Polónia acusa União Soviética de ter conspirado com a Alemanha nazi

nara.gov / Wikimedia

Estaline assiste à assinatura do pacto Molotov-Ribbentrop

Durante o seu discurso de comemoração do 71º aniversário da Revolta de Varsóvia, o ministro da Defesa da Polónia, Antoni Macierewicz, acusou a União Soviética de ter conspirado com a Alemanha Nazi para aniquilar o povo polaco.

“A história dos últimos 80 anos seria muito diferente se essa geração da Polónia independente não tivesse sido exterminada de forma terrível pelo gigante criminoso soviético e alemão. Varsóvia também seria diferente”, disse Macierewicz.

De acordo com o ministro, “o motor da luta” durante a Revolta de Varsóvia em 1944 foi o desejo de reestabelecer “um estado nacional polaco independente“.

Essa “era uma ideia que juntava todos os varsovianos e polacos que lutavam contra a barbárie soviética e alemã, que tinham de lutar contra dois inimigos simultaneamente que tinham conspirado contra a existência do povo polaco”, acrescentou Macierewicz.

“Esta parte da história começou com a assinatura do pacto Molotov-Ribbentrop“, e a etapa seguinte foi “a infecção vermelha e as tropas soviéticas que estavam à espera de que Varsóvia fosse aniquilada pelos carrascos alemães”, concluiu.

O pacto de não-agressão entre a Alemanha e a União Soviética, ou pacto Molotov-Ribbentrop, foi assinado a 23 de agosto de 1939. O pacto e os protocolos secretos deram liberdade de acção à Alemanha nazi, que a 1 de setembro de 1939 invadiu a Polónia e ocupou os seus territórios ocidentais – levando a Inglaterra a declarar guerra à Alemanha.

(ad)

Casamento entre Hitler e Estaline: caricatura da época satiriza o Pacto Molotov-Ribbentrop.

A 17 de setembro de 1939, as tropas soviéticas entraram na Ucrânia Ocidental e na Bielorrússia Ocidental, territórios que pertenciam na altura à Polónia. Assistiu-se então a uma partilha dos territórios polacos em zonas de influência entre a União Soviética e a Alemanha, prevista pelos protocolos secretos.

O pacto e outros acordos entre a Alemanha e a União Soviética deixaram de vigorar, de acordo com as normas do direito internacional, depois da invasão da União Soviética pela Alemanha em 22 de junho de 1941.

De acordo com os historiadores, foram mortas de 30 a 75 mil pessoas durante a Revolta de Varsóvia. A janeiro de 1944, Varsóvia foi libertada pelo Primeiro Exército das Forças polacas, formado na União Soviética.

Avatar ZAP // Sputnik News

PARTILHAR

6 COMENTÁRIOS

  1. É um facto histórico que o pacto Molotov-Ribbentrop tinha como objectivo, entre outros, repartir a Polónia entre a Alemanha e URSS.

    Na verdade, a URSS quis fazer parte das potências do Eixo. Hitler é que não aceitou a oferta.

    • ???????????????? Nada disso. O pacto foi assinado porque o Hitler sabia muito bem que não poderia nesse momento assumir uma guerra em duas frentes, contra várias potências em simultâneo. O pacto foi posteriormente quebrado por Hitler porque pensou que melhor do que pagar pelo petróleo que vinha da região do mar cáspio, seria ser dono desta região. E assim foi furado o pacto e a Alemanha invadiu a Rússia. Grande erro, de resto. Já Napoleão o tinha cometido anteriormente. Quanto ao Estaline viu a possibilidade de ganhar dinheiro com tudo isto (vendia quantidades incomensuráveis de petróleo à Alemanha nazi) e na esperança de poder ficar com uma grande parte do leste europeu.

RESPONDER

Há uma "grande probabilidade" de variante de Manaus se tornar dominante em Portugal, diz Sociedade Brasileira de Virologia

A variante do SARS-CoV-2 detetada em dezembro em Manaus, no Brasil, pode vir a tornar-se dominante em Portugal, disse o presidente da Sociedade Brasileira de Virologia, Flávio Guimarães da Fonseca, apesar de no momento ainda ser …

Voo humanitário para o Brasil chegou a custar mais de 1.350 euros

O Público avança que o bilhete de um "voo humanitário" da TAP para o Brasil estava a ser vendido por 837 euros no início desta terça-feira. Horas depois, os "últimos lugares" estavam a ser disponibilizados …

Afinal, grupo de trabalho para a vacinação no Parlamento não vai existir

Afinal, ao contrário do que foi avançado esta terça-feira, o grupo de trabalho que devia coordenar o processo de vacinação dos deputados não vai existir. A Assembleia da República esclareceu esta tarde, em comunicado, que não …

Novo estudo indica que coronavírus pode sobreviver na roupa até 72 horas

De acordo com um estudo britânico, o novo coronavírus pode sobreviver na roupa ao longo de até 72 horas. Os especialistas alertam que pode ainda ser transferido da roupa para outras superfícies. Um estudo da universidade …

Polícia espanhola apreende 387 quilos de cocaína em navio chegado do Brasil

A polícia espanhola apreendeu 387 quilos de cocaína no porto de Santa Cruz de Tenerife, nas ilhas Canárias, numa inspeção feita a um camião que viajava num navio chegado do Brasil. O Ministério do Interior (Administração …

SEF detém suspeito de auxiliar pessoas a emigrar ilegalmente para a Irlanda

O Serviço de Estrangeiros e Fronteiras (SEF) deteve, na segunda-feira, um cidadão europeu por suspeitas da prática do crime de auxílio à imigração ilegal. O Serviço de Estrangeiros e Fronteiras (SEF) deteve, em Lisboa, um cidadão …

Afinal, primeira morte por covid-19 na Europa foi na Sérvia

Um trabalhador da construção civil morreu de covid-19 em fevereiro de 2020 em Belgrado, 10 dias antes de outra pessoa ter morrido em França, podendo ter sido afinal a primeira morte pela doença no continente, …

Vacina da Johnson & Johnson considerada eficaz pelos Estados Unidos

O regulador norte-americano, a Food and Drug Administration, aprovou a vacina produzida pela Johnson & Johnson para utilização de emergência em todo o país. A vacina de dose única da Johnson & Johnson contra a covid-19 …

Banco de Portugal alerta sobre investimento em Bitcoin e outras criptomoedas

O Banco de Portugal (BdP) lançou esta quarta-feira um novo aviso aos consumidores sobre os riscos relativos ao investimento em bitcoin e outras criptomoedas, devido à "recente volatilidade observada nos preços de determinados ativos virtuais". "Não …

Sismo de magnitude 5,7 perto da capital da Islândia

O epicentro do terramoto, registado às 10:05 (mesma hora em Lisboa), situa-se perto do Monte Keilir, na Islândia. Um sismo de magnitude 5,6 abalou esta manhã o sudoeste da Islândia, incluindo a capital, Reiquejavique, sem vítimas …