Portugal obrigado a dar 853 milhões por ano para salvar bancos europeus

O Estado português está forçado a contribuir com 853 milhões de euros para o novo Fundo Único de Resolução que visa salvar os bancos europeus em dificuldades financeiras. Um valor a ser pago neste ano e, em igual montante, também no próximo.

Os dados são avançados pelo Dinheiro Vivo, que nota que este “megafundo europeu“, que só foi constituído no início deste ano, tem ainda pouco dinheiro de reserva. Assim, exige aos países-membros da União Europeia o seu contributo para o confortarem.

O Fundo Único de Resolução (FUR) surgiu no âmbito da ideia do chamado bail in” (ou resgate interno) e que tem por princípio a lógica de que “as crises bancárias devem ser pagas pela própria banca”, conforme sustenta o Dinheiro Vivo.

Contudo, os bancos alegam não ter fundos suficientes para confortar o FUR com os valores necessários. Deste modo, é necessária a intervenção dos Estados e dos fundos públicos.

O FUR tem actualmente, 10,8 mil milhões de euros em dinheiro, de acordo com dados de uma fonte oficial da instituição citados pelo Dinheiro Vivo.

Até Setembro passado, os bancos portugueses já adiantaram ao FUR 144,5 milhões de euros, segundo a mesma fonte. Esta verba foi recolhida através do Fundo de Resolução nacional, gerido pelo Banco de Portugal, e enviada depois para o Fundo europeu.

Mas este valor respeita apenas, a “1% do total” da contribuição de Portugal, afiança-se no Dinheiro Vivo.

Assim, o Estado terá que emprestar ao FUR 853 milhões de euros este ano e outro tanto em 2017.

Os valores estão inscritos no Orçamento de Estado para 2017 e entram em jogo nas contas do défice.

O Estado já foi forçado a entrar com um empréstimo de 3,9 mil milhões de euros para o Fundo de Resolução nacional.

O FUR tem como objectivo recolher 55 mil milhões de euros até 2023. Mas teme-se que a parca “almofada” recolhida até agora possa vir a ser usada mais depressa do que se desejaria, perante as difíceis situações financeiras do banco alemão Deutsche Bank e do banco italiano Monte dei Paschi di Siena.

ZAP

PARTILHAR

10 COMENTÁRIOS

    • A Primeira e a Segunda também iam acabar com muita coisa e foi o que se viu. Cada vez pior. Séculos e séculos de opressão e violência e com as novas tecnologias isto vai tornar-se verdadeiramente insuportável.

  1. Quando há ganhos distribuem pelos accionistas, pagam chorudos salários e sugam os clientes com comissões.
    Quando há prejuizos continua a mamadeira mas quem sutenta a farra são os contrbuintes e os pps clientes a quem não duvidam em tirar a casa se não paga a prestação.

  2. Verdade mesmo….quando há lucros os accionistas recebem…quando existe prejuizo o povo que suporte. Talvez estejamos melhor fora da UE. Estamos mais a ser prejudicados que beneficiados….

  3. E porque não começar por averiguar e responsabilizar quem cometeu os erros. A Banca só perde por Fraudes e Corrupção…

Eduardo Cabrita diz que polícias compram equipamento "porque querem"

O ministro da Administração Interna afirmou que os agentes policiais que compram equipamento de proteção do seu próprio bolso fazem-no porque o querem. Numa entrevista ao Diário de Notícias e à TSF, divulgada este fim-de-semana, o …

Chuva deixa Austrália entre incêndios e cheias. Número de mortos sobe para 29

A chuva trouxe algum alívio aos bombeiros e habitantes do leste da Austrália, mas também causou cheias e novos problemas. As equipas ainda combatem cerca 100 focos de incêndio na região e o número de …

Sem Joacine, nova direção do Livre foi eleita com 95 votos a favor e 15 brancos

Este domingo, no segundo dia do IX congresso do Livre, a nova direção do partido foi eleita com 95 votos a favor e 15 brancos (e não conta com a deputada Joacine Katar Moreira). No final …

Juiz pede escusa do caso dos emails por ser adepto do Benfica

O juiz desembargador apresenta vários motivos para pedir escusa do processo, nomeadamente por ser "sócio do Benfica desde 1968". De acordo com o jornal Público, Eduardo Pires, juiz desembargador do Tribunal da Relação do Porto (TRP), …

Afinal, Irão já não vai pedir ajuda para analisar caixas negras do avião

O Irão recuou na intenção de enviar para análise as gravações da caixa negra do avião ucraniano, que abateu acidentalmente na semana passada, para que sejam sujeitas a análises adicionais, revelou a agência noticiosa iraniana. Citado …

Bruno Fialho sucede a Marinho e Pinto na liderança do PDR

Bruno Fialho é o novo presidente do Partido Democrático Republicano (PDR), ao obter 75% dos votos na eleição deste sábado para escolher o sucessor de António Marinho e Pinto, que anunciou o abandono do cargo …

Legislador russo culpa "arma climática" dos EUA pelo inverno quente de Moscovo

Alexei Zhuravlyov, membro da câmara baixa do Parlamento da Rússia (Duma), culpou uma alegada "arma climática" secreta dos Estados Unidos pelas anómalas temperaturas que se fizeram sentir este inverno em Moscovo.  Em declarações à estação de …

Nova espécie de louva-a-deus empala as suas presas como se fossem fondue

O Carrikerella simpira, uma nova espécie de louva-a-deus, caça as suas presas perfurando-as de um lado ao outro com as suas patas em forma de tridente. Cientistas descobriram uma nova espécie de louva-a-deus com uma característica …

Astrónomos descobrem que o fósforo foi gerado na formação de estrelas

Astrónomos descobriram que o fósforo, elemento químico essencial à vida, se constituiu durante a formação de estrelas e sugerem que chegou à Terra através de cometas. Uma equipa de astrónomos detetou monóxido de fósforo na região …

Nova máquina repara e mantém fígados vivos fora do corpo humano durante uma semana

Um novo sistema consegue manter um fígado humano vivo fora do corpo durante sete dias, período no qual o órgão danificado pode ser reparado e preparado para o transplante. As tecnologias convencionais conseguem sustentar um fígado …