Portugal obrigado a dar 853 milhões por ano para salvar bancos europeus

O Estado português está forçado a contribuir com 853 milhões de euros para o novo Fundo Único de Resolução que visa salvar os bancos europeus em dificuldades financeiras. Um valor a ser pago neste ano e, em igual montante, também no próximo.

Os dados são avançados pelo Dinheiro Vivo, que nota que este “megafundo europeu“, que só foi constituído no início deste ano, tem ainda pouco dinheiro de reserva. Assim, exige aos países-membros da União Europeia o seu contributo para o confortarem.

O Fundo Único de Resolução (FUR) surgiu no âmbito da ideia do chamado bail in” (ou resgate interno) e que tem por princípio a lógica de que “as crises bancárias devem ser pagas pela própria banca”, conforme sustenta o Dinheiro Vivo.

Contudo, os bancos alegam não ter fundos suficientes para confortar o FUR com os valores necessários. Deste modo, é necessária a intervenção dos Estados e dos fundos públicos.

O FUR tem actualmente, 10,8 mil milhões de euros em dinheiro, de acordo com dados de uma fonte oficial da instituição citados pelo Dinheiro Vivo.

Até Setembro passado, os bancos portugueses já adiantaram ao FUR 144,5 milhões de euros, segundo a mesma fonte. Esta verba foi recolhida através do Fundo de Resolução nacional, gerido pelo Banco de Portugal, e enviada depois para o Fundo europeu.

Mas este valor respeita apenas, a “1% do total” da contribuição de Portugal, afiança-se no Dinheiro Vivo.

Assim, o Estado terá que emprestar ao FUR 853 milhões de euros este ano e outro tanto em 2017.

Os valores estão inscritos no Orçamento de Estado para 2017 e entram em jogo nas contas do défice.

O Estado já foi forçado a entrar com um empréstimo de 3,9 mil milhões de euros para o Fundo de Resolução nacional.

O FUR tem como objectivo recolher 55 mil milhões de euros até 2023. Mas teme-se que a parca “almofada” recolhida até agora possa vir a ser usada mais depressa do que se desejaria, perante as difíceis situações financeiras do banco alemão Deutsche Bank e do banco italiano Monte dei Paschi di Siena.

ZAP

PARTILHAR

10 COMENTÁRIOS

    • A Primeira e a Segunda também iam acabar com muita coisa e foi o que se viu. Cada vez pior. Séculos e séculos de opressão e violência e com as novas tecnologias isto vai tornar-se verdadeiramente insuportável.

  1. Quando há ganhos distribuem pelos accionistas, pagam chorudos salários e sugam os clientes com comissões.
    Quando há prejuizos continua a mamadeira mas quem sutenta a farra são os contrbuintes e os pps clientes a quem não duvidam em tirar a casa se não paga a prestação.

  2. Verdade mesmo….quando há lucros os accionistas recebem…quando existe prejuizo o povo que suporte. Talvez estejamos melhor fora da UE. Estamos mais a ser prejudicados que beneficiados….

  3. E porque não começar por averiguar e responsabilizar quem cometeu os erros. A Banca só perde por Fraudes e Corrupção…

RESPONDER

Cientistas conseguiram manter tecido cerebral de cobaias vivo durante semanas

Cientistas japoneses conseguiram manter partes de tecido cerebral de cobaias vivas e viáveis durante 25 dias, isoladas numa cultura, graças a um novo método. De acordo com o Science Alert, a chave para o sucesso foi …

Arqueólogos descobrem 25 sítios que comprovam presença militar romana no Norte e na Galiza

Investigadores portugueses e galegos descobriram 25 novos sítios no Norte de Portugal e na Galiza que “comprovam arqueologicamente” a presença militar romana nos dois territórios, correspondendo a maioria dos locais a “acampamentos militares”, revelou hoje …

EUA poderão manter alguns efetivos na Síria para proteger poços de petróleo

Os EUA planeiam deixar alguns efetivos no nordeste da Síria para proteger instalações petrolíferas e garantir o combate contra um possível ressurgimento do grupo extremista Estado Islâmico (EI), disse hoje o secretário de Defesa dos …

Polícias realizam manifestação conjunta em Lisboa a 21 de novembro

Elementos da PSP e da GNR realizam a 21 de novembro, em Lisboa, uma manifestação conjunta para exigirem ao novo Governo "a resolução rápida" dos problemas que ficaram por resolver na anterior legislatura. Com o lema …

Sérvia punida por racismo no jogo com Portugal

A UEFA condenou nesta segunda-feira a Sérvia a disputar o próximo jogo da fase de qualificação para o Euro 2020 à porta fechada, por manifestações racistas na partida com Portugal, disputada em Belgrado, que terminou …

Juve Leo lança críticas à direção: Um clube sem rumo e que precisa de bodes expiatórios

Depois de o Sporting rescindir os protocolos com a Juventude Leonina e com o Diretivo Ultras XXI devido à "escalada de violência" recente, a Juve Leo reagiu em comunicado com duras críticas à direção de …

Um terço dos fogos deste ano tiveram como causa queima e queimadas

Um terço dos incêndios florestais registados este ano e investigados tiveram como causa queimadas e queimas, revela o último relatório do Instituto da Conservação da Natureza e das Florestas (ICNF). O relatório provisório de incêndios rurais, …

De Nova Iorque a Sydney em 19 horas. Avião da Qantas bate recorde

O primeiro voo comercial direto entre as cidades de Nova Iorque e Sydney, com mais de 19 horas, terminou, este domingo, na cidade australiana. O teste realizado pela companhia aérea Qantas faz parte do Project Sunrise, …

Marcelo ficou "muito impressionado" pela destruição do furacão Lorenzo nos Açores

O Presidente da República visitou, este domingo, o porto das Lajes das Flores, que ficou destruído após a passagem do furacão Lorenzo pelos Açores, mostrando-se "muito impressionado" pela destruição "massiva". "Muito impressionado com aquilo que foi …

Sporting é o terceiro clube com mais jogadores da formação espalhados pela Europa

O Sporting é o terceiro clube com mais jogadores da sua formação a atuarem nas ligas europeias e o emblema português mais representado nas 'big 5', segundo o observatório de futebol do Centro Internacional de …