A rebeldia e a audácia da Islândia tornaram-na no laboratório perfeito para estudar a covid-19

gogeid / Flickr

Akureyri, na Islândia

A Islândia combinou audácia e rebeldia para combater a pandemia de covid-19. A nação insular é o país que mais testes está a fazer à população e os seus esforços já permitiram isolar centenas de mutação do novo coronavírus.

O neurologista Kari Stefansson fundou a DeCode Genetics em 1996 com o objetivo de extrair dados genéticos exclusivos dos islandeses. Na luta contra a pandemia que assola o mundo, a empresa lançou um dos programas de rastreamento e teste mais abrangentes, que, além de ajudar a conter a disseminação do vírus, dá informações sobre a evolução da doença.

As questões para as quais a Islândia encontra resposta, são perguntas que ainda não foram respondidas nos Estados Unidos. John Ioannidis, professor de medicina e epidemiologia de Stanford, referiu, citado pela Bloomberg, que o país insular é “o melhor laboratório vivo que temos“. “Eles produziram informações úteis e mostraram que, com a realização abrangente de testes, temos grandes resultados.”

No início de março, Stefansson conduzia quando ouviu na rádio que, na China, mais de 3% da população deveria morrer durante a pandemia de covid-19. “Não conseguia entender como é que podíamos calcular a taxa de mortalidade sem conhecer a propagação do vírus na comunidade.”

À procura de respostas, o fundador da DeCode ligou para Alma Moller, diretora de saúde da Islândia, e convenceu-a a permitir que a sua empresa iniciasse uma operação de testes em larga escala nos seus laboratórios. Em parceria com as autoridades locais, a DeCode examinou pessoas com sinais de infeção, voluntários assintomáticos e pessoas escolhidas aleatoriamente.

Os genomas do povo islandês são alvo de mais estudo do que os de cidadãos de qualquer outro país. Através desta análise minuciosa, a Islândia desenhou uma imagem detalhada de como o novo coronavírus entrou no país e depois se espalhou de uma pessoa para outra.

Stefansson apresentou o seu plano de triagem numa altura em que a Islândia diagnosticou apenas três casos. Em comparação, o número de mortos devido à covid-19 nos Estados Unidos tinha acabado de atingir os dois dígitos.

A nação insular descobriu que, enquanto os casos iniciais eram sobretudo pessoas que haviam regressado de férias na neve (na Áustria e em Itália), amostras posteriores mostraram estirpes do vírus provenientes de muitos países, incluindo locais como o Reino Unido, considerado na altura um país de baixo risco.

Os investigadores identificaram mais de 291 mutações que não foram encontradas em nenhum outro lugar e mostraram que o número de pessoas que estão infetadas com o vírus, mas que não apresentam sintomas, pode ser alto: cerca de 0,8% das pessoas que se voluntariaram testaram positivo, assim como 0,6% das pessoas selecionadas aleatoriamente para participar no estudo.

À Bloomberg, o fundador da DeCode declarou que cerca de metade das pessoas infetadas com covid-19 pode ser assintomática, apesar de muitas delas poderem desenvolver sintomas mais tarde.

Para explicar o motivo pelo qual algumas pessoas não apresentam sintomas, a DeCode planeia investigar o ADN dos hospedeitos virais. O empenho da Islândia no entendimento científico desta pandemia já contribuiu para determinar quem é mais infetado pela infeção, observando que crianças e mulheres são menos vulneráveis.

A combinação de testes generalizados e atempados e o rastreamento de contactos permitiu termos agora “a epidemia sob controlo”, disse Stefansson. O país não instituiu um pedido generalizado de confinamento em casa e as escolas primárias permanecem abertas, assim como algumas lojas e restaurantes.

A nossa grande sorte em tudo isto é sermos um país pequeno. É fácil mobilizar as pessoas que precisam de ser mobilizadas”, sustentou Kjartan Hreinn Njalsson, assistente do diretor de saúde da Islândia.

Quando faltaram zaragatoas ou ventiladores, a Islândia foi proativa: várias empresas ofereceram imediatamente para ajudar. “Somos uma nação rebelde que não consegue encontrar tranquilidade quando as coisas estão a correr bem. Mas quando há uma crise, somos melhores do que qualquer outra nação do mundo.”

ZAP //

PARTILHAR

RESPONDER

O Hawaii quer remover a sua "escadaria para o paraíso" - e a culpa é dos turistas

Em causa estão preocupações com a segurança e vandalismo, que têm aumentado com a explosão de popularidade da escadaria Ha‘ikū nas redes sociais. É caso para dizer que a Stairway to Heaven vai para o inferno …

Inventou o ZX Spectrum e mudou o mundo. Morreu Clive Sinclair

O empresário britânico e inventor do computador doméstico ZX Spectrum, Clive Sinclair, morreu hoje aos 81 anos na sua casa, em Londres (Reino Unido), devido a doença prolongada, informou a filha ao jornal “The Guardian”. Morreu …

Esta torre construída na Suécia não é gigante em altura, mas em sustentabilidade

Para além de ser feito de um material sustentável — fornecido por florestas locais com gestão consciente e transformado por uma serração nas proximidades, o Centro Cultural dispõe de múltiplas tecnologias que fazem dele mais …

Empresa canadiana debaixo de fogo por publicar anúncios de emprego destinados a não vacinados

Uma empresa de canoagem, sediada no Canadá, está debaixo de fogo depois de ter colocado anúncios de emprego destinados, exclusivamente, a pessoas não vacinadas contra a covid-19. "Por favor, NÃO se candidate se tiver tomado quaisquer …

Disparam ataques a jornalistas. Bruxelas insta países da UE a aumentar proteção

Os países da União Europeia (UE) foram instados por Bruxelas a tomar medidas para proteger os jornalistas, após um aumento no número de ataques a membros da imprensa. A Comissão Europeia exortou os governos a criarem …

Facebook e Google criticados por anúncios de "reversão do aborto"

O Facebook já veiculou anúncios de "reversão do aborto" 18,4 milhões de vezes desde janeiro de 2020, de acordo com um relatório do Center for Countering Digital Hate (CCDH), promovendo um procedimento "não comprovado, antiético" …

Líder militar dos EUA temeu que Trump iniciasse guerra nuclear com a China - e chegou a ligar aos chineses

As revelações aparecem em Peril, o novo livro de Bob Woodward e Robert Costa sobre os bastidores da Casa Branca. Trump já respondeu. O General Mark Milley, o chefe do Estado-Maior das Forças Armadas dos EUA, …

França suspende 3.000 profissionais de saúde que recusaram vacina contra covid-19

A França suspendeu 3.000 profissionais de saúde sem remuneração por se recusarem a tomar a vacina contra a covid-19, revelou o ministro responsável pela pasta, Olivier Véran. Segundo Véran, citado esta quinta-feira pelo Guardian, "várias dezenas" …

Austrália, Reino Unido e EUA assinam pacto de defesa para conter China

A Austrália, os Estados Unidos (EUA) e o Reino Unido anunciaram o "Pacto de Aukus", que visa frente às pretensões territoriais da China no Indo-Pacífico e envolverá a construção de uma frota de submarinos com …

Governo tem margem de 1600 milhões de euros nas negociações do Orçamento

Os dados são de um relatório do Conselho das Finanças Públicas, que deixa alertas para que o executivo não se estique muito no aumento da despesa e no corte à receita. Segundo escreve o Público, o …