Reino Unido vê luz ao fundo do túnel. Pandemia já “tem fim à vista” (e o público regressa aos estádios em dezembro)

Neil Hall / EPA

O primeiro-ministro britânico, Boris Johnson, assegurou que o fim do combate ao novo coronavírus “está à vista”, dando a conhecer aos deputados o plano para, a 2 de dezembro, sair de quatro semanas de confinamento em Inglaterra. Rotinas diárias, jogos de futebol e até viagens começam a ver uma luz ao fundo do túnel.

“Ultrapassamos mais uma etapa e o fim está à vista. Devemos resistir ao vírus até que os testes de despistagem e as vacinas venham em nosso socorro e reduzam a necessidade de restrições”, disse o líder conservador.

Boris Johnson indicou esperar que, a partir da próxima semana, possam ser levantadas as restrições que, desde o início deste mês, têm afetado o comércio, cabeleireiros, salões de beleza, instalações de lazer e ginásios.

O confinamento nacional será substituído por medidas regionais envolvendo três níveis de restrições com base na escala do surto em diferentes áreas.

As medidas foram endurecidas a partir de um sistema semelhante que estava em vigor no mês passado, uma vez que os especialistas do Governo indicaram que as até então tomadas não eram suficientes para impedir a propagação do vírus.

Os britânicos terão, contudo, de esperar até ao final da semana para saber em que nível estará a área local em que residem, mas o Governo diz que a maior parte do país provavelmente estará nos dois níveis mais altos.

Uma outra mudança no Reino Unido, é que os adeptos vão poder regressar aos estádios. Desta forma, os estádios de Inglaterra vão poder ter até 50% da sua lotação. No entanto, nas zonas com maior incidência de casos os jogos continuarão a ser à porta fechada.

Este regresso será a partir do dia 2 de dezembro, de acordo com limites determinados pela capacidade dos recintos e pelas autoridades, anunciou o primeiro-ministro britânico, Boris Johnson.

Os jogos da Premier League têm sido disputados à porta fechada desde que a competição foi retomada, após o confinamento decretado em março, devido à pandemia.

As autoridades britânicas chegaram a anunciar a realização de jogos de teste com público, em outubro, mas estes acabaram por ser cancelados devido ao aumento do número de casos de covid-19.

Também os viajantes que entrarem em Inglaterra e que são obrigados a cumprir quarentena, poderão, em dezembro, encurtar esse isolamento, caso tenham um teste negativo para o novo coronavírus cinco dias após sua chegada, anunciou o Governo britânico.

Esta decisão visa revitalizar a indústria de viagens e, em particular, o sector dos transportes aéreos, que sofreu uma queda considerável no tráfego devido às restrições impostas para combater a pandemia de covid-19.

A partir de 15 de dezembro, os viajantes que chegarem à Inglaterra de avião, barco ou comboio poderão terminar o período de 15 dias de quarentena se comprovarem que fizeram um teste à covid-19 cinco dias após a sua chegada ao país e que o resultado foi negativo.

Os cidadãos terão de agendar esta triagem antes de viajar, preencher um formulário para serem localizados e, até realizarem o teste, devem permanecer isolados. Os testes serão efetuados num estabelecimento privado de saúde e pagos pelos cidadãos.

ZAP // Lusa

 

PARTILHAR

RESPONDER

Mais de 246 mil eleitores vão hoje às urnas. Lisboa é o concelho com mais inscritos para voto antecipado

Os portugueses começam este domingo a deslocar-se às urnas, uma semana antes das presidenciais de 24 de janeiro, no chamado voto antecipado em mobilidade para o qual se inscreveram mais de 246 mil eleitores. Lisboa é …

Profissionais de saúde começam hoje a receber segunda dose da vacina

Até sexta-feira, tinham sido vacinadas 106 mil pessoas em Portugal continental, incluindo utentes e funcionários de lares de idosos. Os primeiros profissionais de saúde que foram vacinados contra a covid-19 no final do ano vão começar …

Garcia de Orta alerta para risco de pré-catástrofe. Hospital de Loures com doentes ventilados na urgência

O Hospital Garcia de Orta (HGO), em Almada, apresentava, este sábado, um total de 169 doentes com covid-19 internados, dos quais 18 em cuidados intensivos. Já o Hospital de Loures tinha 187 doentes com covid-19 …

Os novos robôs da Samsung fazem pequenas tarefas domésticas (e ainda lhe servem um copo de vinho)

O Samsung Galaxy S21 não é a única surpresa que a empresa tem preparada para 2021. A Samsung apresentou algumas propostas de robôs domésticos, na primeira grande feira de tecnologia do ano. A Samsung levantou um …

Cientistas desenvolveram mini-cérebros (quase) humanos

Cientistas norte-americanos enviaram para a Estação Espacial Internacional (EEI) aglomerados de células nervosas, chamadas de mini-cérebros, que estão, agora, a desenvolver-se de formas que os investigadores não imaginavam ser possível. Os organóides foram criados a partir …

Um medicamento comum utilizado para tratar a diarreia pode ajudar a combater células cancerígenas agressivas

Um fármaco comum prescrito para tratar a diarreia pode ajudar a combater um tipo agressivo de cancro cerebral (glioblastoma), sugere uma nova investigação levada a cabo pela Universidade de Frankfurt, na Alemanha. Em causa está …

"Bola de fogo" cruzou o céu sobre o Mediterrâneo a 105 mil quilómetros por hora

Uma "bola de fogo" atravessou o mar Mediterrâneo e o norte de Marrocos na noite de quarta-feira, a 105.000 quilómetros por hora. A bola de fogo foi observada por um projeto científico espanhol a uma velocidade …

Duterte rejeita que a filha o vá suceder na liderança das Filipinas. "Isto não é para mulheres"

O líder das Filipinas, Rodrigo Duterte, descartou, na quarta-feira, a hipótese de a filha o vir a suceder no próximo ano, acrescentando que a presidência não é tarefa para uma mulher por causa das …

"Uma memória a flutuar no oceano." Encontrada, dois anos depois, uma mensagem numa garrafa

Uma mensagem no interior de uma garrafa sobreviveu a uma viagem de dois anos pelo oceano. Recentemente, chegou às mãos de um ativista ecológico, enquanto limpava uma praia da Papua Nova Guiné. Em novembro do ano …

As células imortais de Henrietta Lacks revolucionaram a Ciência

O ano de 1951 foi muito importante no campo da biotecnologia e, surpreendentemente, tudo começou com a chegada de Henrietta Lacks a um hospital norte-americano. Descendente de escravos, Loretta Pleasant nasceu a 1 de agosto de …