Rui Rio “humilhou” a bancada do PSD

PSD / Flickr

O presidente do PSD, Rui Rio

O deputado socialista Porfírio Silva disse esta quarta-feira no Parlamento que Rui Rio humilhou o próprio partido ao afirmar que o PSD não recuou no sentido de voto do diploma sobre a aprovação integral de tempo de serviço dos professores. 

“Rui Rio tem-se revelado aos portugueses nestes últimos dias. Onde realmente se revela a fibra de um político, é quando [Rui Rio] não hesita em tentar construir uma cortina de fumo, lançando lama sobre o parlamento, humilhando os deputados do seu próprio partido, que, segundo a comunicação social, estiveram sempre ao telefone com ele durante a reunião”, criticou o dirigente socialista

“E dizendo que os trabalhos da Comissão de Educação foram uma confusão, como sempre, procurando dar a ideia de que ninguém sabia bem o que estava a fazer, que ninguém sabia o que tinha sido votado – mas a verdade é que todos sabíamos bem o que tínhamos votado, nomeadamente os que vieram cantar vitória aos microfones”, acrescentou.

Porfírio Silva sugeriu ainda que sociais-democratas tinham uma agenda escondida ao aprovar a medida em causa, que passava por “despedir professores” e “infernizar permanentemente a vida da escola pública”.

No debate desta quarta-feira, que foi muito marcado pela discussão sobre o tempo de serviço dos professores, todos os partidos trocaram acusações. PSD, CDS, Bloco e PCP apontaram baterias ao Executivo de António Costa, ao passo que os socialistas defenderam-se atacando o líder do PSD.

O líder parlamentar do Bloco de Esquerda, Pedro Filipe Soares, acusou António Costa de “febre eleitoral”, devidamente apoiada pelo ministro das Finanças, autor de de uma “aldrabice” orçamental. O bloquista referia-se ao relatório da Unidade Técnica de Apoio Orçamental (UTAO), que sustenta que ao descongelamento da carreiras dos professores custaria 567 milhões de euros e não 800 milhões, como avançado por Mário Centeno.

“Os dados da UTAO trazem uma clarificação definitiva e indispensável e demonstram como o ministro Mário Centeno montou o guião financeiro desta crise artificial completamente baseado em mentiras. Percebemos que são contas ‘à la’ Eurogrupo. A UTAO desmente absolutamente o Governo e Mário Centeno”.

No fundo, e tal como explica o semanário Expresso, estes valores não divergem: diferença entre o valor avançado pela UTAO e o valor defendido por Centeno tem uma razão de ser: as contas do Governo foram apresentadas em valores brutos, enquanto as da UTAO dizem respeito a valores líquidos (considerando a Segurança Social e o IRS).

Os deputados dos CDS e do PSD atacaram também António Costa. “Quando o país precisava de um estadista tivemos um político habilidoso”, atirou a centrista Cecília Meireles. Por parte do PSD, Adão Silva, vice-presidente da bancada, classificou a ameça de demissão de Costa como um “golpe de teatro rasca”. E vincou:“Nós não mudámos de posição. Não recuámos. Não temos duas caras. Não enganámos os portugueses. Não fazemos o teatro”, defendeu o social-democrata.

O Bloco, pela voz do seu líder parlamentar João Oliveira, recorreu também ao argumento da crise política encenada. “A cinco meses de eleições legislativas, o que o país precisa é de avançar com uma política alternativa para resolver os problemas nacionais em vez de se deixar enredar em crises políticas criadas por calculismo eleitoral e fixações em maiorias absolutas”, afirmou o comunista.

ZAP //

PARTILHAR

6 COMENTÁRIOS

  1. Os tabefes foram bem aplicados… aquela bancada de braço dado com o BE e PCP , deveria ser toda corrida. Deram um presente a Costa !

  2. Rio tem razão, a bancada do PSD é que anda sem rumo, e depois é a vergonha que se vê. Mas Rio não deveria ter humilhado a bancada, bastava simplesmente e longe dos olhares indiscretos, dar umas boas vergastadas no rabo em cada um deles, a ver se aprendiam.

  3. Cómico é deputados não perceberem a diferença entre valore bruto e líquido e virem atirar areia para os olhos dos Portugueses com desinformação!
    Essa Pedro Filipe Soares preferiu o teatro do ataque politico ao dever de se debater com argumentos factuais e verdadeiros, mentir para ver se passa e engana alguns contribuintes e eleitores é jogo sujo do mais reles, fazer politica assim é bom não é BE?

  4. O Rui Rio é o único do PSD que parece ter a noção do que seria a aprovação desse diploma. É que não são só os professores que ficaram “congelados” foram todos os funcionários. Se aprovar para essa categoria, por igualdade de direitos, terão de aprovar para os restantes portuguesas. Há que pensar muito bem, fazer corretamente as contas e ver se tem onde ir buscar dinheiro para pagar essas contas, quer o atual governo que os vindouros. Caso contrário será uma casa onde mais uma vez os pequenos é que vão pagar as favas.

Responder a sousa Cancelar resposta

NASA revela que há água na Lua

A NASA revelou, esta segunda-feira, que foi encontrada água em forma de gelo numa superfície da Lua. Os investigadores apontam ainda para a possibilidade de existirem múltiplos depósitos subterrâneos na Lua onde esteja armazenada água …

Itália volta a disputar a fronteira do Monte Branco com França

Depois das autoridades francesas imporem medidas restritivas que afetaram o território italiano, o país reacendeu uma disputa antiga com França. Em causa estão os direitos de fronteira do Monte Branco. Luigi Di Maio, ministro das Relações …

Maior queda do mês no preço dos combustíveis. Gasóleo atinge mínimos de 4 meses

A partir de hoje os preços dos combustíveis irão baixar, e esta será a maior queda do mês. No que diz respeito ao preço da gasolina, esta deverá cair um cêntimo para 1,387€ por litro. …

Mais de 500 detidos nos protestos contra Lukashenko. Segue-se a greve geral

A greve geral anunciada pela líder da oposição bielorrussa no exílio para exigir a saída do Presidente começou, esta segunda-feira, com protestos tímidos e detenções em todo o país. "O prazo para cumprir as exigências do …

Polacos protestam contra acórdão que torna o aborto quase impossível

Milhares de polacos têm-se manifestado, nos últimos dias, contra a proibição quase total do aborto, quando as leis do país estavam já entre as mais restritivas da União Europeia. Na última quinta-feira, o Tribunal Constitucional polaco …

Japão promete "uma sociedade neutra em termos de carbono" até 2050

O Japão quer alcançar a neutralidade de carbono até 2050, disse hoje o primeiro-ministro japonês Yoshihide Suga, um caminho que se afigura complicado, devido à dependência do país do carvão. Numa altura em que cada vez …

"Nada nos vai fazer recuar". Macron desperta a raiva do mundo muçulmano (e enfurece Erdogan)

Emmanuel Macron, presidente de França, assumiu posições muito claras na defesa da liberdade de exibir as caricaturas de Maomé, no âmbito da homenagem ao professor decapitado na semana passada, suscitando protestos em vários países muçulmanos. "Nada …

Merkel avisa Alemanha que os próximos meses vão ser “muito difíceis”

A chanceler alemã, Angela Merkel, avisou a Alemanha de que os próximos meses vão ser "muito difíceis", já que o número de infeções por covid-19 continua a crescer diariamente, tendo-se registado 8.685 nas últimas …

Portugal acusado de bloquear lei europeia contra evasão fiscal pelas multinacionais

Os governos português e sueco estão a ser acusados de bloquear, no Conselho da União Europeia (UE), a deliberação de uma lei contra a evasão fiscal por parte de grandes empresas multinacionais digitais. Segundo anunciou esta …

Consumo de antibióticos desce 22% durante a pandemia. Menos 1,1 milhões de embalagens vendidas

O consumo de antibióticos registou uma descida na ordem dos 22% nos primeiros oito meses deste ano. Venderam-se menos 1,1 milhões de embalagens, quando comparado com igual período do ano passado. Entre janeiro e agosto deste …