Caso Marega. PGR tinha brigada anti-racismo no jogo de Guimarães

Marega abandona o campo após insultos racistas

A equipa do Ministério Público estava de serviço, no jogo entre V. Guimarães e FC Porto, quando o jogador maliano decidiu abandonar o campo na sequência de cânticos racistas.

De acordo com o semanário Expresso, a pequena equipa de procuradores do Ministério Público (MP) especializada no combate à violência no futebol estava de serviço, no último domingo, no estádio D. Afonso Henriques, no jogo entre V. Guimarães e FC Porto.

Recorde-se que, aos 71 minutos da partida, o avançado maliano dos azuis-e-brancos, Moussa Marega, decidiu abandonar o campo na sequência de cânticos racistas que ouviu das bancadas vimaranenses.

Segundo apurou o jornal, esta equipa do MP já tinha vigiado de perto a claque do Vitória de Guimarães (White Angels), assim como outros adeptos do clube, durante o jogo com o Benfica, que se realizou no início do ano.

O Expresso avança que este grupo de magistrados faz parte de um projeto-piloto, criado há cinco meses pela Procuradoria-Geral da República (PGR) e pela Polícia de Segurança Pública (PSP), que tem como objetivo preparar a aplicação da nova lei contra a violência no desporto e expulsar dos recintos desportivos os adeptos violentos e racistas.

Para já, funciona apenas nos estádios do Guimarães e do Sporting de Braga nos jogos considerados mais sensíveis, mas, de acordo com a PGR, será “replicado a nível nacional, de forma faseada”.

Na terça-feira, soube-se que a PSP já identificou alguns dos adeptos que estiveram envolvidos nos insultos racistas ao jogador maliano, arriscando penas de prisão até cinco anos. Além disso, podem também ter de pagar uma multa que vai de mil a 10 mil euros.

O caso Marega foi inédito em Portugal, uma vez que nunca nenhum jogador da liga portuguesa tinha abandonado o campo devido a racismo. O caso levou a intervenções do Presidente da República e do primeiro-ministro, bem como de figuras conhecidas de vários quadrantes da vida política e social nacional.

ZAP //

PARTILHAR

3 COMENTÁRIOS

  1. Primeira nota para esclarecer que não há nenhum clube chamado “Guimarães”. Há o Vitória Sport Clube com sede em Guimarães o que é muito diferente.
    Segunda, e ultima nota, para realçar o estranhissimo facto de essa brigada apenas operar em Guimarães e em Braga duas cidades vizinhas do mesmo distrito. Será que os problemas do futebol se concentram apenas aí ou não dá jeito acompanhar o que se passa na Luz, Dragão e Alvalade?
    É por isso que cada vez há menos pessoas a acreditar na Justiça.
    É que ela não é cega mas apenas vesga.

    • A Sra. PGR disse que é um projeto piloto, um sistema em fase de testes (em Braga e Guimarães) que, se correr bem, será alargado ao resto do País. Aliás, o artigo diz isso mesmo, no parágrafo onde se chama Guimarães ao Vitória SC.

  2. ZAP, não existe esse clube “Guimarães”. Queriam referir-se ao Vitória Sport Clube ou, de forma simplificada, Vitória de Guimarães (para não se confundir com o Vitória de Setúbal – VFC)

RESPONDER

Governo quer reabrir ensino secundário a 4 de maio. Telescola deve arrancar depois da Páscoa

O Governo está a preparar a reabertura das escolas apenas para o ensino secundário para 4 de maio. Ainda falta ouvir a Direção-geral da Saúde, os especialistas, o Conselho Nacional de Educação e o Conselho …

“Não há razão para alarme”. Governo quer perdoar penas até dois anos e antecipar liberdade condicional

A proposta de lei do Governo que estabelece um regime excecional para as prisões, no âmbito da pandemia covid-19, já deu entrada na Assembleia da República, podendo ser consultada na página oficial do Parlamento. No diploma, …

O nosso cérebro evoluiu para acumular mantimentos (e julgar os outros por fazer o mesmo)

O nosso cérebro evoluiu de uma forma que, em situações de stress, acumulamos mantimentos e julgamos os outros por fazer exatamente o mesmo. Os media estão repletos de histórias – e a condenação – de pessoas que …

Autarca de Vieira do Minho denuncia: testes estão a ser desviados para Lisboa

O Agrupamento de Centros de Saúde (ACES) Gerês/Cabreira, Vieira do Minho, detetou 77 infetados pelo novo coronavírus, com os autarcas da área a reclamarem contra a demora na distribuição de testes, disse esta sexta-feira à …

Trump recomenda uso de máscaras (mas recusa-se a usá-las)

Esta sexta-feira, os Estados Unidos tiveram, pelo quarto dia consecutivo, o maior número de mortes em 24 horas, num total de 1.094, e contam com quase 30 mil novos casos. No seu briefing diário, de acordo …

A Antártida já foi uma floresta tropical

A Antártida pode ter sido o lar de ecossistemas quentes e pantanosos cercados por fetos e árvores coníferas há 90 milhões de anos, altura marcada pelo auge dos dinossauros. Uma análise do solo antigo extraído da …

Algumas estrelas têm "veneno" dentro de si (e é por isso que explodem)

Algumas estrelas têm um "veneno" dentro de si: o elemento néon no núcleo das estrelas pode desencadear uma reação química que leva a uma morte definitiva e explosiva. Estrelas menos massivas, como o nosso Sol, expandem-se …

Criada tecnologia que traduz pensamentos diretamente em texto

Uma equipa de investigadores diz ter criado um sistema capaz de traduzir sinais cerebrais diretamente em texto escrito. Este é um passo promissor para que no futuro seja possível escrever num computador apenas com o …

Desaparecimentos, mistérios e lendas. O Triângulo do Alasca pode ser mais perigoso do que o das Bermudas

Milhares de pessoas desaparecem todos os anos no estado norte-americano do Alasca, fazendo lembrar as histórias do Triângulo das Bermudas, onde aviões e navios desapareceram sem deixar rastro. De acordo com a revista The Atlantic, três …

Descobertas sete novas aranhas-pavão. E uma parece um quadro de Van Gogh

Foram encontradas sete novas espécies de aranha do género Maratus. E há uma que se destaca por se parecer com "A Noite Estrelada", famoso quadro de Vincent Van Gogh. Nos últimos anos, as aranhas-pavão (do género Maratus) …