Bruxelas aprova Orçamento e não vai suspender fundos a Portugal

European Parliament / Flickr

Pierre Moscovici, comissário europeu para os Assuntos Económicos e Financeiros

Pierre Moscovici, comissário europeu para os Assuntos Económicos e Financeiros

A Comissão Europeia (CE) aprovou esta quarta-feira o Orçamento de Estado 2017 português e anunciou que não vai congelar os fundos estruturais a Portugal por causa do défice excessivo em 2015.

OE 2017

A Comissão revelou que o orçamento português está em “risco de incumprimento” das regras europeias, evitando assim a classificação de “sério risco de incumprimento” que forçaria o Governo a apresentar uma nova versão dos seus planos orçamentais a Bruxelas.

“Para Portugal, considera-se que o esboço orçamental coloca um risco de incumprimento dos requisitos para 2017 ao abrigo do Pacto de Estabilidade e Crescimento, embora o desvio projetado exceda o limite definido para um desvio significativo por uma margem muito estreita”, lê-se na comunicação de Bruxelas hoje publicada.

Apesar da luz verde ao documento, a CE alertas que o Orçamento para o próximo ano não cumpre o esforço exigido pelo Pacto de Estabilidade e Crescimento e apresenta riscos de incumprimento dos requisitos para 2017.

O esboço orçamental de Portugal “coloca um risco de incumprimento” tendo em conta as exigências para 2017 a que o país está obrigado, mas para este ano Portugal deverá “respeitar o valor de referência” para o défice orçamental de 3%, podendo encerrar o Procedimento por Défices Excessivos (PDE) se realizar uma correção “atempada e sustentável”.

A Comissão Europeia decidiu também não apresentar qualquer proposta de suspensão de fundos a Portugal, após concluir que, em função da “ação efetiva” realizada pelas autoridades nacionais, o procedimento por défice excessivo deve ser suspenso.

Bruxelas encerra assim o dossier relativo às sanções, tendo em conta “a evolução do atual contexto económico e orçamental, em Portugal”, concluindo que “não faz qualquer sentido suspender os fundos”, de acordo com o Jornal de Notícias.

O fim deste processo já era dado como praticamente adquirido desde que, na semana passada, o Parlamento Europeu recomendou à Comissão que não suspendesse os fundos a Portugal e Espanha, encerrando o “diálogo estruturado” sobre esta matéria após as audições aos ministros das Finanças dos dois países.

A decisão foi apresentada no final da reunião do colégio de comissários, em simultâneo com a apresentação do boletim macro-económico do outono.

Esta terça-feira, o Instituto Nacional de Estatística apresentou dados sobre a evolução do PIB, que apontam um crescimento da economia de 1,6% no terceiro trimestre (face ao período homólogo), e de 0,8%, quando comparado com o trimestre anterior, colocando Portugal como a economia que mais cresceu na zona euro.

ZAP

PARTILHAR

1 COMENTÁRIO

RESPONDER

Dupla de cientistas apresenta uma nova abordagem para reciclar plástico

Um novo estudo oferece uma abordagem totalmente nova para reciclar plástico, tendo sido inspirada na forma como a natureza naturalmente "recicla" os componentes dos polímeros orgânicos presentes no ambiente. As proteínas são um dos principais compostos …

Edição de 2021 da Web Summit recebe 40 mil participantes. Moedas como presidente não será problema

Evento, que se realiza entre 1 e 4 de Novembro, volta a decorrer em formato presencial depois de em 2020 a pandemia ter transferido as atividades para o ambiente digital. O presidente executivo da Web Summit, …

Alunos carenciados com desempenho inferior aos dos mais favorecidos

Mesmo tendo acesso a meios digitais, o desempenho dos alunos carenciados foi sempre “inferior” aos dos seus colegas oriundos de meios mais favorecidos.  Segundo noticia o Público, esta é uma das principais conclusões a que chegou …

José Rendeiro condenado a três anos e seis meses de prisão efetiva

Embaixador jubilado Júlio Mascarenhas acusa o BPP de o ter convencido a investir num produto com juros e capital garantido num momento em que o banco já atravessava sérias dificuldades. O antigo presidente do Banco Privado …

Cantor R. Kelly declarado culpado por crime organizado e tráfico sexual

O cantor norte-americano R. Kelly foi esta segunda-feira declarado culpado por crime organizado e tráfico sexual, após um julgamento em Nova Iorque, nos Estados Unidos da América (EUA), que decorreu durante seis semanas, no qual …

"A FIFA engloba 211 países e 133 nunca estiveram num Mundial"

Arsène Wenger apresenta argumentos para defender a realização de um campeonato do mundo de dois em dois anos. O novo calendário FIFA continua a originar reacções e entrevistas. Arsène Wenger falou sobre as propostas - a …

Responsáveis do Lar do Comércio acusados por 67 crimes de maus tratos

O Ministério Público (MP) imputou 67 crimes de maus tratos, 17 deles agravados por resultarem em morte, a um ex-presidente e a uma diretora de serviços do Lar do Comércio, em Matosinhos. Num processo em que …

Sporting: espanhóis analisam o "maior" Haaland

Avançado do Borussia Dortmund apresenta recordes que, nem Messi, nem Cristiano, tinham. O Sporting entra em campo para a segunda jornada da Liga dos Campeões, diante de um Borussia Dortmund que tem no seu plantel uma …

Escola proíbe alunos de levarem almoço de casa. Ministério da Educação fala em “recomendação”

Interpretações distintas das normas emitidas pelo Ministério da Educação e a inexistência de equipamentos para aquecer as refeições em linha com as recomendações de segurança motivadas pela covid-19 podem estar na origem da decisão. Os alunos …

Autárquicas foram prova de vida para o CDS. Rodrigues dos Santos respira, Melo põe-se à espreita

Nuno Melo já se tinha colocado em posição de ataque na corrida interna, mas terá de esperar. O CDS "está vivo" e as autárquicas foram prova disso. O CDS decidiu apoiar Carlos Moedas e não se …