios militares perto de ilhas reivindicadas pelo Japão

A Coreia do Sul iniciou exercícios militares nas proximidades de duas ilhas desertas reivindicadas pelo Japão, o que levou Tóquio a cancelar um encontro entre os líderes dos dois países. Segundo o Público, que cita a …

Em direto: Hungria vs Portugal | Já há onzes oficiais

Portugal inicia a defesa do título de Campeão da Europa frente à Hungria, partida que abre o Grupo F da prova. O jogo tem lugar na Puskas Arena, em Budapeste, às 17h. Acompanhe-o ao vivo …

Rio tem "opinião", mas recusa comentar polémica entre Marcelo e Costa

Rui Rio, presidente do PSD, recusou, esta terça-feira, comentar as diferentes posições manifestadas pelo primeiro-ministro e pelo Presidente da República sobre o desconfinamento. Apesar de ter uma "opinião", Rui Rio será "o último" a interferir na …

Marcelo deixa mensagem à Seleção: "Não há empates, temos de jogar para ganhar"

Portugal está em contagem decrescente para a estreia no Europeu. Esta terça-feira, o Presidente da República deixou uma mensagem à Seleção Nacional. Na Turquia, onde vai ver o jogo de Portugal contra a Hungria, Marcelo Rebelo …

Portugal regista 973 novos casos e duas mortes

Nas últimas 24 horas, houve 973 novos casos positivos de covid-19 e morreram duas pessoas, segundo os dados do boletim diário da Direção-Geral da Saúde (DGS). De acordo com o último boletim da Direção-Geral da Saúde, …

Escritora Manuela Gonzaga é candidata do PAN à Câmara de Lisboa

A escritora, historiadora e ex-jornalista Manuela Gonzaga é a candidata do PAN à presidência da Câmara Municipal de Lisboa, nas próximas eleições autárquicas, anunciou na segunda-feira o partido, remetendo para quarta-feira a apresentação da candidatura. "Com …

Costa Andrade acusa PGR de querer agir "à revelia" da Constituição e da lei

O ex-presidente do Tribunal Constitucional acusou, esta segunda-feira, a Procuradora-Geral da República (PGR) de pretender intervir no processo criminal, classificando esta atuação como "própria de um processo inquisitório" e "à revelia da Constituição e da …

Secretário-geral do PSD prevê "grande resultado" nacional nas autárquicas

O secretário-geral e coordenador autárquico do PSD disse antecipar que o partido terá "um grande resultado no país" e manifestou-se convicto da vitória em Portalegre, com a candidata Fermelinda Carvalho. No jantar de encerramento do primeiro …

"Um absurdo". Em 2424 vagas, só 2 professores com menos de 30 anos devem entrar nos quadros

O envelhecimento da carreira docente volta a fazer parte das reclamações da Federação Nacional de Professores (Fenprof), com o secretário-geral da entidade, Mário Nogueira, a revelar que, no próximo concurso de acesso aos quadros da …

Pfizer investiga pessoas vacinadas que contraíram a doença e estuda impacto da dose de reforço

A farmacêutica Pfizer vai realizar um estudo sobre um grupo de pessoas que depois de vacinadas contra o covid-19 contraíram a doença para determinar se é necessária uma dose de reforço. O anúncio sobre a investigação …