PGR analisa faltas de José Silvano no Parlamento. Rio esquiva-se em alemão

PSD / Flickr

José Silvano, secretário-geral do PSD

A Procuradoria-Geral da República anunciou esta quarta-feira que está a analisar o caso do deputado e secretário-geral do PSD José Silvano, envolvido na polémica sobre falsas presenças em plenários do parlamento, para decidir “se há algum procedimento a desencadear”.

“A Procuradoria-Geral da República encontra-se a analisar os elementos que têm vindo a público com vista a decidir se há algum procedimento a desencadear no âmbito das competências do Ministério Público”, refere em resposta enviada à Lusa.

No passado sábado, o semanário Expresso noticiava que Silvano não faltou a qualquer das 13 reuniões plenárias realizadas em outubro, apesar de em pelo menos um dos dias ter estado ausente. Uma informação falsa, conforme o próprio admitiu ao Expresso, dado que na tarde de 18 de outubro esteve no distrito de Vila Real ao lado de Rui Rio, líder do partido, cumprindo um programa de reuniões que teve início às 15:30.

Apesar disso, alguém registou a presença do secretário-geral social-democrata logo no início da sessão plenária, quando passavam poucos minutos das 15:00.

Nesta quarta-feira, José Silvano assinou a folha de presença da comissão eventual para a Transparência, mas não assistiu à reunião. O parlamentar chegou à hora do início da reunião, 14:00, assinou a lista de presenças e deixou a sala onde decorreu a reunião, que se prolongou até cerca das 16:00, sem sequer chegar a sentar-se, e não mais voltou.

Questionado pelas 16:30, pela Lusa e pela Sábado, nos corredores da Assembleia da República, sobre os motivos da sua ausência da reunião, Silvano disse apenas que esteve a fazer trabalho político, sem querer especificar qual.

Instado a explicar como pode ter sido usada a sua password para registar presenças em plenário em dias em que esteve ausente, considerou “não ter mais nada a explicar” e disse estar “de consciência tranquila e com energia para continuar”.

Na terça-feira, o presidente da Assembleia da República, Ferro Rodrigues, informou que pediu explicações aos serviços do parlamento sobre alegadas discrepâncias nos registos de presenças do deputado José Silvano, que concluem que outra pessoa terá utilizado a sua palavra-passe.

No mesmo dia, o próprio deputado e secretário-geral do PSD rejeitou que se tenha aproveitado de dinheiros públicos, sem explicar como existe uma falsa presença sua em plenário registada no parlamento, nem como a sua password foi usada por terceiros.

Rui Rio esquiva-se em alemão

Nesta quinta-feira, e já depois de reiterar a confiança política no seu secretário-geral, o presidente do PSD, esquivou-se às perguntas sobre o caso de Silvano, respondendo em alemão aos jornalistas no congresso do Partido Popular Europeu, em Helsínquia.

Um dia depois de vincar que as suas palavras “não são como os iogurtes, que têm validade de 30 dias”, para reiterar a confiança política no secretário-geral do PSD, Rui Rio respondeu em alemão às novas perguntas dos jornalistas sobre o caso José Silvano.

Em passo apressado, à entrada para o congresso do PPE, que esta quinta-feira termina em Helsínquia, não cedeu aos apelos para falar em português, insistindo naquela que é a sua segunda língua.

As questões colocadas ao líder social-democrata incidiam sobre a decisão da Procuradoria-Geral da República de está a analisar o caso do deputado e secretário-geral do PSD.

O presidente do PSD esquivou-se a responder a quaisquer perguntas, recorrendo à língua alemã: “Ich weiss nicht, was Sie sagen” (“Não sei o que estão a dizer”, limitou-se a dizer perante as questões dos jornalistas.

ZAP ZAP // Lusa

 

PARTILHAR

5 COMENTÁRIOS

  1. analisem tambem a folha de ordenados da assembleia da republica! Vejam quantos lá estão que ninguem conhece nem sabe quem são mas que todos os meses recebem!
    é tudo do mesmo! sorver o sistema a aproveitar o que é de lei! especialmente quando a lei é feita por eles em beneficio proprio! se a lei está mal que a mudem!

  2. O pior é que não sabem fazer mais nada, quando decidem ir para a política é porque é fácil, lucrativo, e sem responsabilidades.
    É uma carreira que para se entrar nela, basta ser-se amigalhaço de um influente no partido.

  3. O comunista do Rui Rio para criticar e dizer q era ilícito fazer negocio com casas estava bem à vontade com os microfones. Para falar do próprio partido perdeu a lingua

RESPONDER

1.007 novos casos e 26 mortes nas últimas 24 horas

Portugal registou este sábado 26 mortes e 1.007 novos casos de infeção nas últimas 24 horas, segundo a Direção-Geral da Saúde (DGS). O boletim epidemiológico deste sábado, divulgado pela Direção-Geral da Saúde, dá conta de 1.007 …

Publicada lista de entidades abrangidas por alargamento da ADSE

A ADSE já publicou a lista de entidades abrangidas pelo alargamento do subsistema de saúde da função pública aos trabalhadores com contrato individual de trabalho. As entidades reguladoras e a maioria das empresas municipais foram …

O "caminho ainda é longo", mas Portugal já administrou um milhão de vacinas

Esta sexta-feira, Portugal ultrapassou o marco do primeiro milhão de vacinas administradas, mas o "caminho ainda é longo". Portugal ultrapassou, esta sexta-feira, um milhão de vacinas contra a covid-19 administradas, uma marca que o secretário de …

Cavaco fala em "democracia amordaçada" (e na "vergonha" dos números da pandemia)

Este sábado, numa participação na Academia de Formação Política das Mulheres Sociais-Democratas, Cavaco Silva deixou duras críticas ao Executivo de António Costa, sublinhando que a pandemia mostrou um "SNS fragilizado por decisões erradas do governo". O …

Remédio contra piolhos está a ser usado contra covid-19. Infarmed e DGS investigam

"Centenas" de doentes de covid-19, em Portugal, têm sido tratados com o antiparasitário Ivermectina que é usado contra piolhos e lombrigas. Há médicos que o prescrevem e que também o tomam a título preventivo, embora …

Sporting bate recorde histórico, mas até o do 6-3 era melhor (quando Amorim não estava "do lado certo")

O Sporting não perde há 22 jogos e bateu o recorde de invencibilidade dos leões em jogos do campeonato que pertencia à equipa de 1981/1982. Um dado que deixa Ruben Amorim orgulhoso, mas o treinador …

"Estou a morrer." Constança luta por um medicamento para se salvar, Infarmed diz que não recebeu pedido do Hospital

Constança Bradell fez um apelo nas redes sociais, numa publicação em que descreve a luta que está a travar contra a fibrose quística. A jovem, de 24 anos, pede a aprovação do medicamento que lhe …

Um século de luta comunista comemorado com 100 ações pelo país

O mais antigo partido político comemora, esta sábado, 100 anos de existência. PCP vai festejar o aniversário com 100 ações pelo país. O PCP assinala, este sábado, os seus 100 anos com 100 ações, em mais …

Relações esfriadas. Moedas consultou Marcelo, mas dispensou conselhos de Passos

Antes de anunciar a sua candidatura a Lisboa, Carlos Moedas consultou Marcelo Rebelo de Sousa e falou com Paulo Portas. Com Pedro Passos Coelho só falou um dia depois de o seu nome ter sido …

Portugal não pode perder o comboio da Europa. Para Marcelo, é hora de aproveitar o novo ciclo

A crise que assolou o nosso país tem de ser aproveitada para "olhar para os problemas estruturais". A mensagem foi deixada pelo Presidente da República, nesta sexta-feira, na conferência de abertura do Festival P, com …