LMM sugere divisão do país por zonas de risco. “Recolher obrigatório é inevitável. A situação é muito séria”

PSD / Flickr

Luis Marques Mendes

Como é habitual Luís Marques Mendes deixou o seu comentário semanal sobre o estado do país na SIC, e esta semana os temas quentes foram a Fórmula 1, que decorreu durante o fim de semana no Algarve, um possível recolhimento obrigatório e o Orçamento de Estado.

Sobre o recolhimento obrigatório – que vai ser obrigatório em Espanha- o comentador considera que este é inevitável. “Mais dia, menos dia, será decretado. Vai-se tornar inevitável”, afirmou Luís Marques Mendes, que alertou que o Serviço Nacional de Saúde “corre risco de rutura dentro de 2 a 3 semanas“.

Na sua opinião, para que o combate à pandemia seja mais eficaz, será necessário “recriar um ambiente de consenso político, consenso técnico e coesão social no combate à pandemia. Este ambiente existiu na primeira vaga. Mas deixou de existir. O país não precisa de união nacional. Mas precisa de um mínimo de consenso e de coesão social para enfrentar este tempo difícil”, diz.

Numa altura em que acredita que Marta Temido e a Direção-Geral de Saúde (DGS) perderam credibilidade, realça que deve ser o primeiro-ministro António Costa ou o Presidente Marcelo Rebelo de Sousa a “falar ao país sem meias palavras” para explicar a situação que vivemos, os desafios que temos, o plano de ação que existe, as responsabilidades de cada um”. “A situação é muito séria”, conclui.

Neste contexto, Marques Mendes sugere que sejam definidos mapas de risco do país e que sejam estabalecidas zonas diferenciadas para o país com semáforos de perigos, algo que já foi feito na Europa.

A “Zona Verde” seria composta por localidades que tivessem tido menos de 60 novos casos por cada 100 mil habitantes nos últimos sete dias. Logo “não precisam de medidas especiais”. A “Zona Amarela” seria para cidades que tenham “entre 60 e 120 novos casos” por cada 100 mil habitantes e que podem precisar de medidas cautelares”. E a “Zona Vermelha” seria ocupada por localidades que tivessem “mais de 120 casos e que podem precisar de confinamentos pontuais.”

Ao contrário do que tem sido defendido pela ministra Marta Temido, “fazer isto não é discriminar ou estigmatizar as populações. Pelo contrário. É dizer a verdade”, afirmou o comentador.

Marques Mendes alertou para a subida exponencial dos casos de novos infetados das últimas semanas, e diz que “a situação” pandémica “começa a ser muito preocupante”, uma vez que o número de casos está a começar a ficar descontrolado e, consequentemente, isto vai fazer com que o número de internados e de mortes comece subir a um “ritmo acelerado”.

O comentador referiu que tem falado com “médicos e especialistas” e chegou à conclusão de que a “situação da covid-19 está descontrolada dentro da comunidade. A situação que se vive nalguns hospitais é de caos”.

Durante o comentário, Luís Marques Mendes não deixou de lado o assunto mais polémico dos últimos dias: a realização da prova de Fórmula 1 que decorreu este fim-de-semana em Portimão, no Algarve, classificando-a como uma “loucura” e uma “irresponsabilidade”.

O ex-ministro não percebe as tomadas de decisão em torno das medidas de distanciamento. “Que lógica tem proibir a circulação entre concelhos no fim de semana do Dia de Finados e bem, e autorizar toda esta circulação neste fim de semana? São maus exemplos destes que “matam” as instituições”, enfatizou.

Sobre o Orçamento de Estado (OE), que esta semana será votado na Assembleia da República, Marques Mendes falou em “encenação e teatro a mais” porque “há três semanas que a viabilização do OE está garantida.”

Relativamente à abstenção do PCP, diz que a vê como uma “não surpresa”, mas diz que ficou surpreendido com a “imaturidade política e a incoerência do Bloco de Esquerda. Convenceu-se de que estava sozinho a negociar e desvalorizou o PCP. Um erro”, concluiu.

ZAP //

PARTILHAR

RESPONDER

Imunidade do grupo com 70% de vacinados é ideia ultrapassada, defende investigador

O investigador Miguel Castanho afirmou esta segunda-feira que a ideia da imunidade do grupo com 70% da população vacinada contra a covid-19 está “completamente desatualizada” porque a vacina não protege contra a infeção e a …

Euro2020. Portugal já demonstrou "qualidade para ultrapassar todas as dificuldades"

O futebolista João Moutinho lembrou esta segunda-feira que Portugal já “demonstrou ter qualidade para ultrapassar todas as dificuldades” e acredita que diante da França, na derradeira jornada do Grupo F do Euro2020, o campeão europeu …

Demolição de construções ilegais em Loures regista “alguns tumultos” com moradores

A Câmara Municipal de Loures avançou esta segunda-feira com demolições de construções ilegais no bairro de Montemor, com o apoio da polícia, verificando-se “alguns tumultos”, porque os moradores se queixam da falta de soluções de …

"O São João é decisivo". Gaia negou pedidos para festejos e faz apelo à contenção

A Câmara de Vila Nova de Gaia negou os pedidos para a realização de festas de São João porque “com esta cadência” o concelho “corre o risco de voltar atrás no confinamento”, disse esta segunda-feira …

Presidente promulga diploma do Governo para acelerar execução do PRR

O Presidente da República promulgou esta segunda-feira o decreto-lei que estabelece o regime excecional de execução orçamental e de simplificação de procedimentos dos projetos aprovados no âmbito do Plano de Recuperação e Resiliência (PRR). Numa nota …

Bielorrússia. Washington anuncia sanções financeiras e restrições de vistos

Os Estados Unidos impuseram esta segunda-feira novas sanções financeiras e restrições de vistos a dezenas de funcionários e entidades na Bielorrússia, em coordenação com a União Europeia, Reino Unido e Canadá. As medidas retaliatórias - que …

Uma provocação de Cristiano iniciou a reviravolta alemã

Opinião de Dietmar Hamann, depois de um toque "artístico" do capitão da seleção portuguesa, quando a Alemanha ainda perdia. Cristiano Ronaldo voltou a jogar para dar espetáculo, num momento do duelo entre Portugal e Alemanha no …

Fotografia mostra princesa Latifa em Espanha

Uma fotografia da princesa Latifa do Dubai, cuja situação preocupa a ONU depois de ter sido apanhada quando tentava fugir do emirado em 2018, foi divulgada esta segunda-feira numa rede social e descrita como tendo …

Microlino, o pequeno carro elétrico com teto dobrável, está cada vez mais perto da produção

Em desenvolvimento há mais de cinco anos, e originalmente com produção prevista para 2019, o terceiro protótipo do Microlino 2.0 da Micro Mobility Systems AG foi concluído. O terceiro protótipo do Microlino é o mais próximo …

Constitucional "absolve" (mas critica) socialista que chamou "cigana" a deputada

O Tribunal Constitucional (TC) anulou a decisão do PS de condenar o ex-eurodeputado, mas o presidente fez uma declaração de voto em que reprovou o "chocante racismo". O caso remonta a junho de 2017, quando Manuel …