Professor universitário oferece 500 euros por mês ao pai que arrisca perder a filha

Um homem de 50 anos que está em risco de perder a filha de dois anos, para ser entregue para adopção, por não ter condições financeiras, já recebeu como “prendas” de Natal uma casa e um emprego e, agora, um professor universitário oferece-lhe 500 euros por mês.

Esta onda de solidariedade em torno de Armando Sousa, de 50 anos, surge depois de o Jornal de Notícias ter divulgado o seu caso, na passada segunda-feira, 19 de Dezembro, anunciando que o Tribunal de Família do Porto tinha enviado a sua filha de dois anos para adopção, pelo facto de estar desempregado e de viver num quarto de pensão.

Depois disto, um leitor do JN disponibilizou a Armando Sousa um apartamento em Avintes, em Vila Nova de Gaia, de forma gratuita e uma empresa do Porto apresentou-lhe uma oferta de emprego, de acordo com notícia do jornal.

E agora, é um professor catedrático de Lisboa que, comovido com a história, se oferece para doar a este pai 500 euros por mês, durante seis meses, reporta o JN.

Este professor, que não se quer identificar, revela ao JN que a história deixou toda a sua família “em estado de choque” e que é por isso que pretendem, “sem publicidade, ajudar este pai”.

O diário nota que a decisão do Tribunal de Família do Porto, tomada a 6 de Dezembro passado, decretou a adopção da criança e o “fim imediato” das visitas do pai à filha de modo a dar início ao “fim dos laços parentais”.

Uma fonte associada a processos de adopção refere ao jornal que, após a decisão dos juízes, o caso pode decorrer de forma rápida “porque se trata de uma menina com apenas dois anos, muito bonita e de perfeita saúde física e mental, para a qual não faltarão candidatos a pais”.

O advogado de Armando Sousa apresentou recurso da decisão do Tribunal e este pai está agora mais esperançado de que o processo de adopção sofra um recuo, fruto desta onda de solidariedade, e diz no JN que já tem “uma prendinha” para a filha.

“Sonho em entregar-lhe a prendinha, abraçá-la e dar-lhe um beijinho”, confessa.

ZAP

PARTILHAR

4 COMENTÁRIOS

  1. Mas será que o homem já não sofre o suficiente por não ter emprego e por não conseguir tudo o que desejaria à sua filhota? Ainda é castigado por isso, retirando-lhe provavelmente a sua única e maior razão de viver?
    Os tribunais deviam ter alguma vergonha do que fazem. Antes de seguir as leis deviam usar o bom senso e acima de tudo ajudar. A seguir as leis de forma cega, ainda vamos parar ao cúmulo do que se passa em Inglaterra.

  2. Ser pai ou mãe pobre neste país passa a ser crime, parece incrível como é possível tamanha crueldade da justiça e das leis deste país, neste caso ninguém na justiça se preocupou em dar a este pai um mínimo de condições para que pudesse cuidar da sua filha preocuparam-se isso sim em roubar-lha como se este fosse um bandido só porque teve a pouca sorte de ter nascido pobre, os valores, o amor entre outros tudo está a desaparecer deste país e a tornar-nos cada vez mais selvagens e indiferentes, se foi de facto para isto o 25 de Abril ,maldito dia!.

  3. Os Pais imigrantes que vem para o nosso país são ajudados em tudo. Dinheiro, casa e acho que alguns nem trabalham. Este nosso irmao portugues é tratado pior que um cão!!! Façamos alguma coisa para mudar isto!!!

Imposto Mortágua foi aplicado a 75 mil contribuintes

O novo escalão do Adicional ao IMI, que prevê a aplicação de uma taxa de 1,5% sobre o valor patrimonial dos imóveis que ultrapasse os dois milhões, chegou a 331 contribuintes. Ao todo, o imposto …

Preço da luz vai descer 18 cêntimos no mercado regulado

Os preços da eletricidade no mercado regulado vão voltar a descer em 2020, segundo a proposta avançada esta terça-feira pela Entidade Reguladora dos Serviços Energéticos (ERSE). Esta terça-feira, a ERSE propôs uma atualização em baixa de …

Portugal teve perdas fiscais de 900 milhões de euros por menor tributação do gasóleo

A tributação ao gasóleo é mais baixa do que os impostos à gasolina. A diferença entre os dois combustíveis leva a perdas de 900 milhões de euros ao Estado. Quem abastece um carro a gasóleo na …

Dulce Neto é a primeira mulher a presidir a um Supremo Tribunal português

A juíza conselheira toma posse, esta quarta-feira, como presidente do Supremo Tribunal Administrativo (STA), tornando-se na primeira mulher a ocupar o lugar cimeiro de um supremo tribunal em Portugal. Dulce Neto, de 58 anos, foi eleita …

Défice zero e mais crescimento. Previsões de Centeno para o OE2020 são de "elevado risco"

O Governo faz uma revisão das metas para 2020 no esboço do Orçamento de Estado para o próximo ano que enviou à Comissão Europeia, prevendo um aumento do crescimento económico e um saldo orçamental equilibrado, …

Conselho nacional do PSD pode ser atirado para novembro. Apoios a Rio e Montenegro equilibrados

Rui Rio mantém o silêncio sobre uma recandidatura a líder do PSD, o que está a ser visto como um condicionamento do partido, tendo também nas suas mãos o calendário interno. O conselho nacional para …

Varandas quer vender já em janeiro (e há três nomes em cima da mesa)

O Sporting deverá vender um jogador já no próximo mercado de transferências em janeiro. O dinheiro será destinado a renovações e a trazer um novo reforço para o ataque. Frederico Varandas continua a sua saga para …

Médicos, enfermeiros e professores lamentam recondução de ministros

Médicos, enfermeiros e professores lamentaram a recondução de ministros na pasta da Saúde, Educação e das Finanças, reagindo assim à constituição do novo Governo entregue em Belém pelo primeiro-ministro indigitado, António Costa. O secretário-geral do …

"Batalha campal" na Catalunha: 40 mil pessoas nas ruas, 50 detidos e mais de 100 feridos

Pelo menos 51 pessoas foram detidas e 70 polícias ficaram feridos desde o início dos atos de violência que começaram na segunda-feira na região espanhola da Catalunha após a sentença que condenou políticos separatistas catalães …

Kristalina Georgieva exige maior inclusão de mulheres nos mercados de trabalho

A diretora-geral do Fundo Monetário Internacional exigiu esta terça-feira, nos Encontros Anuais, uma maior inclusão de mulheres nos mercados de trabalho, dizendo que quando um país ignora "parte das suas capacidades" enfraquece o desempenho económico. Kristalina …