PJ descobre pedófilo relacionado com desaparecimento de Maddie

Crimewatch / BBC

http://www.bbc.co.uk/programmes/p01vtfjf

Maddie McCann

O pedófilo suspeito revelado hoje pelas autoridades policiais britânicas de ter atacado cinco crianças no Algarve foi investigado pela Polícia Judiciária (PJ) e está alegadamente relacionado com o desaparecimento de Madeleine McCann, em 2007.

Fonte da PJ disse à agência Lusa que “a informação divulgada hoje pela Metropolitan Police corresponde à linha de investigação descoberta pela equipa da PJ liderada por Helena Monteiro”.

A mesma fonte precisou que “a reabertura do inquérito” judicial surgiu na sequência da investigação do suspeito pela PJ.

“Essa linha de investigação foi dada a conhecer à polícia inglesa e aos pais de Maddie [Gerry e Kate McCann], em reunião realizada em outubro de 2013, nas instalações da PJ, em Lisboa”, referiu.

Esclareceu ainda a fonte que “o inquérito continua aberto e a PJ prossegue a investigação com a reserva e discrição que a tem caracterizado”, acrescentando que “a identificação de cinco situações com idêntico ‘modus operandi’ permitem admitir como possível que estes crimes tenham sido cometidos pelo mesmo autor e que este possa estar relacionado com o desaparecimento de Madeleine”.

O detetive inspetor-chefe da Metropolitan Police Andy Redwood disse hoje que a polícia britânica está a investigar o desaparecimento de Madeleine McCann pelo alegado pedófilo que atacou cinco crianças no Algarve.

Um apelo transmitido nas televisões britânica, alemã e holandesa revelou vários retratos robô de homens suspeitos e apelava a informação sobre uma série de furtos a apartamentos na Praia da Luz, entre janeiro e abril de 2007.

Três famílias britânicas contactaram a Scotland Yard com informação de um intruso nas suas casas de férias no Algarve, que tinha entrado nos quartos das filhas.

Só depois a polícia britânica descobriu que outros nove casos envolvendo famílias britânicas tinham sido reportados à polícia portuguesa, que nunca descobriu o culpado, revelou o detetive inspetor chefe Andy Redwood durante um encontro com jornalistas hoje em Londres.

Ao todo, os doze casos têm em comum um intruso, que se introduziu nas casas de férias sem forçar a entrada e entrou nos quartos de meninas entre os seis e 12 anos.

Em nove dos casos, o intruso saiu sem roubar valores, o que leva os investigadores a pensar que o seu principal interesse é em “fêmeas brancas jovens britânicas”.

Maddie desapareceu poucos dias antes de fazer quatro anos do quarto onde dormia juntamente com os dois irmãos gémeos, mais novos, num apartamento de um aldeamento turístico na Praia da Luz, no Algarve.

/Lusa

PARTILHAR

1 COMENTÁRIO

  1. O que na realidade têm comum é a nacionalidade dos pais desleixados que deixam crianças sozinhas em casa, para se irem enfrascar. É uma questão de cultura menor…
    Pais portugueses muito dificilmente fariam isso ou sequer fariam isso por uso e costume…

RESPONDER

Cientistas desenvolvem técnica para determinar o humor através da caligrafia

Uma equipa de cientistas estudou a biomecânica dos movimentos das mãos a escrever e a desenhar, e desenvolveu um método para avaliar as propriedades individuais da velocidade de escrita e da pressão do lápis no …

Quase seis mil denúncias de agressões sexuais em viagens da Uber nos EUA

A plataforma de transporte de passageiros Uber divulgou na quinta-feira um relatório, revelando quase seis mil denúncias de agressões sexuais a utilizadores, motoristas e terceiros nos Estados Unidos (EUA), em 2017 e 2018. No relatório de …

Polícia de Los Angeles vai usar dispositivo "ao estilo Batman" para prender suspeitos

A polícia de Los Angeles, nos Estados Unidos, vai adotar, no início do próximo ano, um novo dispositivo, conhecido como BolaWrap 100, que dispara um cinto de fibra sintética a uma velocidade de 200 metros …

Corriere dello Sport defende-se das acusações e garante ser "inimigo do racismo"

O jornal desportivo italiano Corriere dello Sport afirmou esta sexta-feira ser “inimigo do racismo”, defendendo-se das críticas motivadas pela manchete de quinta-feira, com o título “Black Friday” e ilustrada com os futebolistas negros Romelu Lukaku …

Alisadores e tintas para cabelo podem aumentar o risco de cancro da mama

Alisadores e tintas para cabelo são dois produtos comummente utilizados por mulheres. Um novo estudo sugere que estes podem aumentar o risco de cancro da mama, especialmente em mulheres negras. Muitos produtos capilares contêm compostos que …

Black Friday. Marca de cosméticos oferece por engano desconto de 96% e perde 10 milhões em duas horas

Uma falha no site oficial da marca de produtos cosméticos Foreo fez com que o seu artigo mais caro fosse vendido com um desconto de 96%, fazendo com que a empresa sueca perdesse 10 milhões …

Camisola usada por Pelé no seu último jogo foi vendida por 30 mil euros em leilão

Uma camisola usada por Pelé no seu último jogo com a seleção brasileira foi vendida por 30 mil euros num prestigiado leilão de objetos desportivos, realizado na quinta-feira em Turim, Itália. A camisola com o número …

A maior entrada de sempre em bolsa. Saudi Aramco garante 25,6 mil milhões de dólares

Para além de fazer uma entrada em estilo na bolsa de Riade na próxima semana, com a maior IPO de sempre, a Saudi Aramco torna-se na empresa mais bem avaliada do mundo. A Saudi Aramco, petrolífera …

Novo livro revela provas de que Albert Camus foi assassinado pelo KGB

Giovanni Catelli é autor da teoria que o prémio Nobel da literatura Albert Camus foi assassinado pelo KGB. No seu novo livro, reitera essa ideia e revela algumas provas. O romancista Albert Camus foi vencedor do …

Embaixada da China reage com "forte indignação” às declarações de Pompeo em Lisboa

A embaixada da China em Portugal reagiu esta sexta-feira com “forte indignação e firme oposição” às declarações do secretário de Estado norte-americano, Mike Pompeo, sobre o governo e empresas chineses, durante a visita que fez …