Proposta do BE sobre IVA da energia vai ser rejeitada pelo Governo, revela PS

Uma proposta do Bloco de Esquerda (BE) para reduzir o IVA sobre a eletricidade e o gás natural, sem impacto no Orçamento de Estado para 2020, vai ser rejeitada pelo Governo, por não corresponder à sua intenção de “defender qualquer descida do IVA que seja socialmente justa e ambientalmente responsável”.

Segundo noticiou o Observador, as duas componentes referidas têm de ter resposta na solução encontrada, não havendo espaço para descidas generalizadas que possam estimular o consumo de eletricidade.

O que o Governo pretende é uma redução mais significativa nos escalões de consumo mais baixos. António Costa avisou na apresentação do Orçamento de Estado para 2020 (OE2020) que a descida cega do IVA iria beneficiar as famílias com mais rendimentos, sendo proveitosa apenas para 16% dos agregados com menos recursos.

Uma fonte do Governo, questionada pelo Observador sobre a proposta do BE, frisou que a mesma não é opção, visto que “o essencial” é que se possa “diferenciar taxas em função dos escalões de consumo”. E “o Bloco sabe que essa proposta não terá o voto do PS”, adiantou. Os bloquistas propõe que, a partir de julho, se passe a pagar 13% (taxa intermédia), ao invés da descida imediata para a taxa mínima a contar do início do ano.

Uma proposta semelhante à defendida pelo Governo já tinha sido avançada pelo BE no orçamento de 2018. A proposta atual está a ser avaliada pelo Comité do IVA da Comissão Europeia, através da qual o executivo de Costa quer garantir que, em 2023, o IVA da luz tenha uma taxa de 6%, independentemente do consumo.

Não tendo indicação de quando receberá a resposta da Comissão Europeia à sua proposta, o Governo deixou em aberto no OE2020, através de uma autorização legislativa, a possibilidade de mexer no IVA por consumo ainda este ano.

De acordo com o Observador, as contas apresentadas pelo Governo há mais de um ano mostravam que a descida do IVA nos termos propostos pelo partido para este ano custaria cerca de 250 milhões de euros. A proposta do BE prevê um impacto financeiro de mais 750 milhões de euros, que só seria sentido em 2023, último ano da legislatura.

Na quarta-feira, o líder do PSD, Rui Rio, declarou o seu princípio para a negociação do orçamento na especialidade: “Todas as propostas que viermos a fazer é com sentido de responsabilidade. Sentido de responsabilidade é perceber que este orçamento é de um Governo que não é do PSD, é um orçamento que aparece já construído”.

No seguimento, Rio disse que não pretende apresentar um “orçamento alternativo” mas que há uma proposta que fará que terá “relevo político nacional”, relacionada com a “redução do IVA da eletricidade da redução”. A proposta inicial, defendida na campanha eleitoral, era baixar o IVA, de forma generalizada, para os consumos domésticos.

ZAP //

PARTILHAR

RESPONDER

Apareceu um enorme buraco na camada de ozono por cima do Pólo Norte

O Arctic Ozone Watch da NASA relatou a formação de um grande buraco na camada de azono acima do Pólo Norte, que pode ser o maior já registado no norte. Em março, os relatórios de balões …

Descoberto novo candidato a superterra habitável a 12 anos-luz

Um sistema estelar recém-descoberto a 12 anos-luz inclui três mundos na faixa de tamanho entre a Terra e Neptuno, um deles na "zona habitável" da estrela, onde o calor do hospedeiro permite a existência de …

Na Terra ou em Marte: reator híbrido converte CO2 em produtos orgânicos

Uma equipa de investigadores desenvolveu um reator híbrido que utiliza bactérias "ciborgues" incorporadas em nanofios para produzir alimentos, combustível e oxigénio. Segundo o comunicado da Universidade da Califórnia, em Berkeley, este sistema é muito semelhante ao …

Já pode visitar o ponto mais profundo dos 5 oceanos (mas há um preço)

Graças a um explorador rico, em maio, alguns sortudos poderão escapar da pandemia de covid-19 durante um curto período de tempo, mergulhando ao ponto mais profundo conhecido dos oceanos da Terra. O Challenger Deep é o …

Os tubarões são mais fáceis de capturar em águas mais frias

As áreas equatoriais quentes são o local onde a vida marinha é mais biodiversa. No entanto, os navios de pesca são mais propensos a capturar tubarões e atum em regiões oceânicas frias. Vivem mais espécies perto do …

Golfinhos machos "cantam" juntos para seduzir fêmeas

Um novo estudo científico sugere que os golfinhos machos "cantam" todos juntos, de forma síncrona, para seduzirem as fêmeas a ter relações sexuais. De acordo com a revista Newsweek, os investigadores analisaram várias gravações de "pops" — …

Na Etiópia, os apagões da Internet afetam a vida de milhares de pessoas

A Internet desempenha um papel decisivo na transformação da vida de milhares de etíopes e é por isso que as paralisações têm um enorme impacto económico.  Entre janeiro e o final de março, os habitantes da …

É urgente moldar as áreas urbanas de África para suportar futuras pandemias

Quando o tema é a Covid-19, o poder das cidades provém do número de interações entre pessoas, empresas e mercados que estes centros populacionais permitem. Apesar de todas as suas virtudes, a verdade é que …

Incêndio em Chernobyl pode ter provocado valores de radiação acima do normal

Um fogo florestal atingiu este domingo a zona interditada da central nuclear de Chernobyl, mas as informações sobre o aumento dos níveis de radiação são contraditórias. O fogo já consumiu 100 hectares de floresta, disse Yehor …

Em pânico, os norte-americanos estão a comprar pintainhos para lidar com a pandemia

Todo o mundo está a ser afetado pela pandemia de covid-19, tendo os norte-americanos, inicialmente, corrido aos supermercados para comprar o máximo de papel higiénico possível. Porém, agora, o produto é outro. De acordo com o …