Proteção Civil diz que incêndio em Pedrógão Grande está dominado

Nuno André Ferreira / Lusa

Bombeiros tentam combater o fogo em São Pedro do Sul, Viseu

O incêndio que começou, no sábado passado, em Pedrógão Grande foi dominado esta tarde, disse o comandante operacional, Vítor Vaz Pinto.

A Liga dos Bombeiros Portugueses já anunciou que vai fazer uma “análise exaustiva” sobre tudo o que se passou no combate às chamas do incêndio para corrigir eventuais falhas que se tenham verificado.

Em declarações à agência Lusa, o presidente da LBP afirmou que a Liga dos Bombeiros “vai fazer um levantamento com todos os operacionais responsáveis que estiveram no terreno”, um trabalho que será feito depois da extinção do incêndio.

Jaime Marta Soares adiantou que este levantamento tem como objetivo fazer “uma análise exaustiva de toda a situação” para se saber aquilo que “foi bem feito e melhor se for possível” e detetar eventuais falhas para as corrigir no futuro.

“É uma atitude normal de quem tem responsabilidade”, sustentou.

O presidente da LBP disse também que têm que ser averiguadas as falhas de comunicação no SIRESP (Sistema Integrado de Redes de Emergência e Segurança de Portugal), avançando que o sistema parou várias vezes, mas desconhece durante quanto tempo.

Uma questão que, segundo Jaime Marte Soares, “a fita do tempo do incêndio” vai esclarecer ao mostrar “o tempo das falhas”.

O mesmo responsável considerou que o SIRESP “foi um contratempo” no sábado, mas “não foi uma falha que possa ter posto minimamente em causa a situação do combate”, tendo em conta que existiram outras “alternativas de comunicações”. “A operação nunca parou e nunca deixou de se atuar”, disse.

Hoje de manhã, o comandante operacional da Proteção Civil, Vaz Pinto, explicou que as falhas de comunicação do sistema SIRESP aconteceram tal como acontecem em qualquer sistema. “Estamos a falar de uma utilização massiva e, naturalmente, por vezes, temos alguns constrangimentos”, disse.

Apesar disso, sublinhou que se tratou de “falhas muito curtas, inferiores a meio ou um minuto e não têm tido influência”.

Num despacho assinado na segunda-feira, o primeiro-ministro pediu esclarecimento urgente sobre o funcionamento da rede SIRESP no incêndio de Pedrógão Grande, questionando se é passível de confirmação que “houve interrupção do funcionamento da rede SIRESP”.

Hoje, Marta Soares afirmou que o fogo teve “origem criminosa” e que o incêndio já estava ativo há cerca de duas horas quando ocorreu a trovoada seca. Entretanto, a Polícia Judiciária já anunciou que quer ouvir o responsável a propósito destas declarações.

ZAP // Lusa

PARTILHAR

RESPONDER

Papa Francisco critica negacionistas da covid-19 e fala da morte de George Floyd

O papa Francisco, num livro esta segunda-feira publicado, criticou os opositores ao uso de máscaras ou outras restrições impostas para conter a pandemia de covid-19, sublinhando que nunca se manifestariam contra a morte do afro-americano …

Fenprof reconhece abertura da tutela do Ensino Superior para negociar apesar de divergências

A Federação Nacional dos Professores (Fenprof) reconheceu esta segunda-feira a abertura do Governo para negociar algumas questões do Ensino Superior, depois de uma reunião em que a tutela e a organização sindical nem sempre estiveram …

Bombeiros vão receber verba adicional de três milhões de euros

As associações humanitárias de bombeiros vão receber uma verba adicional de três milhões de euros em 2021 para fazer face aos constrangimentos financeiros devido à pandemia de covid-19, segundo uma proposta do PS hoje aprovado. Este …

Media Capital desafia ERC e elege Mário Ferreira como presidente

Os acionistas da Media Capital elegeram, esta terça-feira, o empresário Mário Ferreira presidente da dona da TVI. A assembleia-geral esteve inicialmente convocada para 28 de outubro, tendo sido suspensa, retomando hoje os trabalhos e com uma …

Estado de emergência. Maioria dos portugueses concorda com novas medidas de restrição

Uma sondagem da Intercampus para o Correio da Manhã revela que a maioria dos portugueses concorda com o regresso ao estado de emergência e com as restrições impostas pelo Governo. De acordo com o Correio da …

Taarabt é o terceiro jogador do Benfica infetado com covid-19

O internacional marroquino também testou positivo à covid-19, dois dias antes de o Benfica, que já tinha previstas oito baixas no plantel, defrontar o Rangers para a Liga Europa.  Depois de Darwin Nuñez e Julian Weigl …

Oposição israelita pedirá dissolução do parlamento e novas eleições

O líder da oposição israelita, Yair Lapid, anunciou na segunda-feira que apresentará na próxima semana uma iniciativa para dissolver o Knesset (parlamento) e convocar eleições, num contexto de tensão na coligação governamental, noticiou a agência …

PSD de Castelo Branco pede demissão da deputada do PS Hortense Martins

O PSD de Castelo Branco pediu esta segunda-feira a demissão da deputada socialista Hortense Martins, alegando que não tem condições para representar o distrito, depois de condenada a pagar o arquivamento de um processo onde …

Bruxelas anuncia sexto contrato para vacinas, desta vez com a Moderna

A presidente da Comissão Europeia anunciou, esta terça-feira, um novo contrato para assegurar vacinas contra a covid-19, desta feita com a norte-americana Moderna, que fornecerá até 160 milhões de doses. "Estou feliz por anunciar que aprovámos …

Shinzo Abe investigado por alegado uso ilegal de fundos para financiar eventos privados

Procuradores no Japão estão a investigar o gabinete pessoal do antigo primeiro-ministro Shinzo Abe pela alegada utilização ilegal de fundos para financiar eventos privados, para os quais foram convidados apoiantes do líder japonês entre 2013 …