Principal perito do Governo britânico antecipa surtos de covid-19 “durante vários anos”

O consultor científico do governo britânico, Patrick Vallance, afirmou esta quinta-feira que vai haver surtos de coronavírus “durante vários anos” no Reino Unido e considerou que o país ainda deve manter as atuais medidas de distanciamento social e teletrabalho.

Numa intervenção perante a comissão parlamentar de Ciência e Tecnologia, o principal perito científico do executivo admitiu que “está claro que o resultado [da pandemia] não foi bom no Reino Unido”, onde o número de mortos por covid-19 está nos 45.119.

Patrick Vallance defendeu que não se deveria abandonar as regras de restrição projetadas para conter a pandemia, apesar de o governo prosseguir com o plano de relaxamento, a fim de reavivar a economia nacional, prejudicada pela crise. O responsável observou ainda que o país está agora num momento “em que as medidas de distanciamento [social] são importantes”.

“Para muitas empresas, trabalhar em casa ainda é uma opção perfeitamente boa, porque é fácil de fazer. Várias empresas acreditam que não é prejudicial para a sua produtividade e, nessa situação, não vejo absolutamente nenhuma razão para mudar esta recomendação”, sublinhou.

Vallance assinalou também que o Reino Unido não só se deve preocupar em evitar uma segunda vaga do coronavírus, mas com o facto de a atual ainda não ter acabado. “Tudo o que fizemos foi suprimir a primeira vaga. Quando se tirarem os travões, prevemos que regresse”, anteviu.

Nesse sentido, Vallance acrescentou que “é bem provável que este vírus regresse em diferentes vagas durante vários anos“. Segundo indicou, os cientistas não assumem que vai haver uma vacina contra o vírus disponível num futuro imediato.

Vallance fez estes comentários ao mesmo tempo que os ensaios em humanos da vacina contra a covid-19, desenvolvida pela Universidade de Oxford, tem mostrado “resultados promissores” ao estimular a resposta desejada do sistema imunológico, de acordo com relatos de hoje da imprensa britânica.

Na fase de estudo em humanos, que começou em abril e envolvendo cerca de 1.000 voluntários saudáveis, os cientistas detetaram que a vacina gera anticorpos e células T que podem ser adequadas para gerar uma resposta imunológica contra a covid-19.

A pandemia de covid-19 já provocou mais de 584 mil mortos e infetou mais de 13,58 milhões de pessoas em 196 países e territórios, segundo um balanço feito pela agência francesa AFP.

// Lusa

 

 

PARTILHAR

RESPONDER

Israel fecha os olhos e deixa palestinianos cruzarem a fronteira para ir a banhos

As autoridades israelitas têm deixado milhares de palestinianos cruzar a barreira de separação entre os dois territórios para poderem ir às praias. Este foi um fim-de-semana muito especial para Siham e os seus cinco filhos. …

Diabéticos e hipertensos voltam a ter faltas justificadas

Os diabéticos e hipertensos sem condições para desempenharem funções em teletrabalho voltam a ter direito a justificar as faltas ao trabalho devido à pandemia de covid-19, segundo um diploma publicado em Diário da República. “Os imunodeprimidos …

Deputada da Coreia do Sul debaixo de fogo. Usou um vestido no Parlamento

Na semana passada, a deputada sul-coreana Ryu Ho-jeong usou um vestido numa assembleia legislativa, sendo bombardeada com críticas que gerou um debate sobre sexismo e a cultura patriacal do país. De acordo com a CNN, na …

SC Braga oficializa "top gun" Gaitán por duas temporadas

O internacional argentino Nicolas Gaitán assinou um contrato com o Sporting de Braga válido por uma época, com outra de opção, informou esta terça-feira o clube minhoto da I Liga de futebol. Formado no Boca Juniors, …

Vacina russa chama-se "Sputnik V" e foi já pedida por 20 países

A vacina russa contra a covid-19, cujo registo foi esta terça-feira anunciado pelo Presidente, Vladimir Putin, chama-se "Sputnik V", vai começar a ser fabricada em setembro e já foi encomendada por 20 países. De acordo com …

Rui Pinto no Twitter: "Travessia do deserto” terminou mas a “luta continua”

Rui Pinto assumiu que a “árdua e longa ‘travessia do deserto’” chegou ao fim, aludindo à sua libertação, mas avisou que “a luta continua”, pois Portugal “continua um paraíso para a grande corrupção” e branqueamento …

PJ deteve suspeita de atear fogo florestal no Parque Nacional da Peneda-Gerês

A Polícia Judiciária (PJ) de Braga deteve uma mulher de 57 anos suspeita de atear um incêndio florestal registado em 4 de agosto no Parque Nacional da Peneda-Gerês (PNPG), no concelho de Terras de Bouro. Em …

Mais duas mortes e 120 novos casos. Lisboa com 60% dos novos infetados

Portugal regista esta segunda-feira mais duas mortes, 120 novos casos de infeção por covid-19 e 160 curados em relação a segunda-feira, segundo o boletim diário da Direção-Geral da Saúde (DGS). O número de pessoas internadas é …

Encontrado cadáver com 30 anos em mansão abandonada em Paris

As obras de reforma numa mansão abandonada em Paris tiveram de ser suspensas inesperadamente depois de trabalhadores terem descoberto um cadáver a decompor-se na cave há 30 anos. De acordo com o jornal britânico The Guardian, …

Quase cem mil crianças contraíram a covid-19 em apenas duas semanas nos Estados Unidos

Noventa e sete mil crianças norte-americanas foram identificadas como infetadas com o novo coronavírus (covid-19) nas últimas semanas de julho. Os números relativos a estas duas semanas são avançados pela empresa norte-americana, que cita um relatório …