Portugal ainda à espera dos ventiladores comprados à China. Governo paga 2 milhões à TAP para os ir buscar

Alejandro Garcia / EPA

Portugal continua sem receber cerca de 1000 ventiladores adquiridos à China, com o intuito de duplicar a resposta do Serviço Nacional de Saúde (SNS) aos casos mais graves de Covid-19. Os aparelhos tardam em chegar e o Governo já fez um contrato de milhões com a TAP para os ir buscar.

No passado dia 12 de Abril, a ministra da Saúde, Marta Temido, reconheceu que o material adquirido à China, incluindo ventiladores e equipamentos de protecção, estava atrasado. “Na China, os regulamentos sobre transportes mudaram, obrigando a novas autorizações que estamos a diligenciar por obter, que demoraram alguns dias, e isso atrasou o transporte”, salientou Temido.

Além das questões burocráticas, há ainda uma “guerra secreta” por ventiladores entre os vários países, dada a elevada procura para responder à pandemia de Covid-19.

Certo é que dos 1151 ventiladores que Portugal adquiriu à China, apenas “73 já se encontram em Portugal”, apurou o Correio da Manhã (CM) junto de fonte oficial.

O jornal salienta que o Ministério da Saúde espera que “cheguem ao nosso país outros 48 aparelhos na próxima quarta-feira, mas nada é certo“.

Segundo as contas do CM, cada ventilador custa a Portugal cerca de 18.200 euros. No total, a encomenda de 1151 aparelhos deverá custar mais de 20,9 milhões de euros.

O Público já tinha anunciado, há cerca de duas semanas, um atraso na entrega de equipamentos vindos da China. De acordo com o jornal, até 17 de Abril só tinham sido entregues à Embaixada de Portugal em Pequim 65 ventiladores.

Alguns desses ventiladores que chegaram a Portugal, têm botões em mandarim.

Antes da pandemia, Portugal tinha 1142 aparelhos de ventilação invasiva nos hospitais do SNS. O objectivo da encomenda à China pretendia duplicar a oferta.

Entretanto, para tentar agilizar a entrega de equipamentos vindos da China, a Administração Central do Sistema de Saúde assinou com a TAP contratos por ajuste directo no valor global de 2,17 milhões de euros, conforme avança o Expresso.

O semanário cita contratos celebrados a 1, 8, 11 e 28 de Abril para o frete de aviões da TAP. “São três contratos de 622 mil euros (cada um relativo a dois voos Lisboa – Pequim – Lisboa) e um quarto contrato no valor de 311 mil euros (para um voo para a mesma rota)”, explica o Expresso.

ZAP //

PARTILHAR

7 COMENTÁRIOS

  1. Que rica mina para a China e ainda por cima com botoes em Mandarim, vale tudo. Oxalá, que nao se prove um dia, que o virus foi fabricado/feito/erro ou outra causa mal explicada, culpa da China que a meu ver já suspeito ha muito.
    Nao haverá em mais nenhum lado do mundo ventiladores capazes e com instruçoes em Ingles pelo menos ou interessa pagar favores outrora recebidos?

    • Ter os botões em mandarim é o menor dos problemas, basta colocar outro na língua que se quiser. O tamanho dos botões é standard. E numa linha de montagem, que ainda por cima deve estar um caos, não admira.
      Quanto a culpas, não existem dúvidas que têm. Pelo menos o não terem divulgado mais cedo, o que nem no seu território fizeram. O medo dos chefes…. e de perderem o “tacho”, explica muito.
      Quanto a existir mais nenhum lado no mundo a fabricá-los e a exportá-los, acredito que assim seja. Quem os tiver, primeiro vai prevenir-se. Mas nós não estamos já a fabricar? Ainda vão sucatear muitos, se os números se mantiverem controlados!

  2. Penso que sim, pelo menos as noticias assim o disseram, quanto ao estar em mandarim eu sei que se colocam outros, mas é preciso saber as instruçoes de manuseamaento nao é só colocar botoes; estas sao maquinas sofisticadas. Eu referia-me a falta de digamos consideraçao tacto ou chame-se o que se quizer pois eles elementarmente deveriam vir se nao em Portugues pelo menos em Ingles.

  3. A China não faz cópias em força de tudo o que “mexe” no mundo.
    Portugal que os copie, excepto o mandarim.
    Temos universidades que baste para isso, e indústria capaz.
    Mas como somos da União, não podemos copiar, depois vamos gastar milhões em cópias de material da própria China.

    Ou vão afirmar que é patente própria, até pode ser uma patente com uma ligeira alteração.

    Somos um povo com capacidade incrível, por outro lado não se entende como chegamos a este ponto….
    Eu não compreendo, mas também sou Zé Povinho, inculto e “Burro”.

    Enfim….

  4. “Portugal desespera…”
    Mais um título à CM… claro que qualquer título como “Portugal ainda espera…” faria mais sentido mas não era a mesma coisa!…
    Portugal não desespera porque, felizmente, a maioria dos ventiladores existentes em território nacional estão parados por não serem necessários.

RESPONDER

Maria de Belém, Paulo Macedo, Adalberto Campos Fernandes. Marcelo chama seis ex-ministros a Belém

O Presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa, vai chamar a Belém seis ex-ministros do setor para falar sobre a resposta da Saúde durante a pandemia. De acordo com o semanário Expresso, Marcelo Rebelo de Sousavai …

Pai de Rosa Grilo constituído arguido por suspeita de favorecimento pessoal

O pai de Rosa Grilo, Américo Pina, foi esta quarta-feira constituído arguido num segundo processo relacionado com a morte do triatleta Luís Grilo. Segundo o jornal Público, a notícia foi confirmada por fonte próxima do processo, …

NOS e Vodafone vão partilhar equipamentos de redes móveis

A NOS e a Vodafone fecharam acordos com vista à partilha de infraestruturas e equipamentos de rede móvel, abrangendo as tecnologias 2G, 3G e 4G. A NOS e a Vodafone anunciaram um acordo de partilha de …

Eutanásia começa a ser discutida. Deputados consideram pergunta "confusa" e "não" é quase certo

A discussão sobre a eutanásia começa hoje no Parlamento e estende-se até sexta-feira. A proposta, que conta com o apoio da Igreja Católica, deve ser chumbada, tendo em conta os sentidos de voto já conhecidos, mas …

Cabrita mantém auditoria sobre falhas na GNR e PSP em segredo

A auditoria "Cartografia de Risco", feita pela Inspeção-Geral da Administração Interna (IGAI) que detetou falhas na formação e organização na GNR e na PSP, continua em segredo no gabinete do ministro da Administração Interna, Eduardo Cabrita. Em …

Assassino publicou áudio a dizer que "vingou o profeta". Pai de aluna e dois menores podem ter sido cúmplices

O assassino do professor francês que mostrou caricaturas de Maomé numa aula divulgou uma mensagem de áudio nas redes sociais em que dizia ter vingado o profeta, após publicar uma fotografia da sua vítima, avança …

Avanços e ajustamentos em pezinhos de lã. Sem certezas, Governo tenta aproximar-se à esquerda

A tensão entre o PS e a esquerda já dura há duas semanas. O Governo já fez algumas cedências em troca do "sim" dos parceiros, mas falta a análise que tarda em chegar. Fonte do Governo …

"Bazuca" dá mais mil milhões para "revolução" nos transportes de Lisboa e Porto

O ministro do Ambiente e da Ação Climática, João Pedro Matos Fernandes, diz que estamos perante uma "revolução" que vai mudar muito a circulação das pessoas em Lisboa e no Porto. O dinheiro vindo da União …

"Médicos pela Verdade". Ordem abre processo contra movimento que desvaloriza gravidade da covid-19

A Ordem dos Médicos abriu processos disciplinares a 7 médicos do movimento Médicos pela Verdade, grupo que desvaloriza a gravidade da covid-19 e se mostra contra o uso generalizado de máscaras e de testes de …

"Esta é a crise das nossas vidas". Vieira da Silva diz que chumbo do OE seria "dificilmente compreensível"

O ex-ministro do Trabalho, Solidariedade e Segurança Social, José António Vieira da Silva, elogiou, em entrevista ao jornal ECO, a proposta para Orçamento de Estado para 2021 (OE2021) e disse que seria "estranho" que não …