Recibos verdes arriscam multa até 500 euros

LucasTheExperience / Flickr

Os trabalhadores independentes arriscam multas até 500 euros caso não entreguem à Segurança Social, até 31 de janeiro, a declaração trimestral a que estão obrigados ao abrigo do novo regime dos recibos verdes.

Desta obrigação estão excluídos os isentos de pagarem contribuições pelos recibos que passam, e aqueles que, tendo contabilidade organizada, optaram em novembro pelo regime anterior, de acordo com o Correio da Manhã.

Desde 1 de janeiro que há novas regras para os trabalhadores independentes. Entre as alterações estão o fim dos escalões – com a taxa contributiva fixada em 21,4% – e a obrigatoriedade de entrega das declarações de rendimentos trimestralmente, com base na média dos rendimentos obtidos nos três meses anteriores.

Caso não as submeta, a Segurança Social emite um documento oficioso de cobrança no valor de 20 euros (contribuição mínima). O trabalhador tem cinco dias para resolver a situação. Mas, se não o fizer, arrisca multa dos 50 aos 500 euros.

As declarações têm de ser entregues até 31 de janeiro, 30 de abril, 31 de julho e 31 de outubro. Além disso, em janeiro do próximo ano será preciso “confirmar ou declarar os valores dos rendimentos relativos ao ano civil anterior, com exceção dos pensionistas, quando tenham estado obrigados a proceder à entrega de pelo menos uma declaração trimestral relativa a rendimentos obtidos” em 2019.

316 “recibos” acederam ao subsídio de desemprego

Os trabalhadores independentes que tenham descontado por 360 dias, durante os 24 meses imediatamente anteriores à cessação involuntária de atividade, vão passar a poder ter acesso ao subsídio de desemprego para recibos verdes – o subsídio por cessação de atividade.

Em 2017, apenas 316 independentes tiveram acesso a esse apoio, de acordo com o mesmo jornal. As regras antigas ditavam que o subsídio só podia ser atribuído ao fim de 720 dias, nos 48 meses imediatamente anteriores ao fim do contrato, desde que a entidade contratante fosse responsável por 80% do rendimento do trabalhador.

Agora o acesso é permitido desde que tenha obtido de uma única entidade contratante mais de 50% do valor total dos rendimentos anuais.

O subsídio de cessação de atividade é um apoio mensal atribuído aos trabalhadores economicamente dependentes de uma única entidade contratante para compensar a perda de rendimentos resultante da cessação involuntária do contrato de prestação de serviços.

Para ter direito ao apoio é necessário residir em Portugal. Se for estrangeiro, é obrigatória a existência de título válido de residência ou respetivo pedido de renovação. Os refugiados ou apátridas devem ter um título válido de proteção temporária.

Em todos os casos, a cessação de atividade teve de ocorrer de forma involuntária.

ZAP //

PARTILHAR

5 COMENTÁRIOS

  1. … tenho muita DÒ das pessoas que trabalham a recibos verdes, pois o estado é quem mais SACA com o nome de impostos ao fim dum ano os lucros são zero vai tudo para os recibos que são uma valente porcaria.

  2. Eu gostava de saber se o elaborador do Recibo Verde não sabe que desde piscinas, ginásios, escolas públicas as chamadas aec’s, trabalhos primários em empresas, se não são e não se revelam em trabalhos permanentes. Ou estes locais funcionam sem Profissionais!? Em alguns casos 10 20 30 anos. As regras tem sido feitas e continuam a ser feitas para não se ter qualquer apoio visto que chega o Verão mais de 90% tem suspendido a actividade por falta de rendimentos! É pena não poderem fazer greve. Ou poder estar doentes. Ou não terem subsídio de férias nem de natal! Tudo feito com o consentimento do Estado! Concluindo o Recibo Verde é uma vergonha!

  3. Como pode um País ter uma norma tão descarada de roubar o trabalhador isso e um motivo de se escravizar um cidadão e inda lhes impor multas altíssimos.

RESPONDER

"Risco de readmissão é grande". Quase um terço dos infetados voltou ao hospital (e um em cada oito morreu)

De acordo com um estudo recente realizado no Reino Unido, quase um terço das pessoas que tiveram alta de um internamento por problemas de saúde relacionados com a covid-19, em Inglaterra, regressaram ao hospital pela …

Fecho das escolas "seria a medida mais forte de saúde pública"

O encerramento das escolas "seria a medida mais forte de saúde pública a ser tomada" perante a existência de um "teto falso" na deteção de novos casos e o aparecimento da variante inglesa, defendeu hoje …

"Ato ditatorial" e "humilhação cruel". Mourinho criticado por optar por Gedson em vez de Dele Alli

O ex-futebolista Stan Collymore chamou Mourinho de ditador e criticou o facto de ter deixado Dele Alli de fora dos convocados em detrimento de Gedson Fernandes. Stan Collymore, antigo jogador do Liverpool, criticou José Mourinho pela …

Preços das casas devem descer neste ano (e deixam a banca em risco)

Após se terem aguentado mais ou menos estáveis em 2020, apesar da pandemia de covid-19, os preços das casas devem começar a descer neste ano com o prolongar da crise sanitária. Uma situação que preocupa …

Sem promessas para 2022, Governo admite criar “escalões intermédios” na Função Pública

A ministra da Modernização do Estado e da Administração Pública, Alexandra Leitão, admitiu, em entrevista ao ECO, rever a tabela salarial da Função Pública e criar “escalões intermédios para as progressões intermédias”. Em entrevista ao jornal …

@AnaMartinsGomes. A gladiadora do Twitter é candidata a Belém

Se há arena onde a candidata socialista a Belém se sente confortável, é o Twitter. Palco de grandes partilhas e encruzilhadas, é inegável que essa rede social marca o caminho da diplomata. Ana Gomes é conhecida …

Rui Rio apela ao Governo por "confinamento a sério" e lembra que este "não existe para ser popular"

Rui Rio desafia o Governo a "impor um confinamento a sério em nome do interesse nacional". Na sua conta no Twitter, o líder do PSD escreve que "um Governo não existe para ser popular mas …

FC Porto ameaça não ir a jogo. Sporting acusa "dragões" de "pressão inaceitável"

O Sporting acusou segunda-feira o FC Porto de estar a "pressionar, de forma absolutamente inaceitável, as autoridades da Saúde e a Liga" para que Nuno Mendes e Sporar falhem hoje as meias-finais da Taça da …

Empresas de comércio e serviços propõem suspensão de alguns impostos

Com o novo confinamento geral, a maioria das empresas de comércio e serviços volta a fechar portas. Por isso, pedem-se mais apoios ao Governo, considerando que os já anunciados são insuficientes. Em declarações à rádio Renascença, …

Benfica anuncia surto e pode parar duas semanas. Vieira é um dos infetados

Foram identificados 17 novos casos de covid-19 no SL Benfica. Em comunicado, o clube remete à DGS a decisão de parar durante duas semanas. O Benfica detetou 17 novos casos de covid-19 entre jogadores, equipa técnica …