Eleições nos EUA. Da primeira senadora transgénero à apoiante do QAnon no Congresso

Sarah McBride / B. Proud / Facebook

Sarah McBride, a primeira senadora transgénero na história dos Estados Unidos

Para além da corrida à Casa Branca, os norte-americanos votaram, esta terça-feira, para eleger os membros da Câmara dos Representantes e do Senado. E já são conhecidas algumas das caras que fizeram história nestas eleições.

Ainda não são conhecidos os resultados das eleições norte-americanas, que opõem o republicano Donald Trump ao democrata Joe Biden, mas já se conhecem algumas das caras que vão compor o Congresso dos Estados Unidos.

Representantes das comunidades LGBT e negra fizeram história no país. No estado de Delaware, Sarah McBride tornou-se a primeira senadora abertamente transgénero na história dos EUA.

“Conseguimos, vencemos as eleições. Espero que esta noite mostre a uma criança LGBTQ que a nossa democracia também é suficientemente grande para ela”, disse, em comunicado, a democrata, de 30 anos, que venceu a sua rival republicana por uma larga margem.

Por sua vez, a democrata Cori Bush vai tornar-se a primeira ativista do movimento “Black Lives Mater” a chegar ao Congresso federal, depois de um ano marcado por protestos contra o racismo e a violência policial.

A democrata, de 44 anos, também fez história como a primeira mulher negra a representar o Missouri no Congresso, e faz parte da ala esquerda do Partido Democrata, como membro da chamada “Brigada”, à qual também pertence Alexandria Ocasio-Cortez.

Enfermeira de profissão, Bush não se esqueceu dos colegas que, este ano, têm tido dias avassaladores devido à pandemia de covid-19.

Sou a primeira enfermeira do Missouri a chegar ao Congresso – no meio de uma pandemia. Enfermeiros em todo o país arriscaram as suas vidas para salvar outros. A classe trabalhadora precisa de representantes que se pareçam com eles e que tenham experienciado as suas lutas. Eu sou essa campeã”, escreveu no Twitter.

Em Nova Iorque, o democrata Ritchie Torres fez igualmente história ao ser eleito o primeiro negro, latino e membro assumidamente gay do Congresso, um marco que dedicou à sua comunidade no Bronx.

“O Bronx é a minha casa, o sítio que me fez ser quem eu sou e é por isso que lutarei no Congresso. Agradeço do fundo do coração aos eleitores a confiança que depositaram em mim”, disse.

Outro candidato democrata do mesmo estado, Mondaire Jones, poderá partilhar o feito histórico de ser dos primeiros congressistas negros assumidamente gays, mas aguarda o fim da recontagem no seu estado, que mostrou uma disputa muito acirrada com a candidata republicana Maureen McArdle Shulman.

Mas a noite eleitoral também está a ser um momento histórico para outros movimentos. Marjorie Taylor Greene, defensora do QAnon, um movimento de extrema-direita que defende a ideia de que Donald Trump está a travar uma guerra secreta contra uma seita mundial de pedófilos satanistas, também foi eleita para o Congresso.

A candidata pró-Trump, que foi criticada por publicar vídeos em que parece argumentar que os muçulmanos não devem poder trabalhar no Governo e compara o movimento “Black Lives Mater” ao grupo supremacista branco Ku Klux Klan, vai representar o bastião republicano no estado da Geórgia na Câmara dos Representantes.

A eleição de Greene, de 46 anos, era dada quase como certa, depois da sua vitória nas primárias republicanas em agosto. “Grande vitória esta noite”, escreveu no Twitter.

https://twitter.com/mtgreenee/status/1323789769298661376?s=20

ZAP ZAP // Lusa

PARTILHAR

2 COMENTÁRIOS

  1. Grande coisa.
    Cá, também temos um deputado transgénero, que tem uma coelhinha chamada Acácia.

RESPONDER

Governador de Nova Iorque volta a ser acusado de assédio sexual

O governador de Nova Iorque, Andrew Cuomo, foi acusado por outra ex-assessora de assédio sexual, que foi sua assistente executiva e conselheira de políticas de saúde até novembro do ano passado. Segundo noticiou no sábado o New …

Francisco Assis alerta Governo para riscos das raspadinhas

O presidente do Conselho Económico e Social (CES), Francisco Assis, vai promover um estudo sobre o impacto social do vício da raspadinha e informar o Governo, na esperança de que este repondere o lançamento da …

Mais de 75% dos refugiados sírios podem sofrer de stress pós-traumático

Mais de três quartos dos refugiados sírios podem estar a sofrer de distúrbios mentais, como transtorno de stress pós-traumático (TEPT), dez anos após o início da guerra civil no país. De acordo com um artigo do …

AVC foi a principal causa das 112.334 mortes em 2019

As doenças circulatórias foram as principais causas das 112.334 mortes verificadas em Portugal em 2019, divulgou esta segunda-feira o Instituto Nacional de Estatística, assinalando que a mais mortífera foi o acidente vascular cerebral (AVC). Em 2019, …

Iémen irá enfrentar a pior fome já vista nas últimas décadas. Guterres implora por generosidade

De acordo com a ONU, a situação humanitária no Iémen é muito grave e o país irá enfrentar a pior fome à qual o mundo já assistiu. Esta situação pode ser revertida se os seus …

"Um erro histórico". Tratado assinado em Portugal incentiva aquecimento global

Um tratado assinado em Lisboa concede um grande poder às empresas de energia para processar os Estados caso se sintam prejudicadas por políticas climáticas. O Tratado da Carta da Energia (TCE) é um acordo internacional assinado …

Jornalistas estrangeiros denunciam "declínio da liberdade" na China

A China utilizou as medidas para controlar o coronavírus, a intimidação e restrições de visto para limitar a cobertura jornalística estrangeira em 2020, dando início a um "rápido declínio da liberdade na media", denunciou o …

Sindicato dos chefes da PSP interpôs ação judicial por causa da pré-aposentação

O Sindicato Nacional da Carreira de Chefes da PSP indicou este domingo que interpôs uma ação judicial para impugnar um despacho da direção nacional da Polícia Segurança Pública sobre a lista de pedidos da passagem …

"A agricultura em Montalegre vai acabar". Praga de javalis destrói culturas

Os agricultores do concelho de Montalegre andam desesperados com o facto dos javalis andarem a destruir as culturas. A população destes animais tem aumentado muito nos últimos anos e as medidas de controlo têm sido …

50 mil euros. Governo cria prémio nacional para proteger florestas

No próximo Conselho de Ministros, na quinta-feira, o Governo vai discutir um prémio bianual para projetos que ajudem a melhorar a floresta, do ponto de vista técnico, científico ou da comunicação. A notícia é avançada esta …