Presidente da Suíça no topo dos salários. Marcelo no fim da lista

Mário Cruz / Lusa

O Presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa

Uma lista elaborada com dados da IG – consultora britânica de mercados financeiros – revelou que quanto mais rico o país, em regra, mais alto é o ordenado do chefe de Estado, com o Presidente da Suíça a encabeçar o ‘ranking’.

Para a sua elaboração, o Diário de Notícias (DN) usou os dados da IG – que só incluem valores brutos – publicados em 2020, excluindo os líderes de monarquias absolutistas ou constitucionais, como o Reino Unido, a Bélgica, a Dinamarca ou o Grão-Ducado do Luxemburgo, que recebem uma “subvenção real” e não um salário. No caso do rei de Espanha, Felipe VI, este recebe um vencimento.

O Presidente da Suíça, Guy Parmelin, que assumiu o cargo a 01 de janeiro, pelo período de um ano, encabeça a lista, com um vencimento anual próximo dos 422 mil euros. Segue-se o Presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, que esta quarta-feira passa o cargo para Joe Biden, com um salário anual de 369 mil euros.

Em terceiro ficou o Presidente da Áustria, Alexander Van Der Bellen, com um ordenado anual de 349 mil euros; em quarto Michael D. Higgins, da Irlanda, com 250 mil euros; em quinto o rei Filipe VI, com 242 mil euros; e em sexto o alemão Frank-Walter Steinmeier, também com cerca de 242 mil euros.

Já o chefe de Estado italiano, Sergio Mattarela, recebe 239 mil euros anuais, seguindo-se do seu homólogo francês, Emmanuel Macron, com 182 mil euros; da grega Katerina Sakellaropoulou, com 138 mil euros; do finlandês Sauli Niinisto, com 126 mil euros; e da eslovaca Zuzana Caputova, com 119 mil euros.

Já o Presidente português, Marcelo Rebelo de Sousa, surge em último, com um vencimento de 106 820 euros brutos anuais.

Para analisar os salários dos chefes de Estado, o jornal diário optou pelo salário médio calculado pela Organização para a Cooperação e Desenvolvimento Económicos (OCDE). Este obtém-se dividindo a massa salarial total pelo número médio de trabalhadores na economia e apresentado em paridades de poder de compra.

Assim, o salário médio em Portugal é de 22% do vencimento do Presidente. Na Áustria, o salário médio é de 14% da remuneração deste. A menor distância verifica-se na Finlândia, onde o salário médio é de quase um terço da remuneração do chefe de Estado.

Taísa Pagno Taísa Pagno //

PARTILHAR

5 COMENTÁRIOS

  1. É normal… Eu até acho que nem deveria receber nada. Se o Presidente só existe para distribuir afectos, assinar as leis, os decretos-leis e tirar selfies, então para que é precisa de 10 mil euros por mês??

  2. 50.000€?!
    Quem te contou essa estorinha; foi o Ventura?
    Ou foi o Facebook?
    Nem deves saber que é o presidente da RTP, mas ele não ganha mais do que o PR – além disso, é do PSD e está de saída.

    • 5000 euros?
      Quem não te contou essa mentirinha, foi o Rui Rio?
      Ou foi o TikTok?
      Deves saber que é o presidente da SIC, mas ele não ganha mais do que o Presidente da República do Congo, além disso, é do PS e está de saída.

RESPONDER

Deco avança para tribunal contra Apple por manipulação de desempenho dos iPhones 6

A Deco Proteste anunciou esta segunda-feira que avançou com uma ação judicial contra a Apple, acusando-a de práticas enganosas por ter manipulado os iPhones 6, 6 Plus, 6S e 6S Plus para se tornarem obsoletos …

Crónica ZAP - Nota Artística por Nuno Miguel Teixeira

Nota artística: pouco Festival no FC Porto-Sporting

https://soundcloud.com/nuno-teixeira-264830877/fc-porto-0-0-sporting-o-musical Está bem: Futebol Clube do Porto contra Sporting Clube de Portugal. Segundo classificado recebe o líder. Jogo que pode praticamente definir o novo campeão nacional de futebol. O encontro é naquele estádio junto ao centro …

Índia e Paquistão comprometem-se a respeitar cessar-fogo em Caxemira

Na quinta-feira, o Paquistão e a Índia alcançaram um acordo para fazer cumprir o cessar-fogo na região de Caxemira, reivindicada pelos dois países. A fronteira entre ambos é palco frequente de ataques que deixam soldados …

Governo quer rever norma da dádiva de sangue que exclui homossexuais

O Governo determinou, esta segunda-feira, a constituição de um grupo de trabalho para rever a norma que exclui dadores "por comportamento sexual". De acordo com o SAPO24, o Ministério da Saúde determinou a constituição de um …

Governador de Nova Iorque volta a ser acusado de assédio sexual

O governador de Nova Iorque, Andrew Cuomo, foi acusado por outra ex-assessora de assédio sexual, que foi sua assistente executiva e conselheira de políticas de saúde até novembro do ano passado. Segundo noticiou no sábado o New …

Francisco Assis alerta Governo para riscos das raspadinhas

O presidente do Conselho Económico e Social (CES), Francisco Assis, vai promover um estudo sobre o impacto social do vício da raspadinha e informar o Governo, na esperança de que este repondere o lançamento da …

Mais de 75% dos refugiados sírios podem sofrer de stress pós-traumático

Mais de três quartos dos refugiados sírios podem estar a sofrer de distúrbios mentais, como transtorno de stress pós-traumático (TEPT), dez anos após o início da guerra civil no país. De acordo com um artigo do …

AVC foi a principal causa das 112.334 mortes em 2019

As doenças circulatórias foram as principais causas das 112.334 mortes verificadas em Portugal em 2019, divulgou esta segunda-feira o Instituto Nacional de Estatística, assinalando que a mais mortífera foi o acidente vascular cerebral (AVC). Em 2019, …

Iémen irá enfrentar a pior fome já vista nas últimas décadas. Guterres implora por generosidade

De acordo com a ONU, a situação humanitária no Iémen é muito grave e o país irá enfrentar a pior fome à qual o mundo já assistiu. Esta situação pode ser revertida se os seus …

"Um erro histórico". Tratado assinado em Portugal incentiva aquecimento global

Um tratado assinado em Lisboa concede um grande poder às empresas de energia para processar os Estados caso se sintam prejudicadas por políticas climáticas. O Tratado da Carta da Energia (TCE) é um acordo internacional assinado …