Polónia acusa União Soviética de ter conspirado com a Alemanha nazi

nara.gov / Wikimedia

Estaline assiste à assinatura do pacto Molotov-Ribbentrop

Durante o seu discurso de comemoração do 71º aniversário da Revolta de Varsóvia, o ministro da Defesa da Polónia, Antoni Macierewicz, acusou a União Soviética de ter conspirado com a Alemanha Nazi para aniquilar o povo polaco.

“A história dos últimos 80 anos seria muito diferente se essa geração da Polónia independente não tivesse sido exterminada de forma terrível pelo gigante criminoso soviético e alemão. Varsóvia também seria diferente”, disse Macierewicz.

De acordo com o ministro, “o motor da luta” durante a Revolta de Varsóvia em 1944 foi o desejo de reestabelecer “um estado nacional polaco independente“.

Essa “era uma ideia que juntava todos os varsovianos e polacos que lutavam contra a barbárie soviética e alemã, que tinham de lutar contra dois inimigos simultaneamente que tinham conspirado contra a existência do povo polaco”, acrescentou Macierewicz.

“Esta parte da história começou com a assinatura do pacto Molotov-Ribbentrop“, e a etapa seguinte foi “a infecção vermelha e as tropas soviéticas que estavam à espera de que Varsóvia fosse aniquilada pelos carrascos alemães”, concluiu.

O pacto de não-agressão entre a Alemanha e a União Soviética, ou pacto Molotov-Ribbentrop, foi assinado a 23 de agosto de 1939. O pacto e os protocolos secretos deram liberdade de acção à Alemanha nazi, que a 1 de setembro de 1939 invadiu a Polónia e ocupou os seus territórios ocidentais – levando a Inglaterra a declarar guerra à Alemanha.

(ad)

Casamento entre Hitler e Estaline: caricatura da época satiriza o Pacto Molotov-Ribbentrop.

A 17 de setembro de 1939, as tropas soviéticas entraram na Ucrânia Ocidental e na Bielorrússia Ocidental, territórios que pertenciam na altura à Polónia. Assistiu-se então a uma partilha dos territórios polacos em zonas de influência entre a União Soviética e a Alemanha, prevista pelos protocolos secretos.

O pacto e outros acordos entre a Alemanha e a União Soviética deixaram de vigorar, de acordo com as normas do direito internacional, depois da invasão da União Soviética pela Alemanha em 22 de junho de 1941.

De acordo com os historiadores, foram mortas de 30 a 75 mil pessoas durante a Revolta de Varsóvia. A janeiro de 1944, Varsóvia foi libertada pelo Primeiro Exército das Forças polacas, formado na União Soviética.

PARTILHAR

5 COMENTÁRIOS

  1. É um facto histórico que o pacto Molotov-Ribbentrop tinha como objectivo, entre outros, repartir a Polónia entre a Alemanha e URSS.

    Na verdade, a URSS quis fazer parte das potências do Eixo. Hitler é que não aceitou a oferta.

    • ???????????????? Nada disso. O pacto foi assinado porque o Hitler sabia muito bem que não poderia nesse momento assumir uma guerra em duas frentes, contra várias potências em simultâneo. O pacto foi posteriormente quebrado por Hitler porque pensou que melhor do que pagar pelo petróleo que vinha da região do mar cáspio, seria ser dono desta região. E assim foi furado o pacto e a Alemanha invadiu a Rússia. Grande erro, de resto. Já Napoleão o tinha cometido anteriormente. Quanto ao Estaline viu a possibilidade de ganhar dinheiro com tudo isto (vendia quantidades incomensuráveis de petróleo à Alemanha nazi) e na esperança de poder ficar com uma grande parte do leste europeu.

RESPONDER

Lixo espacial cadente iluminou os céus na Austrália

Na sexta-feira passada, pedaços de lixo espacial de um foguetão russo iluminaram os céus na Austrália. Os especialistas dividem-se na possibilidade de bocados dele caírem na Terra. Na sexta-feira passada, num final de tarde como tantos …

Cientistas criaram uma borracha que até rasga (mas concerta-se sozinha)

Investigadores da Universidade Flinders, na Austrália, desenvolveram um novo tipo de borracha que consegue regenerar sozinha. A equipa de investigadores da universidade australiana criou um novo tipo de borracha e um catalisador que, em conjunto, podem …

Dez anos depois, voltou a ser avistado um guepardo do noroeste africano

Naturalistas na Argélia filmaram um guepardo do noroeste africano, uma subespécie listada na Lista Vermelha da União Internacional para a Conservação da Natureza (IUCN) como estando em "perigo crítico", pela primeira vez em dez anos. De acordo …

NASA dedica novo telescópio a Nancy Grace Roman, a "mãe" do Hubble

A NASA renomeou o telescópio Wide Field Infrared Probing Telescope (WFIRST) em homenagem a Nancy Grace Roman, a mãe do Hubble. A NASA batizou o seu telescópio espacial de última geração, atualmente em desenvolvimento, - o …

Guitarrista dos Queen teve um ataque cardíaco que o deixou às portas da morte

Brian May, guitarrista dos Queen, sofreu um ataque cardíaco que o deixou às portas da morte, anunciou o próprio músico, de 72 anos. May partilhou um vídeo no Instagram no qual conta todo o episódio. Tudo …

"Missão Tianwen". China planeia lançar sonda para Marte em julho

A China planeia lançar uma sonda e um pequeno robô de controlo remoto para Marte, em julho, na sua primeira missão ao Planeta Vermelho, anunciou esta segunda-feira a agência responsável pelo projeto. "O nosso objetivo era …

Bairros de lata são incubadoras de covid-19, mas ninguém ajuda os milhões que lá vivem

Bairros de lata, como as favelas, são consideradas incubadores de covid-19. No entanto, pouca atenção lhes tem sido dada na resposta à pandemia. Tendo devastado algumas das cidades mais ricas do mundo, a pandemia do novo …

Morreu Saturn, o jacaré que sobreviveu a um bombardeamento da II Guerra (e que se diz que pertenceu a Hitler)

Saturn, um jacaré norte-americano de 84 anos, morreu esta sexta-feira no jardim zoológico de Moscovo, na Rússia, anunciou a instituição na sua conta de Facebook, dando conta que o animal morreu de velhice. O réptil …

Antiviral Remdesivir pode ser eficaz no combate à covid-19

O antiviral Remdesivir é eficaz contra a covid-19 caso seja administrado antes dos pacientes necessitarem de ventilação mecânica, indica um ensaio internacional com este medicamento, coordenado pelo Hospital Can Ruti, em Badalona, Barcelona, Espanha. Segundo um …

Há uma misteriosa ilha em Nova Iorque que quase ninguém pode visitar (e está abandonada)

A menos de 1,6 quilómetros de Manhattan, em Nova Iorque, localiza-se uma misteriosa ilha abandonada há mais de meio século. É preciso ter autorização do New York City Department of Parks and Recreation para visitar …