Portugal vence Polónia nos penalties e está nas meias

Guillaume Horcajuelo / EPA

Danilo, Eliseu, Ronaldo, Quaresma, festejam o apuramento de Portugal para as meias-finais do Euro 2016 frente à Polónia

Danilo, Eliseu, Ronaldo, Quaresma, festejam o apuramento de Portugal para as meias-finais do Euro 2016 frente à Polónia

No Estádio Vélodrome, em Marselha, Rui Patrício defendeu o remate de Blaszczykowski, naquele que foi o único penálti desperdiçado pelos polacos, e de seguida Quaresma confirmou a continuidade da seleção nacional na prova, não tremendo perante Fabianski.

Antes, Lewandowski tinha colocado a Polónia na frente, logo aos dois minutos, mas Renato Sanches, com o seu primeiro golo com a camisola de Portugal, refez, aos 33, a igualdade, resultado que se manteve durante o resto do tempo regulamentar e no prolongamento.

A seleção lusa chega pela quinta vez às meias-finais de um Campeonato da Europa, desta feita sem ter vencido qualquer jogo durante os 90 minutos, nem perdido, numa altura em que Fernando Santos contínua imbatível em jogos oficiais.

A selecção nacional leva agora 12 jogos oficiais sem perder.

Ao contrário do que aconteceu com a Croácia, desta vez o jogo teve oportunidades de golo, defesas do guarda-redes e emoção, tendo ficado a ideia de que Portugal podia ter resolvido a passagem ainda durante o tempo regulamentar.

Cristiano Ronaldo, que desta vez não falhou da marca de grande penalidade, teve duas ocasiões soberanas para resolver a questão, durante a segunda parte, mas em ambas acertou mal na bola.

Não houve muito Ronaldo, mas houve muito Renato Sanches, sobretudo na primeira parte, e muito Pepe.

Pela primeira vez titular, o médio de 18 anos foi crucial na recuperação da equipa portuguesa após o golo madrugador de Lewandowski.

Além do golo marcado, Renato Sanches encheu o campo, puxou pela equipa e levou-a para a frente.

Na segunda parte, talvez também por estar demasiado ‘preso’ às laterais, Sanches desapareceu um pouco, mas entrou em cena Pepe.

O central do Real Madrid até iniciou mal a partida, mas acabou por ser uma ‘muralha’ na defensiva lusa até aos penáltis, não dando hipóteses aos polacos de ‘alvejarem’ a baliza de Rui Patrício.

O antigo jogador do FC Porto foi também chamado muitas vezes para ‘socorrer’ Eliseu no lado esquerdo.

O lateral do Benfica, que apareceu no lugar do lesionado Raphael Guerreiro, voltou a mostrar-se com pouco ritmo competitivo, tal como tinha acontecido com a Hungria.

Miguel A. Lopes / Lusa

Rui Patrício defendeu o penalty que deu o apuramento de Portugal para as meias-finais do Euro 2016 frente à Polónia

Rui Patrício defendeu o penalty que deu o apuramento de Portugal para as meias-finais do Euro 2016 frente à Polónia

Um jogo de nervos (controlados)

O jogo começou praticamente com o golo de Lewandowski, aos dois minutos, num lance com muitas culpas para a defensiva portuguesa.

Cedric deixou a bola passar no lado direito e Grosicki cruzou para o avançado do Bayern Munique, que apareceu completamente solto na área.

Depois de o árbitro não ter assinalado uma grande penalidade clara sobre Ronaldo, Sanches recolocou Portugal na partida, aos 33 minutos. Depois de combinar com Nani, o jogador de 18 anos rematou de pé esquerdo à entrada da área e, com a ajuda de um desvio, bateu Fabianski.

Com o empate, o encontro perdeu ritmo, a seleção lusa juntou as suas linhas e impôs a toada que quis, entregando mais bola aos polacos, mas procurando sempre sair em contra-ataque.

Cedric esteve perto de marcar, com um remate de longe, que passou bem perto da baliza dos polacos, mas o prolongamento e os penaltis podiam ter sido evitados se Ronaldo estivesse numa noite inspirada.

Primeiro, em boa posição, acertou nas malhas lateiras, e depois, já com João Moutinho em campo (rendeu Adrien Silva), falhou completamente a bola, após belo passe do médio do Mónaco.

Antes do prolongamento, Fernando Santos colocou Ricardo Quaresma no lugar de João Mário, e Jedrzejcayk ficou a centímetros de um autogolo e ‘oferecer’ a Portugal a passagem.

Como era esperado, as duas equipas ainda baixaram mais as linhas, começaram a arriscar ainda menos e o jogo tornou-se algo aborrecido.

Destaque ainda para a entrada de Danilo para o lugar de William Carvalho e para a invasão de campo de um adepto, à procura de Ronaldo.

Na decisão final por penalties, Ronaldo, Renato Sanches, Moutinho, Nani e Quaresma não falharam, transformando em golo todos os pontapés da m arca de grande penalidade.

E Rui Patrício fez a grande defesa da noite, perante Blaszczykowski, abrindo as portas das ‘meias’ à selecção nacional

Miguel A. Lopes / Lusa

Ricardo Quaresma marcou o penalty decisivo no o apuramento de Portugal para as meias-finais do Euro 2016 frente à Polónia

Ricardo Quaresma marcou o penalty decisivo no o apuramento de Portugal para as meias-finais do Euro 2016 frente à Polónia

QUARTOS-DE-FINAL

Polónia – Portugal, 1-1 (3-5 GP)
País de Gales – Bélgica – Sexta-feira 1 Julho, 20h00 (Lille)
Alemanha – Itália – Sábado 2 Julho, 20h00 (Bordéus)
França – Islândia – Domingo 3 Julho, 20h00 (Saint-Denis)

ZAP / Futebol 365

PARTILHAR

1 COMENTÁRIO

RESPONDER

Adolescente italiana libertada depois de matar pai abusivo. Autoridades alegaram legítima defesa

Uma adolescente italiana que matou o seu pai abusivo foi libertada da prisão domiciliária que as autoridades lhe tinham imposto depois de os promotores considerarem que a jovem agiu em legítima defesa. De acordo com …

Asteróide gigante com lua própria vai passar muito próximo da Terra este sábado

Um asteróide com sua própria "lua" potencialmente perigoso passará este sábado no ponto mais próximo em relação ao nosso planeta pela primeira vez desde que foi descoberto em 1999. Segundo o portal Cnet, trata-se de um …

Adolescente encontra (por acaso) mandíbula de um mastodonte com 34 mil anos

Enquanto procurava relíquias do período neolítico, uma estudante fez uma descoberta surpreendente: encontrou uma mandíbula de um mastodonte com 34 mil anos. Uma adolescente do estado norte-americano de Iowa encontrou uma mandíbula de um mastodonte com …

Encontrado o navio que transportou os últimos escravos africanos para os EUA. Estava num rio

Afundado há 160 anos, um navio emergiu do fundo das águas de um rio do Alabama para contar a história dos últimos escravos africanos nos Estados Unidos. O Clotilda terá sido o último navio de sempre …

Banca. Aumento das comissões é "inevitável"

A diretora-geral da Associação Portuguesa de Bancos disse esta sexta-feira ser "inevitável" que se verifique um aumento do peso relativo das comissões no produto bancário, assinalando que o próprio Banco Central Europeu tem reconhecido …

Presidente do PSG indiciado por corrupção ativa

O presidente do Paris Saint-Germain, Nasser Al-Khelaïfi, foi indiciado por corrupção ativa num âmbito de um processo judicial que investiga suspeitas relativas à atribuição da organização dos Mundiais de Atletismo a Doha, no Qatar. De acordo com …

Incêndios: Governo decreta Situação de Alerta até 30 de maio

O território continental está desde as 20:00 desta sexta-feira e até às 23:59 de 30 de maio, quinta-feira, em Situação de Alerta, devido às previsões meteorológicas que “apontam para um significativo agravamento do risco de …

Vivia numa habitação social. De repente, herdou uma propriedade de 50 milhões

Um teste de ADN mudou a vida de Jordan Rogers para sempre. O britânico, de 31 anos, promete tentar ajudar outras pessoas que vivem na situação que ele próprio sentiu na pele. Jordan Rogers trabalhava como …

Terramoto no Bernabéu. Sergio Ramos pode estar de saída

Sergio Ramos, central e capitão do Real Madrid, pode estar prestes a abandonar emblema espanhol, avança a imprensa internacional esta sexta-feira. De acordo com a A Marca, na origem da eventual saída estará uma acesa discussão que …

Já há data para o lançamento do novo livro da saga A Guerra dos Tronos

A série terminou no passado fim-de-semana, mas o fenómeno de A Guerra dos Tronos continua a fervilhar. O autor da saga que inspirou a série, George R. R. Martin, revelou agora que o próximo livro …