China alerta para pneumonia “mais mortal” do que a covid-19. Informações “incorretas”, garante Cazaquistão

Giuseppe Lami / EPA

A Embaixada da China no Cazaquistão alertou esta quinta-feira os cidadãos chineses para uma pneumonia desconhecida, cuja mortalidade é “muito maior” do que a covid-19.

De acordo com o jornal chinês Global Times, que cita um comunicado da embaixada da China no Cazaquistão, a pneumonia de causa desconhecida já matou 1.772 pessoas desde o início do ano. Só em junho, morreram 628 pessoas.

“A taxa de mortalidade da doença é muito maior que a da covid-19“, escreveu a embaixada numa declaração publoicada na plataforma WeChat.

O ministério de saúde do Cazaquistão está a estudar o “vírus desta pneumonia”. “Os departamentos de saúde do país estão a realizar pesquisas comparativas, mas ainda não identificaram o vírus desta doença”, lê-se no comunicado. No entanto, não há indicação de que esta doença esteja relacionada com o novo coronavírus, que causa a covid-19.

A embaixada está a consciencializar os cidadãos chineses no Cazaquistão sobre as medidas para impedir a propagação do vírus. Alguns especialistas chineses disseram que terão de ser tomadas medidas para impedir que a pneumonia se propague para a China. O Cazaquistão faz fronteira com a região autónoma chinesa de Xinjiang Uygur.

Por outro lado, de acordo com a CNN, o Ministério da Saúde do Cazaquistão reconheceu a presença de “pneumonias virais de etiologia não especificada”, mas negou que o surto fosse novo ou desconhecido. “O Ministério da Saúde da República do Cazaquistão declara oficialmente que essa informação não corresponde à realidade”, lê-se no comunicado onde a autoridade de saúde diz que as informações divulgadas pela embaixada chinesa “estão incorretas”.

O ministro disse ainda que vai divulgar ao público os registos dos casos confirmados na próxima semana. O número de casos de pneumonia é 2,2 vezes maior em junho do que em 2019, quando houve 1.700 casos.

Desde meados de junho, 500 pessoas foram infetadas com a pneumonia em três regiões do Cazaquistão. De acordo com a agência de notícias local Kazinform, o ministro da saúde disse que o número de doentes com pneumonia é duas a três vezes maior do que aqueles que foram infetados pelo covid-19.

Em relação à covid-19, o Cazaquistão registou 54.747 casos e 264 mortes e entrou num segundo confinamento desde domingo passado, depois de os casos de infeção terem triplicado no mês passado.

Além disso, os hospitais estão lotados, por isso as autoridades estão a converter arenas de desporto e hotéis em hospitais temporários e a mobilizar estagiários, recém-licenciados e médicos afastados devido a acusações criminais.

Mais de 1,6 milhões de pessoas foram testadas para covid-19 no Cazaquistão. Atualmente, o país está a realizar 90 mil testes por milhão de habitantes (quase 14 mil testes por dia).

ZAP ZAP //

PARTILHAR

5 COMENTÁRIOS

  1. Vamos ver quando chegará aqui ao Ocidente da Europa. Parece que cada vez se vê mais doenças. Crescimento demográfico, alterações climáticas, poluição, desaparecimento de espécies… Caminhamos para a extinção?

  2. excesso de população, … ?
    há que fazer limpeza, …
    tomem lá um virús,…
    enfim, …
    teorias da conspiração, …
    hahahahahaha

  3. O plano elitista de redução populacional está em velocidade cruzeiro.
    Mas a malta continua a papar a “verdade” dos media e, a usar máscara, mesmo quando viajam sozinhos no seu automóvel, fingindo que acreditam que a natureza está revoltada connosco, pois dessa forma doi menos.
    Cambada de zombies hipnotizados.

RESPONDER

Até à Páscoa "as coisas devem ficar como estão", diz António Lacerda Sales

O Secretário de Estado da Saúde, António Lacerda Sales, admitiu, em entrevista ao SAPO24, que foram cometidos erros desde o início da pandemia e defendeu que até à Páscoa "as coisas devem ficar como estão". Um …

Trabalhar no Interior. Benefícios fiscais tiveram impacto de 27 milhões (e programa deve ser prorrogado)

Os benefícios fiscais previstos no Programa de Valorização do Interior (PVI) tiveram um impacto de cerca de 27 milhões de euros em 2020, revelou o Ministério da Coesão Territorial, destacando a aprovação de projetos …

Regulador da aviação trava construção do aeroporto do Montijo

O parecer negativo das câmaras do Seixal e da Moita e a não emissão por Alcochete levaram a Autoridade Nacional da Aviação Civil (ANAC) a recusar emitir um parecer prévio de viabilidade do aeroporto do …

França aprova vacina da AstraZeneca para maiores de 65 anos. Única dose das vacinas reduz hospitalização nos mais idosos

O Governo francês alargou a idade de toma da vacina da AstraZeneca, que estava reservada para pessoas entre os 50 e os 64 anos. A partir de agora, pessoas com até 75 anos também vão …

OMS diz que é prematuro e "não realista" pensar-se que a pandemia acaba este ano

O diretor executivo do Programa de Emergências em Saúde da OMS diz que é prematuro pensar-se que a pandemia termina até ao fim do ano, mas que é possível é reduzir as hospitalizações e as transmissões …

A escolha de Moedas para Lisboa (ou de como Marcelo puxou os cordelinhos no PSD)

Rui Rio foi forçado a confirmar o nome de Carlos Moedas como candidato do PSD à Câmara de Lisboa depois de ter havido uma fuga de informação para a imprensa. E há quem especule que …

Duterte demite embaixadora no Brasil filmada a agredir funcionária

Esta segunda-feira, Rodrigo Duterte anunciou ter assinado a demissão da embaixadora das Filipinas no Brasil, Marichu Mauro. O Presidente das Filipinas, Rodrigo Duterte, demitiu a embaixadora no Brasil, depois de esta ter sido filmada a agredir …

Portugal tem menos de 2 mil internados pela primeira vez desde outubro. Há mais 38 óbitos e 691 novos casos de covid-19

Portugal registou esta terça-feira 691 novos casos de infeção por covid-19 e mais 38 mortes, segundo o boletim epidemiológico da Direção-Geral da Saúde (DGS). De acordo com o boletim epidemiológico divulgado pela Direção-Geral da Saúde, nas …

Marcelo falou com Presidente de Israel sobre vacinação e relações bilaterais

O Presidente da República falou por telefone com o seu homólogo israelita, Reuven Rivlin, sobre a pandemia de covid-19, o processo de vacinação, as relações bilaterais e a situação geopolítica global O Presidente da República, Marcelo …

Trump e Melania foram vacinados em privado em janeiro, antes de abandonarem a Casa Branca

Donald Trump e Melania Trump foram vacinados discretamente em janeiro antes de abandonarem a Casa Branca, admitiu um conselheiro do ex-Presidente dos EUA a vários meios de comunicação do país. Segundo o New York Times, a …