LMM sugere divisão do país por zonas de risco. “Recolher obrigatório é inevitável. A situação é muito séria”

PSD / Flickr

Luis Marques Mendes

Como é habitual Luís Marques Mendes deixou o seu comentário semanal sobre o estado do país na SIC, e esta semana os temas quentes foram a Fórmula 1, que decorreu durante o fim de semana no Algarve, um possível recolhimento obrigatório e o Orçamento de Estado.

Sobre o recolhimento obrigatório – que vai ser obrigatório em Espanha- o comentador considera que este é inevitável. “Mais dia, menos dia, será decretado. Vai-se tornar inevitável”, afirmou Luís Marques Mendes, que alertou que o Serviço Nacional de Saúde “corre risco de rutura dentro de 2 a 3 semanas“.

Na sua opinião, para que o combate à pandemia seja mais eficaz, será necessário “recriar um ambiente de consenso político, consenso técnico e coesão social no combate à pandemia. Este ambiente existiu na primeira vaga. Mas deixou de existir. O país não precisa de união nacional. Mas precisa de um mínimo de consenso e de coesão social para enfrentar este tempo difícil”, diz.

Numa altura em que acredita que Marta Temido e a Direção-Geral de Saúde (DGS) perderam credibilidade, realça que deve ser o primeiro-ministro António Costa ou o Presidente Marcelo Rebelo de Sousa a “falar ao país sem meias palavras” para explicar a situação que vivemos, os desafios que temos, o plano de ação que existe, as responsabilidades de cada um”. “A situação é muito séria”, conclui.

Neste contexto, Marques Mendes sugere que sejam definidos mapas de risco do país e que sejam estabalecidas zonas diferenciadas para o país com semáforos de perigos, algo que já foi feito na Europa.

A “Zona Verde” seria composta por localidades que tivessem tido menos de 60 novos casos por cada 100 mil habitantes nos últimos sete dias. Logo “não precisam de medidas especiais”. A “Zona Amarela” seria para cidades que tenham “entre 60 e 120 novos casos” por cada 100 mil habitantes e que podem precisar de medidas cautelares”. E a “Zona Vermelha” seria ocupada por localidades que tivessem “mais de 120 casos e que podem precisar de confinamentos pontuais.”

Ao contrário do que tem sido defendido pela ministra Marta Temido, “fazer isto não é discriminar ou estigmatizar as populações. Pelo contrário. É dizer a verdade”, afirmou o comentador.

Marques Mendes alertou para a subida exponencial dos casos de novos infetados das últimas semanas, e diz que “a situação” pandémica “começa a ser muito preocupante”, uma vez que o número de casos está a começar a ficar descontrolado e, consequentemente, isto vai fazer com que o número de internados e de mortes comece subir a um “ritmo acelerado”.

O comentador referiu que tem falado com “médicos e especialistas” e chegou à conclusão de que a “situação da covid-19 está descontrolada dentro da comunidade. A situação que se vive nalguns hospitais é de caos”.

Durante o comentário, Luís Marques Mendes não deixou de lado o assunto mais polémico dos últimos dias: a realização da prova de Fórmula 1 que decorreu este fim-de-semana em Portimão, no Algarve, classificando-a como uma “loucura” e uma “irresponsabilidade”.

O ex-ministro não percebe as tomadas de decisão em torno das medidas de distanciamento. “Que lógica tem proibir a circulação entre concelhos no fim de semana do Dia de Finados e bem, e autorizar toda esta circulação neste fim de semana? São maus exemplos destes que “matam” as instituições”, enfatizou.

Sobre o Orçamento de Estado (OE), que esta semana será votado na Assembleia da República, Marques Mendes falou em “encenação e teatro a mais” porque “há três semanas que a viabilização do OE está garantida.”

Relativamente à abstenção do PCP, diz que a vê como uma “não surpresa”, mas diz que ficou surpreendido com a “imaturidade política e a incoerência do Bloco de Esquerda. Convenceu-se de que estava sozinho a negociar e desvalorizou o PCP. Um erro”, concluiu.

ZAP //

PARTILHAR

RESPONDER

O Universo está cheio de uma substância misteriosa: chama-se quintessência

Uma equipa internacional de cientistas sugere, num novo estudo, que a expansão acelerada do Universo pode ser causada por uma substância misteriosa chamada quintessência. Os cientistas acreditam que a expansão do Universo está relacionada com a …

Entrevista: "Demorei 2 anos a aperfeiçoar o meu passe; os miúdos de Timor já jogam lindamente!"

Sara Moreira Silva é a líder da primeira escola de voleibol em Timor-Leste, que vai arrancar em janeiro de 2021. Fica aqui a perspetiva de uma portuguesa que vê muito talento entre os timorenses...que não …

O edifício mais antigo do mundo ainda em funcionamento "mora" em Roma

O Panteão de Roma, o edifício mais antigo desta cidade italiana, continua a ser utilizado nos dias de hoje, cerca de 2.000 anos depois da sua construção. Edificado em meados de 125 a.C sob a …

Da cabeça de javali à perdiz. Historiadores e chefs ensinam a cozinhar pratos medievais

Uma equipa de historiadores e grandes chefs reuniu-se para oferecer um curso online para ensinar os alunos a criar banquetes medievais. Professores da Universidade de Durham e chefs do restaurante Blackfriars criaram o Eat Medieval, que …

The Climate Store. Os preços desta loja sueca variam conforme a pegada ecológica

Os rótulos dos alimentos já indicam o quão bom ou mau um produto é para a nossa saúde, mas e o planeta? Um número crescente de marcas está agora a rotular os seus produtos para …

A cidade-irmã mais famosa de Petra abre finalmente ao público. "Esconde" túmulos amaldiçoados

A cidade de Hegra, localizada nos desertos a norte de Al Ula, no noroeste da Arábia Saudita, vai pela primeira vez abrir ao público, podendo os visitantes explorar agora este local antigo sem quaisquer restrições. …

Falha no Microsoft Excel pode ter levado a mais de 1.500 mortes no Reino Unido

Um erro no Microsoft Excel que eliminou quase 16 mil casos de covid-19 das estatísticas do Reino Unido pode ter levado a mais de 1.500 mortes evitáveis, de acordo com um artigo da Warwick University. Os …

Pessoas com bons hábitos de sono têm menor risco de insuficiência cardíaca

Os padrões de sono saudáveis ​​incluem acordar de manhã cedo, dormir 7 a 8 horas por noite e não ter insónias ou sonolência diurna excessiva. Esta pode ser a receita secreta para evitar insuficiência cardíaca, …

Marcelo quer regras do Natal na próxima semana. E lembra que não há lugar para uma crise política

O Presidente da República defendeu, esta sexta-feira, que as medidas para o fim-de-semana do Natal devem ser conhecidas já na próxima semana. E congratulou-se com o facto de já haver um Orçamento aprovado. Em resposta às questões …

Jogos de guerra ajudaram exércitos a vencer guerras. É uma tradição secular

Alguns jogos de guerra foram utilizados por vários exércitos internacionais para simular conflitos e treinar militares para guerras reais, contou à revista Vice Antoine Bourguilleau, que escreveu recentemente um livro sobre o fenómeno. Estes jogos …