/

Casos de covid-19 encerram Câmara de Paços de Ferreira. Presidente está infetado

Robin Van Lonkhuijsen / EPA

A Câmara Municipal de Paços de Ferreira, distrito do Porto, anunciou esta quarta-feira que o seu edifício sede se encontra temporariamente encerrado depois de terem sido detetado casos positivos de covid-19 entre os trabalhadores.

“A Autoridade de Saúde Pública Local, em articulação com a Câmara Municipal, face à situação descrita, decidiu pelo encerramento temporário do edifício sede do Município, encontrando-se todos os colaboradores em isolamento obrigatório, para os que foram testados positivos e isolamento profilático para os demais”, referiu a autarquia de Paços de Ferreira em comunicado citado pelo Jornal de Notícias.

“Aguardam-se ainda os resultados da totalidade dos testes de despistagem realizados ontem e que deverão ser conhecidos ao longo das próximas horas”.

Nesta terça-feira, a Autoridade de Saúde Pública local decidiu proceder à despistagem de todos os colaboradores da Câmara Municipal de Paços de Ferreira depois um dos trabalhadores ter testado positivo para o novo coronavírus.

De acordo com a autarquia liderada por Humberto Leão de Brito, o trabalhador em causa tem ligações aos casos detetados na Escola Básica n.º 2, no passado domingo.

O Correio da Manhã precisa que serão pelo menos quatro os funcionários infetados.

Entretanto, e recorrendo à sua página oficial no Facebook, Humberto Leão de Brito confirmou que é um colaboradores da câmara que testou positivo à covid-19.

“No dia de ontem realizei, como os demais colaboradores do município, o teste à COVID-19! Cumpre-me o dever público de informar a população do meu concelho que fui dos colaboradores da Câmara Municipal que testaram positivo”, pode ler-se.

Portugal contabiliza pelo menos 1.629 mortos associados à covid-19 em 44.416 casos confirmados de infeção, segundo o último boletim da Direção-Geral da Saúde (DGS).

  ZAP //

 

 

 

Deixe o seu comentário

Your email address will not be published.

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE