Caso prazo das moratórias não seja alargado “terão de ser criadas outras medidas extraordinárias”

José Sena Goulão / Lusa

O governador do Banco de Portugal, Carlos Costa

Caso as “as moratórias dos créditos não forem prolongadas, ou o Governo ou a Assembleia da República terão de criar outras medidas extraordinárias para as apoiar”, disse a coordenadora do Gabinete de Proteção Financeira (GPF) da Deco, Natália Nunes.

Como divulgou esta segunda-feira o Público, Natália Nunes tem diariamente conhecimento de particulares em dificuldades e olha “com muita preocupação, para o número de adesões às moratórias de crédito”, que envolveram perto de 570 mil contratos até final de abril, segundo dados avançados na semana passada pelo Banco de Portugal (BdP).

Para a coordenadora, “a recuperação de rendimentos vai demorar meses”, enquanto algumas medidas, como as moratórias dos créditos, “têm uma duração muito curta”, uma situação que está a criar “uma angústia muito grande nos consumidores”.

O alerta de Natália Nunes aponta para duas datas: 30 de junho (o limite para pedir adesão às moratórias) até 30 de setembro (quando finaliza). Quanto à primeira data, a Autoridade Bancária Europeia (EBA) admitiu que o prazo poderia ser alargado.

Em Portugal, a duração das moratórias está fixada em seis meses, de abril a setembro. O mesmo acontece com as moratórias privadas para o crédito à habitação. Já as moratórias dos bancos para o crédito ao consumo, tem a duração de 12 meses, com o prazo limite de adesão a terminar também a 30 de setembro.

O Público indicou que o número de empréstimos de particulares abrangidos pelas moratórias superava 330 mil, 64% do total verificado em abril, com a grande maioria a envolver crédito à habitação.

A preocupação com a limitação temporal das moratórias é transversal aos presidentes dos maiores bancos. O governador do Banco de Portugal (BdP), Carlos Costa, defendeu uma prorrogação “tão longa quanto possível”, acrescentando que “essa decisão terá de ser tomada em tempo útil, para que os créditos objeto da moratória não caiam numa classificação que indicie incumprimento, sob pena de penalizar o capital dos bancos”.

Natália Nunes acredita que a extensão das moratórias é o cenário mais favorável para clientes e banco. Caso não aconteça, defendeu que terão de ser “criadas medidas extraordinárias ou excepcionais para as famílias que não conseguem pagar os seus empréstimos”, por parte do Governo ou da Assembleia da República.

ZAP //

PARTILHAR

RESPONDER

Cidade japonesa acaba de proibir a utilização de telemóveis enquanto se caminha

A cidade japonesa de Yamato acaba de aprovar uma proposta de lei que proíbe as pessoas de utilizarem telemóveis enquanto caminham. A cidade, localizada num subúrbio de Tóquio, entende que os telemóveis são um risco …

MIT apagou base de dados popular que ensinou IA a ser racista e sexista

O Instituto de Tecnologia de Massachusetts (MIT), nos Estados Unidos, viu-se obrigado apagar uma base de dados de treinamento de Inteligência Artifical (IA) depois de esta ensinar vários algoritmos a usar insultos racistas e sexistas. …

Escola Básica e fábrica de Paços de Ferreira encerradas, com nove casos positivos

A Escola Básica n.º 2 e a Fábrica de Lacados Abrelac, em Paços de Ferreira, Porto, foram encerradas após diagnosticados nove casos de covid-19 para “prevenção” e para “interromper as cadeias de transmissão”, disseram hoje …

Mais nove mortes e 328 casos confirmados em Portugal

Portugal regista hoje mais nove óbitos por covid-19, em relação a sábado, e mais 328 casos de infeção confirmados, dos quais 254 na região de Lisboa e Vale do Tejo, segundo os dados da Direção-Geral …

Cientistas criam miniatura de ondas de choque de supernovas (e quase desvendam um mistério)

Esta versão em miniatura das ondas de choque das supernovas pode ter ajudado os cientistas a chegar muito perto da resolução de um antigo mistério cósmico. Uma equipa de investigadores do Departamento de Energia do Centro …

Na Indonésia, são os recém-licenciados quem mais vai sofrer com o impacto económico da covid-19

A covid-19 continua a desacelerar a economia na Indonésia e pode causar graves impactos nos recém-licenciados que entram no mercado de trabalho pela primeira vez. Na Indonésia, o crescimento económico diminuiu para 2,97% durante o primeiro …

Mudanças climáticas ameaçam 60% das espécies de peixes do mundo

Uma nova investigação levada a cabo por cientistas do Instituto Alfred Wegener, na Alemanha, sugere que as mudanças climáticas podem destruir mais espécies de peixes do que se pensavam anteriormente. Se as temperaturas globais subirem …

Engenheiros desenvolvem célula de combustível duas vezes mais eficiente do que a de hidrogénio

Uma equipa de engenheiros da Universidade de Washington, nos Estados Unidos, desenvolveu um novo processo para uma célula de combustível que funciona com o dobro da tensão das células a combustível tradicionais de hidrogénio. O novo …

Preços das bebidas concertados durante anos. Seis supermercados sob suspeita de cartel

Seis grupos de distribuição alimentar e dois fornecedores de sumos, vinhos e outras bebidas, foram acusados pela Autoridade da Concorrência de concertarem preços durante vários anos em prejuízo do consumidor. "Após investigação, a Autoridade da Concorrência, …

Sindicato denuncia mobilização forçada de médicos para tratar surto de Reguengos de Monsaraz

O Sindicado dos Médicos da Zona Sul (SMZS) denunciou hoje o que diz ser uma “mobilização forçada de médicos” pela Administração Regional de Saúde (ARS) do Alentejo para o combate ao surto de covid-19 de …