Recibos verdes que tenham arranjado emprego pagam um mês em duplicado

Os recibos verdes que tenham arranjado emprego fixo estão obrigados a entregar declaração trimestral à Segurança Social e a pagar um mês de contribuições em duplicado.

Só a partir de fevereiro é que ficam isentos ao abrigo do regime dos trabalhadores por conta de outrem – isto desde que não ultrapassem os limites previstos na lei.

Segundo o Ministério do Trabalho e da Segurança Social, citado pelo Expresso, alguém que durante 2018 tenha trabalhado a recibos verdes mas que, em janeiro, tenha começado a trabalhar por conta de outrem, está na mesma obrigado a entregar a declaração trimestral até ao dia 31 deste mês.

Esta declaração destina-se a comunicar à Segurança Social qual o montante dos serviços que prestou – ou das vendas que efetuou – entre outubro e dezembro de 2018.

Além disso, tem ainda de pagar em fevereiro as contribuições referentes a janeiro, a titulo de trabalho independente, isto apesar de em janeiro já ter descontado como trabalhador por conta de outrem. Trata-se de um mês em duplicado que faz parte das regras do regime transitório. Só partir daí lhe é reconhecida a isenção, e passará a descontar apenas como trabalhador por conta de outrem.

“A isenção da obrigação de contribuir é reconhecida em fevereiro deste ano, desde que reunido um conjunto de condições (de entre as quais: a remuneração de TCO em janeiro ser igual ou superior a 435,76€ e o rendimento mensal como TI no último trimestre de 2018 ser inferior a 1.743,04€)”, esclareceu a Segurança Social ao mesmo jornal.

“Assim, terá de entregar, até 31 de janeiro, a declaração trimestral e pagar as contribuições em fevereiro de 2019, referentes a janeiro. O reconhecimento da isenção da obrigação de contribuir apenas existe em fevereiro de 2019, pelo que não pagará contribuições a partir de março”, concluiu.

De 2019 em diante, as regras de descontos dos recibos verdes para a Segurança Social alteram-se. Os trabalhadores independentes deixam de descontar sobre os rendimentos declarados há um ou dois anos, abandonando-se o complexo sistema de escalões e rendimentos convencionados, com múltiplas exceções, e substituindo-se por uma regra onde o que conta são os descontos registados nos três meses anteriores.

Como este ajustamento poderia levar a um aumento abrupto das contribuições, baixa-se a taxa dos atuais 29,6% para os 21,4% (ou dos 34,75% para 25,17% no caso de empresários em nome individual). Surge ainda um outro mecanismo que permite aos TI escolher descontar sobre mais ou menos 25% do seu rendimento relevante.

Uma segunda novidade está reservada para os trabalhadores por conta de outrem que também passam recibos verdes. Quem, no trimestre imediatamente anterior, tenha tido um rendimento médio relevante acima de €1743,03, perde a isenção e passa a ter de descontar também sobre o rendimento a título de independente.

Contudo, ao contrário do que acontece com a generalidade dos TI, neste caso, a taxa de 21,4% só incide sobre o valor que exceder o rendimento relevante de €1743,03.

ZAP ZAP //

PARTILHAR

1 COMENTÁRIO

  1. Além de república do regabofe, é a república do sacadura, principalmente a quem nada ou quase nada tem e precisa sobreviver sem entrar na criminalidade.

RESPONDER

Fé nos números. Foi o voto não religioso que Donald Trump perdeu em 2020 

Em novembro de 2020, Joe Biden foi eleito Presidente dos Estados Unidos da América. Uma análise revelou recentemente que a derrota de Donald Trump dependeu daqueles que não se identificam com nenhuma religião. Ryan Burge, professor …

Chega apresenta oito candidatos para o distrito do Porto. Ventura acredita que vai ter "grande resultado"

O líder do Chega anunciou este sábado oito candidatos às próximas eleições autárquicas no distrito do Porto, onde André Ventura acredita que o partido vai ter "um grande resultado". "Fizemos esta deslocação ao Porto para anunciar …

"A política ama traição, mas despreza o traidor". Sócrates acusa PS de "ataque injusto" (e diz-se alvo de "vingança" da direita)

"A política ama a traição, mas despreza o traidor". No livro "Só Agora Começou", que será publicado nos próximos dias, José Sócrates acusa a atual direção do PS de traição. De acordo com o Diário de …

"Novas dificuldades e entropias". Autarcas independentes exigem extinção imediata da CNE

Os presidentes de Câmara e representantes de movimentos independentes decidiram este sábado dar um novo prazo aos partidos para que estes possam alterar a lei eleitoral autárquica. Porém, exigem a extinção imediata da Comissão Nacional …

Estudo mostra que as ovelhas preferem acasalar com machos subordinados

Um novo estudo descobriu que, ao contrário do que se podia pensar, as ovelhas preferem acasalar com machos que estão mais abaixo na hierarquia. Atualmente, a vida sexual da maioria das ovelhas é controlada pela indústria …

“Vamos iniciar uma nova etapa". Madeira vai testar toda a população (gratuitamente)

O Governo da Madeira vai desencadear uma campanha de testagem massiva da população da região, ainda sem data, que será gratuita, para aferir da evolução da pandemia da covid-19 no arquipélago, anunciou este sábado o …

O armazenamento de energia "sem massa" está a chegar

Uma equipa de cientistas da Chalmers University of Technology, na Suécia, produziu uma bateria estrutural com um desempenho dez vezes melhor do que todas as versões anteriores. A descoberta abre caminho ao armazenamento de energia …

Ataque terrorista a cidade na Nigéria atinge organizações humanitárias e instalações da ONU

Jihadistas alegadamente ligados ao Estado Islâmico atacaram este sábado as instalações de várias organizações humanitárias e das Nações Unidas na cidade nigeriana de Damasak, e ainda estão no local, afirmaram fontes das organizações não-governamentais (ONG). O …

Os humanos foram "superpredadores" durante dois milhões de anos

Uma nova investigação revelou que os humanos foram um predador de ponta durante cerca de dois milhões de anos. Só a extinção da megafauna e o declínio das fontes de alimentos de origem animal no …

Paços de Ferreira 0-5 Benfica | Seferovic “parte tudo” na Capital do Móvel

Na noite deste sábado, o Benfica somou o sétimo triunfo consecutivo no campeonato, ao golear o Paços de Ferreira por 5-0, num embate relativo à 26.ª jornada do campeonato. A equipa de Jorge Jesus, que acabou …