A rebeldia e a audácia da Islândia tornaram-na no laboratório perfeito para estudar a covid-19

gogeid / Flickr

Akureyri, na Islândia

A Islândia combinou audácia e rebeldia para combater a pandemia de covid-19. A nação insular é o país que mais testes está a fazer à população e os seus esforços já permitiram isolar centenas de mutação do novo coronavírus.

O neurologista Kari Stefansson fundou a DeCode Genetics em 1996 com o objetivo de extrair dados genéticos exclusivos dos islandeses. Na luta contra a pandemia que assola o mundo, a empresa lançou um dos programas de rastreamento e teste mais abrangentes, que, além de ajudar a conter a disseminação do vírus, dá informações sobre a evolução da doença.

As questões para as quais a Islândia encontra resposta, são perguntas que ainda não foram respondidas nos Estados Unidos. John Ioannidis, professor de medicina e epidemiologia de Stanford, referiu, citado pela Bloomberg, que o país insular é “o melhor laboratório vivo que temos“. “Eles produziram informações úteis e mostraram que, com a realização abrangente de testes, temos grandes resultados.”

No início de março, Stefansson conduzia quando ouviu na rádio que, na China, mais de 3% da população deveria morrer durante a pandemia de covid-19. “Não conseguia entender como é que podíamos calcular a taxa de mortalidade sem conhecer a propagação do vírus na comunidade.”

À procura de respostas, o fundador da DeCode ligou para Alma Moller, diretora de saúde da Islândia, e convenceu-a a permitir que a sua empresa iniciasse uma operação de testes em larga escala nos seus laboratórios. Em parceria com as autoridades locais, a DeCode examinou pessoas com sinais de infeção, voluntários assintomáticos e pessoas escolhidas aleatoriamente.

Os genomas do povo islandês são alvo de mais estudo do que os de cidadãos de qualquer outro país. Através desta análise minuciosa, a Islândia desenhou uma imagem detalhada de como o novo coronavírus entrou no país e depois se espalhou de uma pessoa para outra.

Stefansson apresentou o seu plano de triagem numa altura em que a Islândia diagnosticou apenas três casos. Em comparação, o número de mortos devido à covid-19 nos Estados Unidos tinha acabado de atingir os dois dígitos.

A nação insular descobriu que, enquanto os casos iniciais eram sobretudo pessoas que haviam regressado de férias na neve (na Áustria e em Itália), amostras posteriores mostraram estirpes do vírus provenientes de muitos países, incluindo locais como o Reino Unido, considerado na altura um país de baixo risco.

Os investigadores identificaram mais de 291 mutações que não foram encontradas em nenhum outro lugar e mostraram que o número de pessoas que estão infetadas com o vírus, mas que não apresentam sintomas, pode ser alto: cerca de 0,8% das pessoas que se voluntariaram testaram positivo, assim como 0,6% das pessoas selecionadas aleatoriamente para participar no estudo.

À Bloomberg, o fundador da DeCode declarou que cerca de metade das pessoas infetadas com covid-19 pode ser assintomática, apesar de muitas delas poderem desenvolver sintomas mais tarde.

Para explicar o motivo pelo qual algumas pessoas não apresentam sintomas, a DeCode planeia investigar o ADN dos hospedeitos virais. O empenho da Islândia no entendimento científico desta pandemia já contribuiu para determinar quem é mais infetado pela infeção, observando que crianças e mulheres são menos vulneráveis.

A combinação de testes generalizados e atempados e o rastreamento de contactos permitiu termos agora “a epidemia sob controlo”, disse Stefansson. O país não instituiu um pedido generalizado de confinamento em casa e as escolas primárias permanecem abertas, assim como algumas lojas e restaurantes.

A nossa grande sorte em tudo isto é sermos um país pequeno. É fácil mobilizar as pessoas que precisam de ser mobilizadas”, sustentou Kjartan Hreinn Njalsson, assistente do diretor de saúde da Islândia.

Quando faltaram zaragatoas ou ventiladores, a Islândia foi proativa: várias empresas ofereceram imediatamente para ajudar. “Somos uma nação rebelde que não consegue encontrar tranquilidade quando as coisas estão a correr bem. Mas quando há uma crise, somos melhores do que qualquer outra nação do mundo.”

ZAP //

PARTILHAR

RESPONDER

TilTok anuncia acordo com Oracle e Wallmart e adia proibição nos EUA

A aplicação TikTok, detida pela sociedade chinesa ByteDance e ameaçada de ser proibida nos Estados Unidos, anunciou este domingo um acordo de princípio com a Oracle, como parceiro tecnológico, e com a Walmart, em termos …

As gaivotas são inoportunas? Saiba que as suas fezes podem valer mil milhões de dólares

Afinal, as gaivotas podem ser animais bem mais interessantes do que aquilo que a maioria das pessoas pensa. É que as suas fezes são muito valiosas e os seus nutrientes fertilizam campos agrícolas e recifes …

Super-vulcão Yellowstone registou 91 terramotos em apenas 24 horas

Os vulcanólogos têm andado atentos ao super-vulcão localizado no Parque Nacional de Yellowstone, nos Estados Unidos. O Serviço Geológico dos Estados Unidos (USGS) relatou recentemente a ocorrência de 91 terremotos em apenas 24 horas. Estes …

Cartoonista alemão Frank Hoppmann é o vencedor do 15.º World Press Cartoon

O 'cartoonista' alemão Frank Hoppmann, com a caricatura do primeiro-ministro britânico Boris Johnson, é o vencedor da 15.ª edição do World Press Cartoon, foi hoje anunciado nas Caldas da Rainha, na cerimónia de entrega de …

Pequena e funcional. Assim se carateriza a Tiny House (que ainda evita dores de joelhos)

Esta pequena casa móvel pode ser a solução que procura. Devido à sua arquitetura dinâmica é ótima para pessoas com problemas de articulações e que sofrem com dores joelhos, pernas cansadas ​​ou dores nas costas. Hoje …

Chama-se Elios, é um drone e vai explorar as profundezas das cavernas de gelo da Gronelândia

Elios é o drone que está a ajudar os investigadores a descobrirem mais sobre os mistérios da Gronelândia. Inserido numa estrutura própria, tem explorado as cavernas de gelo, facilitando assim o acesso a locais mais …

Milhares de pássaros migratórios estão (misteriosamente) a morrer no Novo México

Um elevado número de pássaros migratórios está a morrer em todo o Novo México, numa misteriosa mortalidade em massa que está a preocupar os cientistas. Estima-se que o número de pássaros mortos seja de centenas de …

Crianças inspiram Lego a livrar-se de todas as embalagens de plástico

As peças da Lego podem acabar no oceano durante mais de mil anos, mas os fabricantes dinamarqueses estão a tentar tornar a empresa ecologicamente correta. Na sua última promessa, a Lego vai começar a usar sacos …

Uma cidade chamada "amianto" está a tentar mudar o nome (e a discussão tornou-se tóxica)

Há uma cidade no Canadá chamada Asbesto - um material de construção altamente tóxico. Os habitantes da cidade não estão felizes com este nome, mas a sua mudança também não está a ser fácil. De acordo …

FC Porto 3-1 Braga | Entrada de “dragão”

O FC Porto iniciou a defesa do título nacional com uma vitória importante sobre o Sporting de Braga por 3-1. Os minhotos marcaram primeiro no Dragão, por um ex-portista, mas os descontos do primeiro tempo foram …