Portugal obrigado a dar 853 milhões por ano para salvar bancos europeus

O Estado português está forçado a contribuir com 853 milhões de euros para o novo Fundo Único de Resolução que visa salvar os bancos europeus em dificuldades financeiras. Um valor a ser pago neste ano e, em igual montante, também no próximo.

Os dados são avançados pelo Dinheiro Vivo, que nota que este “megafundo europeu“, que só foi constituído no início deste ano, tem ainda pouco dinheiro de reserva. Assim, exige aos países-membros da União Europeia o seu contributo para o confortarem.

O Fundo Único de Resolução (FUR) surgiu no âmbito da ideia do chamado bail in” (ou resgate interno) e que tem por princípio a lógica de que “as crises bancárias devem ser pagas pela própria banca”, conforme sustenta o Dinheiro Vivo.

Contudo, os bancos alegam não ter fundos suficientes para confortar o FUR com os valores necessários. Deste modo, é necessária a intervenção dos Estados e dos fundos públicos.

O FUR tem actualmente, 10,8 mil milhões de euros em dinheiro, de acordo com dados de uma fonte oficial da instituição citados pelo Dinheiro Vivo.

Até Setembro passado, os bancos portugueses já adiantaram ao FUR 144,5 milhões de euros, segundo a mesma fonte. Esta verba foi recolhida através do Fundo de Resolução nacional, gerido pelo Banco de Portugal, e enviada depois para o Fundo europeu.

Mas este valor respeita apenas, a “1% do total” da contribuição de Portugal, afiança-se no Dinheiro Vivo.

Assim, o Estado terá que emprestar ao FUR 853 milhões de euros este ano e outro tanto em 2017.

Os valores estão inscritos no Orçamento de Estado para 2017 e entram em jogo nas contas do défice.

O Estado já foi forçado a entrar com um empréstimo de 3,9 mil milhões de euros para o Fundo de Resolução nacional.

O FUR tem como objectivo recolher 55 mil milhões de euros até 2023. Mas teme-se que a parca “almofada” recolhida até agora possa vir a ser usada mais depressa do que se desejaria, perante as difíceis situações financeiras do banco alemão Deutsche Bank e do banco italiano Monte dei Paschi di Siena.

ZAP

PARTILHAR

10 COMENTÁRIOS

    • A Primeira e a Segunda também iam acabar com muita coisa e foi o que se viu. Cada vez pior. Séculos e séculos de opressão e violência e com as novas tecnologias isto vai tornar-se verdadeiramente insuportável.

  1. Quando há ganhos distribuem pelos accionistas, pagam chorudos salários e sugam os clientes com comissões.
    Quando há prejuizos continua a mamadeira mas quem sutenta a farra são os contrbuintes e os pps clientes a quem não duvidam em tirar a casa se não paga a prestação.

  2. Verdade mesmo….quando há lucros os accionistas recebem…quando existe prejuizo o povo que suporte. Talvez estejamos melhor fora da UE. Estamos mais a ser prejudicados que beneficiados….

  3. E porque não começar por averiguar e responsabilizar quem cometeu os erros. A Banca só perde por Fraudes e Corrupção…

RESPONDER

Já sabemos qual vai ser o primeiro fruto a ser plantado na EEI (e é picante)

Se tudo correr como planeado, em novembro deste ano, a Estação Espacial Internacional (EEI) vai ficar um bocadinho mais picante. De acordo com o Science Alert, os investigadores querem enviar para a Estação Espacial Internacional (EEI) …

O Hubble encontrou um buraco negro que não devia existir

Algo estranho está a acontecer a 130 milhões de anos-luz da Via Láctea na galáxia espiral NGC 3174. Há um disco fino de material a rodear o seu pequeno e esfomeado buraco negro. Discos como os …

Alimentos para bebés têm excesso de açúcar, alerta a OMS

A Organização Mundial de Saúde (OMS) detetou em quatro cidades da Europa que pelo menos um em cada três alimentos infantis tem níveis de açúcar excessivos e são comercializados de forma incorreta como adequados para …

Estilo de vida saudável pode compensar risco genético de Alzheimer

Novas pesquisas sugerem que um estilo de vida saudável pode reduzir em um terço o risco de doença de Alzheimer ou outras formas de demência, mesmo existindo genes que aumentem o risco destas doenças. Investigadores britânicos …

Lançada Barbie em homenagem a David Bowie

A Matel acaba de lançar uma Barbie em homenagem ao músico britânico David Bowie, que faleceu em 2016, noticia esta semana a Associated Press. De acordo com a agência noticiosa, a nova da Barbie visa celebrar …

Netflix retrata a trágica história de Nicolau II, o último czar da Rússia

A Netflix acaba de lançar The Last Czars, uma série documental sobre a história de Nicolau II e a sua família, que acabou por ditar o fim da dinastia de 300 anos dos Romanov e …

Português desce e Matemática volta à positiva nos exames do 9.º ano

As médias dos alunos do 9.º ano nos exames desceram este ano a Português e subiram a Matemática, voltando a uma média positiva, mas com uma taxa de reprovação ainda a rondar os 30%. Os exames …

A famosa "Pirâmide Curvada" do faraó Senefuru foi aberta ao público pela primeira vez em mais de 50 anos

No Egito, foi aberta ao turismo, pela primeira vez desde 1965, a famosa "Pirâmide Curvada", construída por ordem do faraó Senefuru há 4.600 anos. Localizada em Dahshur, a 40 quilómetros a sul do Cairo, a pirâmide, …

Príncipe Carlos diz que temos 18 meses para salvar a humanidade

O príncipe Carlos admite que os próximos 18 meses serão cruciais para a sobrevivência dos seres humanos. Durante este tempo, os líderes mundiais terão de controlar as mudanças climáticas para evitar uma catástrofe irreversível. "Senhoras e …

Novo filme da saga Bond tem Agente 007 feminina

De acordo com jornais ingleses, o filme Bond 25 não terá um novo James Bond, mas sim uma nova Agente 007. No filme, que será uma homenagem ao legado de Roger Moore e de todos …