Raúl Castro pede relações civilizadas com os EUA

(cv) SABC / YouTube

Barack Obama e Raúl Castro apertam as mãos no funeral de Nelson Mandela

Barack Obama e Raúl Castro apertam as mãos no funeral de Nelson Mandela

O presidente de Cuba, Raúl Castro, fez um pedido para que se estabeleçam “relações civilizadas” com os Estados Unidos, dizendo que os dois países devem respeitar as suas diferenças.

O líder cubano, irmão de Fidel Castro, afirmou ainda que os EUA deveriam abandonar as suas exigências de mudança do regime, para que os dois países possam continuar a trabalhar para melhorar as suas relações.

Os comentários ocorrem depois de um aperto de mão público com o presidente Barack Obama no funeral de Nelson Mandela, na África do Sul, no início de dezembro.

Os EUA cortaram relações diplomáticas com Cuba em 1961, depois da revolução na ilha, e mantêm um embargo económico contra o país.

 

‘Respeito mútuo’

Num discurso público incomum, o presidente Castro revelou que funcionários cubanos e americanos se reuniram diversas vezes durante o último ano, para discutir assuntos práticos como a imigração e o reestabelecimento de um serviço de correio entre os dois países.

“Isso demonstra que as relações podem ser civilizadas”, afirmou Castro.

No entanto, Castro advertiu que “se realmente queremos avançar nas relações bilaterais, teremos que aprender a respeitar mutuamente as nossas diferenças e acostumarmo-nos a conviver pacificamente com elas”. Caso contrário, disse Castro, “os cubanos estariam dispostos a outros 55 anos como os anteriores”.

Government.ru

O presidente de Cuba, Raúl Castro

O presidente de Cuba, Raúl Castro

“Não pedimos que os Estados Unidos mudem o seu sistema político e social, nem aceitamos negociar o nosso”, afirmou Castro aos deputados durante a última sessão do ano da Assembleia Nacional.

As relações entre os dois vizinhos melhoraram um pouco recentemente, mas ainda há obstáculos para uma reconciliação, recorda a correspondente da BBC em Havana, Sarah Rainsford.

 

Reformas

Desde que  herdou o poder do seu irmão Fidel, em 2006, Raúl Castro deu início a um programa de reformas económicas que ajudaram a relaxar as tensões com os EUA.

No entanto, os críticos dizem que as mudanças estão a ser muito lentas.

“Os que nos pressionam para andarmos mais rápidos querem levar-nos ao fracasso”, argumentou Castro no seu discurso.

As reformas, segundo ele, pretendem “actualizar” o modelo socialista, mas não devem incluir pacotes de ajuste económico, ao modelo europeu.

“Nunca admitiremos em Cuba terapias de choque revolucionárias como as que estamos a ver na rica e dita culta Europa, que mergulhariam o país num clima de divisão e instabilidade que sirva de pretexto para aventuras intervencionistas contra a nação.”

Entre as mudanças mais recentes está o anúncio do fim das restrições à compra e venda de carros particulares novos e usados.

Qualquer indivíduo com dinheiro suficiente pode agora comprar um automóvel a uma concessionária estatal, sem necessidade das autorizações especiais necessárias até agora.

No seu discurso, o líder cubano não mencionou o aperto de mão com Barack Obama, mas a cena gerou expectativas sobre um avanço nas relações bilaterais.

ZAP / BBC

PARTILHAR

RESPONDER

Maior queda do mês no preço dos combustíveis. Gasóleo atinge mínimos de 4 meses

A partir de hoje os preços dos combustíveis irão baixar, e esta será a maior queda do mês. No que diz respeito ao preço da gasolina, esta deverá cair um cêntimo para 1,387€ por litro. …

Mais de 500 detidos nos protestos contra Lukashenko. Segue-se a greve geral

A greve geral anunciada pela líder da oposição bielorrussa no exílio para exigir a saída do Presidente começou, esta segunda-feira, com protestos tímidos e detenções em todo o país. "O prazo para cumprir as exigências do …

Polacos protestam contra acórdão que torna o aborto quase impossível

Milhares de polacos têm-se manifestado, nos últimos dias, contra a proibição quase total do aborto, quando as leis do país estavam já entre as mais restritivas da União Europeia. Na última quinta-feira, o Tribunal Constitucional polaco …

Japão promete "uma sociedade neutra em termos de carbono" até 2050

O Japão quer alcançar a neutralidade de carbono até 2050, disse hoje o primeiro-ministro japonês Yoshihide Suga, um caminho que se afigura complicado, devido à dependência do país do carvão. Numa altura em que cada vez …

"Nada nos vai fazer recuar". Macron desperta a raiva do mundo muçulmano (e enfurece Erdogan)

Emmanuel Macron, presidente de França, assumiu posições muito claras na defesa da liberdade de exibir as caricaturas de Maomé, no âmbito da homenagem ao professor decapitado na semana passada, suscitando protestos em vários países muçulmanos. "Nada …

Merkel avisa Alemanha que os próximos meses vão ser “muito difíceis”

A chanceler alemã, Angela Merkel, avisou a Alemanha de que os próximos meses vão ser "muito difíceis", já que o número de infeções por covid-19 continua a crescer diariamente, tendo-se registado 8.685 nas últimas …

Portugal acusado de bloquear lei europeia contra evasão fiscal pelas multinacionais

Os governos português e sueco estão a ser acusados de bloquear, no Conselho da União Europeia (UE), a deliberação de uma lei contra a evasão fiscal por parte de grandes empresas multinacionais digitais. Segundo anunciou esta …

Consumo de antibióticos desce 22% durante a pandemia. Menos 1,1 milhões de embalagens vendidas

O consumo de antibióticos registou uma descida na ordem dos 22% nos primeiros oito meses deste ano. Venderam-se menos 1,1 milhões de embalagens, quando comparado com igual período do ano passado. Entre janeiro e agosto deste …

Portugal regista mais 2.447 casos e 27 mortes por covid-19

Nas últimas 24 horas, Portugal registou mais 2.447 casos positivos e 27 mortes por covid-19. A informação foi divulgada, esta segunda-feira, no boletim epidemiológico da Direção-Geral da Saúde (DGS). O boletim epidemiológico divulgado hoje revela que …

Testes rápidos devem ser aplicados em surtos em escolas ou lares

A Estratégia Nacional de Testes para SARS-CoV-2, hoje publicada, determina que em situações de surto em escolas, lares ou outras instituições devem ser utilizados preferencialmente testes rápidos no sentido de aplicar "rapidamente as medidas adequadas …