Recusar desinfetar as mãos à entrada da escola pode dar “processo disciplinar”

Manuel de Almeida / Lusa

O ano letivo está prestes a começar, mas este ano de forma um pouco atípica. As escolas já estão prontas para receber alunos, mas vão exigir que cumpram todas as regras sem nenhuma falha, caso contrário há quem garanta que podem haver punições.

Depois de o ministério da educação ter investido mais de 20 milhões de euros em equipamento de proteção contra a covid-19, as escolas parecem agora estar “devidamente dotadas com equipamentos de proteção (máscaras, viseiras, álcool-gel, aventais, luvas) para proteção de alunos, pessoal docente e não docente”, garante Filinto Lima, presidente da Associação Nacional Nacional de Diretores de Agrupamentos e Escolas Públicas.

De acordo com as regras de regresso às aulas, cada escola deve ser capaz de gerir as verbas que lhe foram atribuídas e tomar todas as medidas para que os alunos cumpram as regras de distanciamento. Na entrada dos estabelecimentos de ensino vão estar disponíveis dispensadores de álcool-gel, tal como nas salas de aula, bibliotecas e cantinas.

Em entrevista ao CM, Filinto Lima garante agora que os alunos que recusem fazer a desinfeção das mãos “podem ser alvo de um processo disciplinar”.

Ainda assim, a DGS não tornou obrigatória a medição da temperatura. “No contexto da escola, medir a temperatura não irá identificar muitos casos”, explica Ricardo Mexia, da Associação de Médicos de Saúde Pública, uma vez que “a febre é um sintoma fácil de detetar, pode debelar-se com um antipirético”.

A esta situação acresce ainda outro problema. É que para haver uma medição permanente da temperatura dos alunos, seria necessário colocar “mais funcionários nas escolas e gerar filas e ajuntamentos”, diz Filinto Lima, que também é diretor do Agrupamento de Escolas Dr. Costa Matos, de Vila Nova de Gaia.

Mais importante do que isso é fazer uma utilização correta da máscara. “Faz todo o sentido; é um complemento. Mesmo que se consiga redistribuir os alunos de forma a manter as distâncias de segurança, o facto de usarem máscara pode ajudar a reduzir a transmissão da doença”, afirma Ricardo Mexia.

Filinto Lima partilha desta opinião. “A máscara é o material mais importante; se o aluno não levar o manual tem falta de material, mas sem máscara não entra na escola”.

Rui Martins, da Confederação Independente de Pais e Encarregados de Educação, explica que “se as escolas garantem que estão preparadas, nós acreditamos”.

Ainda assim mantém-se a preocupação com outros fatores como, nomeadamente com o distanciamento nas refeições das cantinas ou a falta de transportes.

ZAP //

PARTILHAR

RESPONDER

Desapareceu tão misteriosamente como apareceu o monólito do deserto do Utah (e apareceu outro na Roménia)

O monólito de metal descoberto, na semana passada, no meio do deserto do Utah, nos EUA, desapareceu sem deixar rasto. O mistério adensa-se em torno do objecto que alguns já apelidaram de "extraterrestre", até porque …

The Crown: O que é verdade e ficção na nova temporada?

Não é novidade que as famílias reais da Europa, em especial a família real britânica, sempre despertaram muita curiosidade e interesse por parte do público. Desta forma, a plataforma de streaming Netflix decidiu investir, em …

Hubble avista possível "jogo de sombras" do disco em torno de um buraco negro

Algumas das vistas mais deslumbrantes do nosso céu ocorrem ao pôr-do-Sol, quando a luz do Sol penetra nas nuvens, criando uma mistura de raios brilhantes e escuros formados pelas sombras das nuvens e pelos feixes …

No Japão, houve mais suicídios num mês do que mortes por covid-19 no ano todo

No mês de outubro, o número de suicídios no Japão foi superior ao número de mortes por covid-19 desde o início da pandemia. De acordo com os dados do governo, foram registados 2153 suicídios no …

YouTube cria o primeiro videoclipe "infinito" de sempre. Reúne todas as versões de "Bad Guy" de Billie Eilish

"Bad Guy" de Billie Eilish tornou-se o primeiro vídeo de música infinito de sempre. Celebrando o facto de ter atingido a marca de mil milhões de visualizações, a artista juntou-se ao YouTube e criou uma …

Marítimo 1 - 2 Benfica | Águia faz terapia no “divã” de Pizzi

Após duas derrotas consecutivas para o campeonato (contra o Boavista e o Braga), o Benfica regressou às vitórias, na visita ao Marítimo, por 2-1. Um resultado que não disfarça as dificuldades e a intranquilidade que …

A Coreia do Sul vai ter táxis aéreos. Serão usados em serviços de emergência e turismo

A empresa chinesa de mobilidade aérea EHang concluiu três voos de teste na Coreia do Sul para demonstrar o seu novo transporte de passageiros. Trata-se de um táxi aéreo com capacidade de resposta de emergência …

Tartarugas marinhas transportadas para a Flórida depois de sofrerem reação hipotérmica

Quarenta tartarugas marinhas em vias de extinção foram transportadas para a Florida, nos Estados Unidos, depois de sofrerem uma reação de hipotermia na costa de Massachusetts. Quando as tartarugas marinhas são expostas à água fria por …

Apoiante de Trump doou 2,5 milhões para combater os resultados eleitorais. Agora, quer o dinheiro de volta

Um investidor de capital de risco da Carolina do Norte, nos Estados Unidos, que doou 2,5 milhões de dólares para ajudar o ainda Presidente norte-americano, Donald Trump, a contestar os resultados eleitorais que deram a …

Petição de Cristina Ferreira contra cyberbullying já reúne mais de 37 mil assinaturas

Cristina Ferreira lançou este sábado (28) uma petição contra o ódio e a agressão na internet que já conta com mais de 37 mil assinaturas. O objetivo é levar este tema à Assembleia da República. Cristina …