Reino Unido investe 120 milhões de euros em ferries em preparação para um Brexit sem acordo

O Governo britânico confirmou este sábado que investiu 108 milhões de libras (120 milhões de euros) adicionais em contratos com companhias de ferris para aumentar as conexões com a Europa continental em caso de um hard Brexit.

O ministério de Transporte assinou contratos com a empresa francesa Brittany Ferryboats, a dinamarquesa DFDS e a britânica Seaborne a fim de aliviar a potencial pressão sobre o porto inglês de Dover se houver uma saída não negociada da União Europeia no próximo 29 de março.

O ministério considera que, em caso de um brexit sem acordo, vai ser necessária mais capacidade para compensar as possíveis retenções de “bens e produtos críticos” causados pelos controles fronteiriços adicionais.

As empresas, contratadas sem concurso público, oferecerão o equivalente a mais 10% de trânsito no estreito de Dover (ou passagem de Calais), e utilizarão os portos ingleses de Poole, Portsmouth, Plymouth, Immingham e Felixstowe.

A ausência de licitação pública foi justificada pelo facto de se tratar de “uma situação de extrema urgência” provocada por “eventos imprevisíveis”. “Esta capacidade extra é um elemento pequeno mas importante do planeamento do ministério de Transporte para um brexit sem acordo”, afirmou um porta-voz desta pasta.

A fonte disse que, embora o Governo queira sair da UE com pacto, o ministério “está ajudando a garantir que o resto do Executivo esteja preparado para todas as possibilidades”.

O Governo britânico decidiu a 19 de dezembro iniciar os preparativos para uma retirada do Reino Unido da União Europeia sem acordo, apesar de ainda manter o objetivo de uma saída consensual com Bruxelas.

A decisão foi adotada durante uma reunião do Governo para avaliar a necessidade de fornecer “prioridade operativa” a um possível Brexit sem acordo, na sequência da indecisão do parlamento em aprovar o acordo negociado entre Londres e Bruxelas.

“Na sequência dos contínuos preparativos para uma saída sem acordo, um Governo responsável necessita assegurar que estamos preparados para essa opção, que não queremos que passe, e estar preparados no caso de suceder”, acrescentou.

“É por isso que o Governo concordou que a preparação para uma ausência de acordo será uma prioridade operativa dentro do Governo, mas a nossa prioridade geral será conseguir um compromisso”, explicou o ministro na altura.

ZAP // EFE

PARTILHAR

2 COMENTÁRIOS

RESPONDER

Taxa sobre produtos poluentes rendeu 200 milhões em dois anos

A taxa aplicada sobre produtos poluentes - plástico, cartão, embalagens de vidro, entre outros -, rendeu ao Estado português 199,6 milhões de euros em dois anos, avança o Jornal de Notícias esta segunda-feira. O valor, arrecadado …

"Mito sem sentido". Santos Silva rejeita que Portugal seja "amigo especial" da China

O ministro dos Negócios Estrangeiros rejeitou, em entrevista ao Financial Times, que Portugal esteja a desenvolver uma dependência problemática relativamente à China. É um "mito sem sentido", defendeu Augusto Santos Silva. O governante falou ao …

Justiça espanhola liga ex-ministro a alegado caso de corrupção. António Vitorino nega

A Justiça espanhola diz que o ex-ministro socialista se terá apropriado de 35 milhões de euros da petrolífera estatal venezuelana PDVSA. António Vitorino nega. A justiça espanhola alega que uma sociedade de António Vitorino, antigo ministro …

Há um obstáculo que pode travar a primeira condenação de Salgado

Ricardo Salgado foi condenado a pagar 4 milhões de euros e proibido de ser banqueiro nos próximos dez anos. No entanto, ainda há um último obstáculo que pode travar a sua condenação. O Tribunal Constitucional rejeitou …

Diplomatas portugueses salvaram entre 60 mil e 80 mil vidas durante a II Guerra Mundial

Os diplomatas portugueses terão salvo entre 60 mil a 80 mil refugiados do regime nazi, maioritariamente judeus, durante o período da II Guerra Mundial, estimou a historiadora Irene Flunser Pimentel em entrevista à agência Lusa. Além …

"Absolutamente determinantes." Autárquicas de 2021 vão ser a prova de fogo de Rui Rio

Rui Rio foi reeleito presidente do PSD este sábado, mas tem pela frente vários desafios. O maior deles todos serão as autárquicas de 2021 que vão ditar muito do seu futuro político.  Rui Rio mostrou-se disponível …

Deputados do PS querem reabrir linha do Tâmega

Os deputados do PS do distrito do Porto querem que a linha do Tâmega, que fazia a ligação ferroviária entre Livração, em Marco de Canaveses, e Amarante, como existia até março de 2009, seja reaberta …

Joacine disposta a fazer "cedências necessárias". Livre diz que só por milagre as relações serão retomadas

O Livre decidiu retirar a confiança política a Joacine Katar Moreira. A deputada única do partido admite fazer as cedências necessárias, mas o partido diz que só por milagre as relações entre os dois vão …

Jorge Jesus diz que o campeonato português está pior (mas que o Benfica tem mais qualidade)

Jesus diz que o campeonato português está pior em comparação com outros anos, mas acredita que o Benfica está "num patamar superior" em relação a Porto e Sporting. Depois de um mês de férias em Portugal …

Governo prepara fim do eldorado fiscal com dois níveis de tributação

O Governo está a preparar fim da isenção fiscal para reformados estrangeiros (o "eldorado fiscal") através de dois níveis de tributação. O Correio da Manhã avança esta segunda-feira que o Executivo socialista deverá avançar com uma …