Portugal vence Polónia nos penalties e está nas meias

Guillaume Horcajuelo / EPA

Danilo, Eliseu, Ronaldo, Quaresma, festejam o apuramento de Portugal para as meias-finais do Euro 2016 frente à Polónia

Danilo, Eliseu, Ronaldo, Quaresma, festejam o apuramento de Portugal para as meias-finais do Euro 2016 frente à Polónia

No Estádio Vélodrome, em Marselha, Rui Patrício defendeu o remate de Blaszczykowski, naquele que foi o único penálti desperdiçado pelos polacos, e de seguida Quaresma confirmou a continuidade da seleção nacional na prova, não tremendo perante Fabianski.

Antes, Lewandowski tinha colocado a Polónia na frente, logo aos dois minutos, mas Renato Sanches, com o seu primeiro golo com a camisola de Portugal, refez, aos 33, a igualdade, resultado que se manteve durante o resto do tempo regulamentar e no prolongamento.

A seleção lusa chega pela quinta vez às meias-finais de um Campeonato da Europa, desta feita sem ter vencido qualquer jogo durante os 90 minutos, nem perdido, numa altura em que Fernando Santos contínua imbatível em jogos oficiais.

A selecção nacional leva agora 12 jogos oficiais sem perder.

Ao contrário do que aconteceu com a Croácia, desta vez o jogo teve oportunidades de golo, defesas do guarda-redes e emoção, tendo ficado a ideia de que Portugal podia ter resolvido a passagem ainda durante o tempo regulamentar.

Cristiano Ronaldo, que desta vez não falhou da marca de grande penalidade, teve duas ocasiões soberanas para resolver a questão, durante a segunda parte, mas em ambas acertou mal na bola.

Não houve muito Ronaldo, mas houve muito Renato Sanches, sobretudo na primeira parte, e muito Pepe.

Pela primeira vez titular, o médio de 18 anos foi crucial na recuperação da equipa portuguesa após o golo madrugador de Lewandowski.

Além do golo marcado, Renato Sanches encheu o campo, puxou pela equipa e levou-a para a frente.

Na segunda parte, talvez também por estar demasiado ‘preso’ às laterais, Sanches desapareceu um pouco, mas entrou em cena Pepe.

O central do Real Madrid até iniciou mal a partida, mas acabou por ser uma ‘muralha’ na defensiva lusa até aos penáltis, não dando hipóteses aos polacos de ‘alvejarem’ a baliza de Rui Patrício.

O antigo jogador do FC Porto foi também chamado muitas vezes para ‘socorrer’ Eliseu no lado esquerdo.

O lateral do Benfica, que apareceu no lugar do lesionado Raphael Guerreiro, voltou a mostrar-se com pouco ritmo competitivo, tal como tinha acontecido com a Hungria.

Miguel A. Lopes / Lusa

Rui Patrício defendeu o penalty que deu o apuramento de Portugal para as meias-finais do Euro 2016 frente à Polónia

Rui Patrício defendeu o penalty que deu o apuramento de Portugal para as meias-finais do Euro 2016 frente à Polónia

Um jogo de nervos (controlados)

O jogo começou praticamente com o golo de Lewandowski, aos dois minutos, num lance com muitas culpas para a defensiva portuguesa.

Cedric deixou a bola passar no lado direito e Grosicki cruzou para o avançado do Bayern Munique, que apareceu completamente solto na área.

Depois de o árbitro não ter assinalado uma grande penalidade clara sobre Ronaldo, Sanches recolocou Portugal na partida, aos 33 minutos. Depois de combinar com Nani, o jogador de 18 anos rematou de pé esquerdo à entrada da área e, com a ajuda de um desvio, bateu Fabianski.

Com o empate, o encontro perdeu ritmo, a seleção lusa juntou as suas linhas e impôs a toada que quis, entregando mais bola aos polacos, mas procurando sempre sair em contra-ataque.

Cedric esteve perto de marcar, com um remate de longe, que passou bem perto da baliza dos polacos, mas o prolongamento e os penaltis podiam ter sido evitados se Ronaldo estivesse numa noite inspirada.

Primeiro, em boa posição, acertou nas malhas lateiras, e depois, já com João Moutinho em campo (rendeu Adrien Silva), falhou completamente a bola, após belo passe do médio do Mónaco.

Antes do prolongamento, Fernando Santos colocou Ricardo Quaresma no lugar de João Mário, e Jedrzejcayk ficou a centímetros de um autogolo e ‘oferecer’ a Portugal a passagem.

Como era esperado, as duas equipas ainda baixaram mais as linhas, começaram a arriscar ainda menos e o jogo tornou-se algo aborrecido.

Destaque ainda para a entrada de Danilo para o lugar de William Carvalho e para a invasão de campo de um adepto, à procura de Ronaldo.

Na decisão final por penalties, Ronaldo, Renato Sanches, Moutinho, Nani e Quaresma não falharam, transformando em golo todos os pontapés da m arca de grande penalidade.

E Rui Patrício fez a grande defesa da noite, perante Blaszczykowski, abrindo as portas das ‘meias’ à selecção nacional

Miguel A. Lopes / Lusa

Ricardo Quaresma marcou o penalty decisivo no o apuramento de Portugal para as meias-finais do Euro 2016 frente à Polónia

Ricardo Quaresma marcou o penalty decisivo no o apuramento de Portugal para as meias-finais do Euro 2016 frente à Polónia

QUARTOS-DE-FINAL

Polónia – Portugal, 1-1 (3-5 GP)
País de Gales – Bélgica – Sexta-feira 1 Julho, 20h00 (Lille)
Alemanha – Itália – Sábado 2 Julho, 20h00 (Bordéus)
França – Islândia – Domingo 3 Julho, 20h00 (Saint-Denis)

ZAP / Futebol 365

PARTILHAR

1 COMENTÁRIO

RESPONDER

Alverca 2-0 Sporting | Leões desinspirados afastados da Taça pelo Alverca

O Alverca surpreendeu hoje o Sporting com uma vitória por 2-0, na terceira eliminatória da Taça de Portugal, tornando-se no primeiro grande «tomba-gigantes» da competição ao afastar o atual detentor do troféu. Alex Apolinário, aos 10 …

A Barbie também arrenda casa no Airbnb

A boneca mais famosa do mundo celebra 60 anos. Agora, a empresa que produz a Barbie, a Matel, tornou a boneca uma anfitriã no Airbnb e vai arrendar uma mansão à beira-mar em Malibu, na …

Os primeiros bebés podem nascer no Espaço daqui a 12 anos

A empresa SpaceBorn United pretende realizar missões espaciais entre 24 e 36 horas para que algumas mulheres dêem à luz em órbita dentro de 12 anos. A notícia é avançada pelo fundador e CEO da empresa, …

Japão importou cinco vírus mortais, incluindo Ebola, por causa de Tóquio 2020

Com os Jogos Olímpicos à porta, um laboratório japonês decidiu importar cinco vírus mortais, nomeadamente Ebola, para fazer frente a um eventual surto durante a competição que vai levar ao país mais de 600 mil …

Empresa anónima quer os direitos do seu rosto para construir robôs (e paga 115 mil euros)

Uma empresa privada anónima está a oferecer 115 mil euros pelos direitos de usar o seu rosto numa nova linha de robôs humanóides. A empresa quer usar a imagem para dar uma cara a um robô …

Empresa está a vender vinho (com flocos de ouro) para celebrar o Brexit

Quando o Reino Unido abandonar a União Europeia, uma saída programada para 31 de outubro, é provável que as pessoas celebrem com um vinho especial com flocos de ouro. Para aqueles que querem celebrar a saída …

Neandertais ocuparam ilhas do Mediterrâneo dezenas de milhares de anos antes do que se pensava

Cientistas descobriram provas de que a ilha de Naxos, na Grécia, já era habitada por neandertais há 200.000 anos, dezenas de milhares de anos antes do que se pensava até agora. Um estudo publicado esta quinta-feira …

Testes "bárbaros" em macacos levam ativistas a pedir encerramento de laboratório alemão

Durante meses, um ativista pelos direitos dos animais trabalhou no Laboratório de Farmacologia e Toxicologia (LPT, na sigla inglesa), em Hamburgo, na Alemanha, onde testemunhou situações de violência contra os animais utilizados em testes e …

Próxima cimeira do G7 vai ser num resort de Donald Trump

A próxima cimeira do G7 será realizada num dos clubes de golfe do Presidente norte-americano, Donald Trump, na Florida, e o clima não constará da agenda de trabalhos, disse esta quinta-feira o chefe de gabinete …

Russos e ucranianos estão em guerra por causa de sopa

A sopa de beterraba é russa ou ucraniana? Um tweet do Ministério dos Negócios Estrangeiros da Federação Russa veio falar em prato nacional e a reação na Ucrânia não tardou a chegar. O tweet é de …