“Paz podre” e “crise de egos”. As reações dos partidos ao caso Centeno

PSD / Flickr

O líder do PSD, Rui Rio

Os partidos com assento parlamentar comentaram, esta quinta-feira, o recente episódio entre o ministro das Finanças e o primeiro-ministro.

“Mário Centeno não passou a ter condições para continuar. O primeiro-ministro é que assumiu que no seu Governo, ainda que sem condições, um ministro pode continuar a sê-lo, mesmo quando faltam mais de três longos anos para o fim da legislatura… ou quando a força do ministro é superior à do primeiro-ministro”, escreveu Rui Rio no Twitter.

No Fórum TSF, o deputado social-democrata Duarte Pacheco também considerou que o voto de confiança de António Costa no ministro das Finanças é apenas “um golpe de teatro”.

“Toda a gente percebeu que isto é um teatro, uma hipocrisia, uma paz podre. Temos um ministro das Finanças a prazo porque não é conveniente ao primeiro-ministro fazer a sua substituição neste momento”, acrescentou.

No mesmo fórum, a deputada do CDS Cecília Meireles avaliou este recente episódio como “uma telenovela, com uma crise de egos, em que, afinal, aparentemente, acabou tudo mais ou menos resolvido”.

Por isso, para a democrata-cristã o importante agora é definir prioridades, porque “o que não está resolvido é como é que as medidas que o Governo desenhou para ajudar a economia estão a chegar ou não estão a chegar.”

“Desarticulação” e “irresponsabilidade”

Do lado da CDU, o deputado comunista Duarte Alves considerou que esta situação entre Costa e Centeno revelou “desarticulação” dentro do Governo, sobretudo “numa matéria tão importante como esta do Novo Banco”, afirma ao Fórum TSF.

Para o Bloco de Esquerda, nas palavras da deputada Mariana Mortágua, ficou a ideia de que o Governo tem um ministro “a prazo”. A bloquista reiterou que o partido vai propor um novo projeto-lei, apesar do anterior ter sido “sempre chumbado”.

“Não pode haver uma nova injeção no Novo Banco sem que esse assunto seja discutido e votado na Assembleia da República“, esclareceu à rádio.

Por fim, o porta-voz do PAN, André Silva, considera que o Presidente da República não esteve bem ao “comentar” o papel do ministro das Finanças e que o Governo não pode ter em mãos uma crise política no momento em que enfrenta uma pandemia.

“Temos uma imagem junto dos mercados a manter. Esta situação é de uma enorme irresponsabilidade por parte do Governo”, considerou, citado pela TSF, acrescentando que as declarações de Marcelo Rebelo de Sousa não o espantam, uma vez que faz parte do “namoro” entre Costa e o chefe de Estado.

“Apanharam-nos pelas costas”, diz PS

Em declarações à mesma rádio, o deputado do PS João Paulo Correia reitera a confiança do partido em Mário Centeno e considera que o ministro saiu “reforçado” da reunião em São Bento.

Sobre o pedido de demissão defendido pelo líder do PSD, o socialista diz que “é falso que a bancada do PS não tenha defendido Mário Centeno” e afirma que “Rui Rio não teve coragem de dizer isso lá dentro [no Parlamento]”, aliás, “ninguém do PSD teve coragem de fazer o ataque ao PS lá dentro”.

Apanharam-nos pelas costas, foram declarações abusivas”, diz ainda, acrescentando que “já foram muito os episódios em que se anunciou a saída do ministro das Finanças do Governo” e “todos foram explorados primeiramente pelo PSD”.

ZAP //

PARTILHAR

2 COMENTÁRIOS

  1. Se fosse só a Paz podre, mas o pior é que os políticos e são ainda mais podres, não tem homens com eles no sitio para fazerem uma limpeza dentro dos seus partidos e renovar,nem falo na justiça que essa ainda mais podre está. Ainda gostava que os partidos explicassem o que é que o País já ganhou com as demissões, já quase há 45 anos que assisto ao folclore de demissões o que depois acontece é só mudarem o penico, mudam as pessoas mas tudo continua igual, nunca fui adepto de demissões mas sou sim adepto que quem faça mal corrija o que fez mal, mas a classe política gosta mais de chafurdar na trampa que apontar soluções e ideias para melhorar o País, são todos bons quando são oposição quando no governo não há diferença são todos farinha do mesmo saco.

  2. Numa altura em que se pedem sacrifícios aos portugueses e muitos já passam fome injectam-se 850 milhões no Novo Banco sendo parte para pagar prémios aos administradores que o continuam a falir. E como forma de desviar a atenção disto simulam um mal entendido entre Costa Marcelo e Centeno aproveitando Costa e Marcelo o momento para se promoverem mutuamente politicamente. Este país é pior que um cancro!

RESPONDER

Netanyahu avisa que confinamento em Israel pode durar um ano

O primeiro-ministro de Israel, Benjamin Netanyahu, disse esta quinta-feira que o confinamento no país pode prolongar-se durante meses ou mesmo "um ano" após uma reunião em que foram debatidas novas restrições contra a propagação da …

FC Porto com City na Champions. Ronaldo volta a encontrar Messi

O FC Porto vai defrontar os ingleses do Manchester City, os gregos do Olympiacos e os franceses do Marselha no Grupo C da fase de grupos da Liga dos Campeões em futebol, ditou esta quinta-feira …

Cabrita pede abertura de inquérito a fuga de 17 migrantes. Cinco já terão sido apanhados

O ministro da Administração Interna pediu a abertura de um inquérito à fuga de 17 migrantes do norte de África que desembarcaram em setembro no Algarve e fugiram, durante a madrugada, do quartel em Tavira …

Governo chega a acordo com Madrid para alargar restrições a toda a comunidade

O Governo espanhol anunciou, esta quarta-feira, um acordo que estende medidas para combater a covid-19, já em vigor em partes da Comunidade Autónoma de Madrid, a toda a capital e várias localidades da periferia onde …

Ciclista suspenso por defender Trump

Quinn Simmons respondeu no Twitter a uma jornalista e a sua equipa suspendeu o atleta. Um "adeus" e uma mão negra na origem da polémica. Quinn Simmons foi campeão do mundo de ciclismo no ano passado, …

Bolsonaro considera "lamentável" discurso de Biden que apela ao país que pare de destruir a Amazónia

Jair Bolsonaro classificou como “lamentável” o comentário de Joe Biden durante  o debate presidencial que ocorreu na madrugada de terça-feira. O candidato democrata mostrou-se preocupado com o facto das florestas tropicais no Brasil estarem a …

Ex-responsável militar acusado de fazer compras pessoais e cobrar ao Exército

Um antigo responsável militar mandou cobrar ao Exército compras pessoais no valor de 7.600 euros, feitas ao longo de seis meses. Um antigo responsável militar no Porto mandou cobrar ao Exército compras pessoais no valor de …

American Airlines e United Airlines preparam-se para despedir 32.000 funcionários

As companhias aéreas norte-americanas American Airlines e United Airlines preparam-se para despedir, no total, 32.000 funcionários, situação que admitem travar se os apoios do Governo forem prorrogados.  A American Airlines anunciou que começará a despedir 19.000 …

Lei da Nacionalidade. PS deixa cair artigos que motivaram veto de Marcelo

A vice-presidente da bancada socialista Constança Urbano de Sousa disse à agência Lusa que o PS vai "atender plenamente" às objeções que estiveram na origem do veto do Presidente da República à revisão da Lei …

Promulgada lei que prolonga proteção de arrendatários até 31 de dezembro

O Presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa, promulgou esta quinta-feira o diploma do Parlamento que prolonga a proteção de arrendatários até 31 de dezembro, por considerar que neste período "é necessária uma especial proteção …