Portugal tem moedas de 2 euros a mais (e até já exporta)

Com excesso de moedas de 2 euros, o Portugal está a “exportar” para a Irlanda e para a Eslováquia. Em dois anos foram trocados 300 milhões de moedas de várias denominações entre o Banco de Portugal e os bancos centrais destes países.

Em Portugal, o escudo foi substituído pelo euro no início do ano de 2002. Quatro anos depois, em 2006, o Banco de Portugal fez a última encomenda de moedas de 2 euros à Imprensa Nacional Casa da Moeda (INMC). Desde aí, não voltou a pedir cunhagem de mais moedas de 2 euros nacionais.

Isto por causa de um excedente de exemplares em circulação no país , que se tem acumulado na última década, de acordo com a Visão. Não só porque os portugueses reduziram o uso das destas moedas nos pagamentos, mas ainda porque houve uma forte migração de moedas para Portugal, nomeadamente por via do turismo.

A justificação é dada pelo Banco de Portugal no boletim anual Notas e Moedas, divulgado esta quarta-feira. Apesar de nos últimos dois anos a tendência se ter invertido ligeiramente, há mais de uma década que continua a haver excedentes da moeda em circulação em Portugal.

Ao Banco de Portugal continuam a regressar estas moedas “numa quantidade significativamente superior à colocada em circulação”. Já as outras denominações continuam a ser regularmente produzidas pela INMC.

As moedas de 2 euros em circulação no país são as que apresentam maior peso de moedas de face estrangeira, com origem fora de Portugal. No ano passado, das 2.400 moedas desta denominação analisadas pelo Banco de Portugal em circulação, só 10,6% tinham face nacional, correspondendo os restantes 89,4% à Alemanha, Espanha e França.

Este é um valor acima da média para a generalidade das moedas em circulação em Portugal. Em 2017, 53,3% das 19.200 moedas analisadas (com valores entre 1 cêntimo e 2 euros) tinham face estrangeira.

Para equilibrar os excedentes, o Banco de Portugal não só deixou de fazer novas encomendas de moedas de dois euros, como recorreu nos últimos anos a acordos com bancos homólogos para a troca de denominações. Agora, Portugal é “exportador” de moedas de 2 euros para a Irlanda e para a Eslováquia, levando a movimentar milhões destes valores nos últimos meses entre os três países.

No ano passado, o acordo com o Banco Central da Irlanda para regularizar o excedente de moeda levou à “maior operação logística de numerário em Portugal ocorrida desde a introdução do euro e a retirada do escudo,” refere o boletim.

Assim, Portugal trocou moedas de 2 euros por moedas de 1 e 2 cêntimos que eram excedentárias na Irlanda depois da adoção do arredondamento voluntário dos pagamentos para o múltiplo de cinco cêntimos mais próximo. Rapidamente, Portugal “livrou-se” de moedas para as quais não havia procura e evitou ter de encomendar nos próximos anos a produção de moedas de 1 e 2 cêntimos.

Este ano a autoridade portuguesa fez outro acordo com o homólogo da Eslováquia através do qual fez sair mais moedas de 2 euros. Desta vez a troca foi por moedas de 1 euro, o que também permitiu adiar a produção desta denominação em território nacional.

Nas duas operações foram movimentadas um total de 304 milhões de moedas: 274 milhões de moedas no caso da troca com a Irlanda por 1 e 2 cêntimos; 30 milhões no caso da troca com a Eslováquia por moedas de 1 euro.

Ambos os acordos foram “vantajosos para o Estado,” defende o Banco de Portugal, que espera “poder continuar a realizar acordos semelhantes com outros Estados-Membros.”

ZAP //

PARTILHAR

RESPONDER

Elon Musk doou 1.000 ventiladores a hospitais (mas eram do tipo errado)

Nos últimos dias, Elon Musk, CEO da Tesla, recebeu muitos elogios por ter doado mil ventiladores a hospitais da Califórnia, que enfrentam um número esmagador de casos de coronavírus. Porém, os ventiladores não eram do …

Coronavírus pode replicar-se na boca e nariz durante uma semana antes de infetar pulmões

O coronavírus pode permanecer e replicar-se na boca e no nariz durante uma semana antes de infetar aos pulmões, à traqueia e aos brônquios, revela um estudo, que mostra igualmente que é expulso do organismo …

PSP vai utilizar câmaras portáteis em drones no estado de emergência

A PSP vai utilizar 20 câmaras portáteis de videovigilância, 18 das quais vão ser instaladas em ‘drones’, durante o estado de emergência devido à pandemia de covid-19, anunciou esta quinta-feira o Ministério da Administração Interna …

Em Nova Iorque, prisioneiros são usados para cavar valas comuns

Nova Iorque está a oferecer seis dólares por hora e material de proteção individual aos prisioneiros de Rikers Island que aceitem ajudar a cavar valas comuns. Projeções da Fundação Gates apontam que, em Nova Iorque, o …

EUA estará a pagar para desviar carregamentos de máscaras adquiridas por França

As autoridades francesas estão a acusar os Estados Unidos de terem pago para desviar um carregamento de máscaras faciais oriundo da China. Este episódio é apenas mais um na saga sobre a escassez de máscaras de …

Cerca de 1200 reclusos podem vir a ser libertados

Cerca de 1200 reclusos podem vir a ser libertados antecipadamente para prevenir a propagação da pandemia de covid-19 no meio prisional, revelou esta quinta-feira a ministra da Justiça, Francisca Van Dunem, em declarações à RTP3. A …

OMS e EUA ponderam alargar recomendação para uso de máscaras

A Organização Mundial de Saúde (OMS) vai reavaliar as suas recomendações sobre o uso de máscaras para prevenir a contaminação com covid-19, disse esta quinta-feira o presidente do grupo de especialistas que vai discutir o …

Covid-19. Mais de 95% das vítimas mortais na Europa tinham mais de 60 anos

O diretor regional para a Europa da Organização Mundial de Saúde (OMS), Hans Kluge, revelou esta quinta-fera que mais de 95% das vítimas mortais da covid-19 na Europa têm mais de 60 anos de idade. Em …

Curva portuguesa mostra abrandamento de novos casos (mas é preciso "cautela")

Portugal tem assistido desde o dia 25 de março a um abrandamento do aumento percentual diário de novos casos de covid-19, segundo dados divulgados pelo Barómetro Covid-19 da Escola Nacional de Saúde Pública (ENSP). Segundo Carla …

"Ganhámos a primeira batalha". Presidente renova estado de emergência

O Presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa, anunciou oficialmente a renovação do estado de emergência nesta quinta-feira por mais quinze dias, prolongando-se este estado de exceção até 17 de abril. Numa mensagem ao país a …