PSD afinal quer tornar definitivos cortes nas subvenções dos partidos

Tiago Petinga / Lusa

O líder parlamentar do PSD, Luís Montenegro, com Carlos Abreu Amorim e Miguel Frasquilho

O líder parlamentar do PSD, Luís Montenegro, com Carlos Abreu Amorim e Miguel Frasquilho

O PSD vai apresentar uma proposta de alteração à lei do financiamento dos partidos para tornar definitivos os cortes nas subvenções.

Depois de, na quarta-feira passada, os sociais-democratas terem defendido que “estava na hora de devolver os rendimentos também aos partidos”, eis que chega o recuo dessa posição.

A sugestão, feita pelo secretário-geral do PSD José Matos Rosa ao jornal Público, pedia a devolução dos 10% cortados aos partidos nas subvenções estatais já no próximo ano, uma medida que também reunia o consentimento do PS.

24 horas depois, o líder parlamentar do PSD, Luís Montenegro, disse afinal que o partido vai apresentar uma proposta de alteração à lei, para que os cortes atuais sejam definitivos.

“Se a Assembleia da República e os demais partidos tiverem interesse em transformar este corte que era transitório num corte permanente e definitivo, em primeiro lugar deve fazê-lo não na lei do Orçamento do Estado, isto é, não deve ser para o ano de 2017, deve ser para todos os anos subsequentes”, defendeu o presidente da bancada do PSD, em declarações aos jornalistas.

Desta forma, explicou, o instrumento mais adequado será alterar a lei do financiamento dos partidos e não introduzir uma norma no Orçamento do Estado para 2017.

Nós estamos abertos para que se possa mudar a lei se todos os outros partidos tiverem essa disponibilidade, não há de ser pelo PSD que em Portugal não se pode continuar a poupar no volume de meios públicos que é adstrito ao funcionamento dos partidos e das campanhas eleitorais”, assegurou.

Já depois das declarações de Luís Montenegro, o líder parlamentar do PS, Carlos César, defendeu que qualquer alteração ao regime do financiamento dos partidos e das campanhas deve decorrer de uma reflexão no âmbito da comissão eventual para o Reforço da Transparência.

Os cortes aplicados em 2010 – 10% nas subvenções partidárias anuais e 20% nas subvenções para campanhas eleitorais – têm como data de validade 31 de dezembro deste ano.

Nos últimos dias, PCP, BE e CDS também já se tinham mostrado contra a reposição das subvenções e anunciaram a intenção de apresentar propostas para manter os cortes.

No debate quinzenal desta quinta-feira, a coordenadora do Bloco, Catarina Martins, questionou o primeiro-ministro se acompanhava a ideia de manter os cortes, ao que o primeiro-ministro respondeu que “o custo da democracia não é um peso”.

António Costa adiantou que, caso o Parlamento não aprove alterações em contrário, o Governo irá neste ponto seguir o “quadro legislativo tal como ele existe atualmente”.

Partidos portugueses são dos mais “ricos” face ao PIB

Segundo o Diário de Notícias, os partidos portugueses estão no “top 5” dos mais ricos do continente europeu face ao PIB.

Esta conclusão vem de um estudo, publicado na revista académica britânica Party Politics, que mostra que Portugal está em 3.º lugar numa lista de 19 países relativamente ao seu rendimento face ao Produto Interno Bruto.

Relativamente aos partidos que recebem mais apoios do Estado, Portugal fica em 5º lugar, atrás da Bélgica, Áustria, Israel e Hungria.

Em entrevista ao DN, a politóloga Marina Costa Lobo, que participa no estudo, salientou que “os financiamentos em Portugal estão muito acima da média do nosso rendimento nacional”.

“Numa altura em que não há margem orçamental para investimentos importantes, não se compreende que os partidos políticos estejam na linha da frente para uma reposição de subsídios”, afirma.

ZAP / Lusa

PARTILHAR

RESPONDER

Em Miami e Nova Iorque, os polícias ajoelharam-se por George Floyd

Em Miami e em Nova Iorque, alguns agentes da autoridade juntaram-se aos manifestantes por breves momentos, para mostrar o seu respeito pela memória de George Floyd. Nos Estados Unidos, os protestos pela morte de George Floyd …

A Nova Zelândia está em cima de uma enorme bolha de lava

A Nova Zelândia situa-se no topo dos restos de uma pluma vulcânica gigante. Este processo é o responsável pela atividade vulcânica e desempenha um papel fundamental no funcionamento do nosso planeta. Nos anos 70, vários cientistas …

Petição busca estatuto de vítima para crianças em contexto de violência doméstica

Uma petição lançada na sexta-feria que reivindica a criação do estatuto de vítima para as crianças que vivem em contexto familiar de violência doméstica já foi assinada por mais de 1300 pessoas, entre elas personalidades …

Assimétrica e flutuante. A primeira casa impressa em 3D na República Checa vai "nascer" em 48 horas

A primeira casa impressa em 3D na República Checa vai estar pronta no próximo mês para demonstrar a velocidade e a eficácia de uma técnica de construção que será sete vezes mais rápida e terá …

Anonymous garantem que princesa Diana foi assassinada para abafar caso Epstein

O movimento internacional de ciberativistas Anonymous - ou alguém que alega operar em seu nome - garante que a princesa Diana, que morreu num acidente de viação em agosto de 1997, foi, na verdade, assassinada …

Empresa de mineração pede desculpa por destruir cavernas sagradas aborígenes

A empresa mineira Rio Tinto admitiu que destruiu as cavernas pré-históricas que eram locais de culto para os aborígenes australianos e pediu desculpa. As cavernas de pedra Juukan Gorge 1 e 2 – dois locais de …

Itália exige "respeito": vai abrir fronteiras, mas excluir países que impõem restrições a italianos

Apesar de acredita "no espírito europeu", o ministro dos Negócios Estrangeiros italiano sublinhou que o país está pronto "para fechar as fronteiras" àqueles que não o respeitem. A Itália vai abrir as suas fronteiras internacionais a …

As Forças Armadas sul-africanas não estavam preparadas para um inimigo invisível

A Força de Defesa Nacional da África do Sul não está preparada para combater uma pandemia silenciosa como a da covid-19. Este "inimigo invisível" veio trazer à tona as fragilidades do país. As Forças Armadas da …

Putin convoca referendo sobre alterações constitucionais para 1 de julho

A aprovação da reforma constitucional permitirá ao atual Presidente da Rússia, Vladimir Putin, cumprir mais dois mandatos suplementares a partir de 2024. Vladimir Putin anunciou a data de 1 de julho para o referendo nacional de …

Depois das máscaras e do gel, procura por acrílico dispara

À semelhança do que aconteceu com as máscaras de proteção e com o álcool-gel, a procura mundial por acrílico está a aumentar. Primeiro foram as máscaras e o desinfetante em gel, mas agora há um novo …