Portugal vai ao Egipto e à Turquia para receber mais mil refugiados

Técnicos do SEF e do ACM vão deslocar-se a centros de acolhimento no Egipto e na Turquia para entrevistar refugiados que queiram vir para Portugal.

Segundo o Diário de Notícias, elementos do Serviço de Estrangeiros e Fronteiras (SEF) e do Alto Comissariado para as Migrações (ACM) vão entrevistar refugiados em centros de acolhimento no Egipto e na Turquia que queiram vir para Portugal.

Serão mais 1010 pessoas, que virão para o nosso país ao abrigo do novo Programa Voluntário de Reinstalação, um novo instrumento coordenado pelo Alto Comissariado das Nações Unidas para os Refugiados (ACNUR), em colaboração com a Comissão Europeia, para integrar refugiados oriundos de países em guerra e/ou regimes ditatoriais, como a Síria e a Eritreia, e que fugiram, sobretudo, para a Turquia, Líbano, Jordânia e Egipto.

De acordo com o jornal, a Comissão Europeia propôs o acolhimento nos países europeus de pelo menos 50 mil refugiados nos próximos dois anos, vindos de África, do Médio Oriente e da Turquia. A primeira equipa portuguesa parte no início de julho para o Egipto.

O Programa Voluntário de Reinstalação sucede ao Programa de Recolocação, que visava receber migrantes instalados em centros de acolhimento da Grécia e Itália. Portugal foi o 6.º país da UE que mais pessoas recebeu: 1552 distribuídas por 99 municípios.

O DN recorda que os primeiros migrantes chegaram em dezembro de 2015 e os últimos em março deste ano, sendo essencialmente famílias sírias e homens sós vindos da Eritreia. No entanto, grande parte veem Portugal como uma plataforma para outros países europeus, nomeadamente a Alemanha.

O Relatório de Avaliação do ACM indica uma taxa de abandono do país de 51%. Deste número, só regressaram até hoje 180 pessoas: ou porque foram detetadas pelas autoridades em outros países ou porque o decidiram fazer voluntariamente, uma vez que só o primeiro país da recolocação lhes pode conceder o estatuto de refugiado.

Esta quarta-feira, no Dia Internacional do Refugiado, um relatório realizado pelo Conselho Europeu para os Refugiados e Exilados (CPR) mostrou, porém, que 64% dos pedidos de asilo foram negados em Portugal no ano passado.

Por outro lado, um relatório da Organização para a Cooperação e Desenvolvimento Económico (OCDE) revelou que 47 mil estrangeiros chegaram a Portugal em 2016, o valor mais elevado desde 2010.

Relativamente aos refugiados, a OCDE aponta que Portugal concedeu estatuto de refugiado ou proteção internacional a 400 pessoas em 2016, o dobro de 2015, sendo que em dois terços dos casos foi dado visto humanitário e aos restantes estatuto de refugiado.

ZAP //

PARTILHAR

2 COMENTÁRIOS

  1. Eu só gostava de saber uma coisa. Se não há empregos para os nacionais com é que há empregos para os “refugiados”?

RESPONDER

OE2020. Novas medidas valem mais de 200 milhões de euros

As medidas do Orçamento do Estado para 2020 que o Governo já negociou à esquerda na especialidade têm um impacto estimado superior a 200 milhões de euros. Duarte Cordeiro, secretário de Estado dos Assuntos Parlamentares, referiu, …

Júlio Isidro recebe Medalha de Mérito Cultural

O Governo atribuiu a Medalha de Mérito Cultural ao locutor e apresentador de televisão Júlio Isidro, realçando o “inestimável trabalho de uma vida dedicada” ao audiovisual. A entrega da Medalha de Mérito Cultural foi feita, num …

EUA. Mulher é detida após tentar construir uma bomba numa loja da Walmart

Uma norte-americana foi detida numa loja da Walmart, na Florida, Estados Unidos (EUA), após tentar construir uma bomba dentro do estabelecimento comercial. A mulher, que tinha uma criança consigo, foi identificada pelo segurança quando andava sem …

Simeone reitera confiança em João Félix. "Acreditamos totalmente nele"

O técnico do Atlético de Madrid, Diego Simeone, voltou a falar de João Félix esta sexta-feira, reiterando toda a confiança no avançado de 20 anos. "A Supertaça foi mais um passo de experiência para um rapaz …

Ensino Superior com mais concursos para professores em 2019

As instituições de Ensino Superior abriram, em 2019, mais 948 concursos para a carreira docente do que em 2018, anunciou, esta quinta-feira, o Ministério da Ciência, Tecnologia e Ensino Superior. De acordo com uma nota do …

Paulo Gonçalves. Seguradoras atrasam autópsia e trasladação do corpo para Portugal

Paulo Gonçalves faleceu no domingo, aos 40 anos, na sequência de uma queda sofrida ao quilómetro 273 da sétima de 12 etapas do Rali Dakar. Exigências das seguradoras quanto a despistes toxicológicos ao corpo de Paulo …

Estivadores vão fazer greve em Setúbal e ameaçam fazer o mesmo em Lisboa

O Sindicato dos Estivadores e Atividade Logística (SEAL) revelou esta sexta-feira que vai entregar já na segunda-feira um pré-aviso de greve no Porto de Setúbal e ameaça fazer o mesmo no Porto de Lisboa. “Os trabalhadores …

Segundo maior diamante transforma-se em joias Louis Vuitton

Depois de cortado e polido, o segundo maior diamante da história será transformado numa coleção de joias da Louis Vuitton. A Lucara Diamond encontrou o diamante Sewelo, de 1.758 quilates, na sua mina do Botswana, no …

Filho do presidente da Câmara de Pedrógão Grande "sem memória" no caso da reconstrução de casas

O adjunto do presidente da Câmara de Pedrógão Grande, Telmo Alves, que também é filho do autarca, disse em Tribunal que desconhece o processo de reconstrução das casas ardidas no incêndio no concelho, em 2017, …

Joacine não está inscrita no congresso do Livre

De acordo com o semanário Expresso, a deputada única do Livre não se inscreveu na reunião magna do partido, que se realiza este fim de semana, em Lisboa. A deputada do Livre, Joacine Katar Moreira, e …