Pedro Nuno Santos demarca-se de Costa no voto presidencial. “Nunca apoiarei um candidato da direita”

António Cotrim / Lusa

O ministro das Infraestruturas e da Habitação, Pedro Nuno Santos, disse em entrevista à RTP que se o PS não apresentar um candidato às eleições presidenciais de 2021 votará num candidato do PCP ou do BE.

“Nunca apoiarei um candidato da direita. Ou apoio um candidato da área do PS, ou, não havendo um candidato da área do PS, votarei num dos candidatos da esquerda, nomeadamente no candidato ou candidata do BE, ou no candidato ou candidata do PCP”, afirmou Pedro Nuno Santos, em entrevista à RTP3, acrescentando que a interpretação que faz, enquanto socialista, é a de que o partido “deve ir a jogo em todas as eleições”.

O ministro considerou que “deve haver sempre um candidato da área do PS”, uma vez que “a importância que o PS tem, as presidenciais com a importância que têm na vida do país, justificariam que o PS tivesse um candidato”.

Contudo, se o Partido Socialista não apresentar um candidato, o atual ministro das Infraestruturas votará “ou num dos candidatos do PCP ou do Bloco de Esquerda”, garantindo que essa intenção é “claríssima”.

O governante explicitou também que não consegue “estar a fazer campanha com candidatos ou partidos de direita” e que a “visão da sociedade” que tem apenas é concebível com os partidos à esquerda.

“Não há nenhum problema com Marcelo Rebelo de Sousa [Presidente da República], só que eu sou socialista”, prosseguiu Pedro Nuno Santos.

Questionado também sobre uma possível candidatura da antiga eurodeputada socialista Ana Gomes, o ministro foi perentório em dizer que não tem “nenhuma informação sobre isso”, mas sublinhou que apoiará uma eventual candidatura proveniente da família socialista. “Se houver um candidato da área do PS, apoiarei esse candidato”, reiterou.

Reconheceu, porém, que o atual Presidente “conseguiu construir uma relação de proximidade com os portugueses que vale muito do ponto de vista democrático”.

Pedro Nuno Santos demarcou-se da posição de outros socialistas, como é o caso do primeiro-ministro, António Costa , que lançou, ainda que indiretamente, a recandidatura de Marcelo Rebelo de Sousa a Belém, ou do Presidente da Assembleia da República, Ferro Rodrigues, que já disse que votaria no atual chefe de Estado.

“Impossível” garantir todos os empregos da TAP

Na mesma entrevista à RTP3, Pedro Nuno Santos abordou a questão da TAP, afirmando que não é “impossível” garantir todo os postos de trabalho da companhia durante a reestruturação. O governante admitiu ainda que a empresa possa precisar de mais do que uma injeção de capital durante este processo.

“Podemos garantir postos de trabalho a todos os trabalhadores da TAP? Não. Estaríamos a mentir a todos nós e a enganar-nos a todos nós. Não temos operação, nem se perspetiva que [a empresa] venha a ter nos próximos anos uma operação que justifique a dimensão que a TAP tem. Nós temos de fazer este trabalho com cuidado e respeito pelos trabalhadores”, disse o governante, em entrevista à RTP3.

O também ministro da Habitação sublinhou que o serviço prestado pela TAP “é sustentado por mais de 10.000 pessoas” e, por isso, tem o “respeito e atenção” do Governo. Contudo, “a reestruturação está a acontecer”, prosseguiu Pedro Nuno Santos.

Não há renovação de contratos a termo. Até julho, segundo disse o ainda CEO da TAP, saíram 600 trabalhadores”, disse, considerando esta como “uma redução relevante”.

O ministro das Infraestruturas disse ainda que “um Governo não tem nenhum prazer especial em injetar 1.200 milhões de euros numa empresa” e que não consegue garantir que esta será a única injeção na TAP.

“Não consigo e era desonesto se o estivesse a fazer. Nenhuma pessoa no mundo consegue ter a certeza sobre a evolução do setor do turismo, do setor da aviação e da economia em geral. Não temos esse conhecimento. Aquilo que sabemos ao dia de hoje é que nós chegamos com a TAP e com a Comissão Europeia (CE) a um valor fundado nas previsões e nos resultados da própria TAP que nós dá a garantia de que temos aqui uma folga do ponto de vista de liquidez para operar, para trabalhar, até para lá do final do ano e é nesse quadro que estamos a trabalhar”, explicou.

Pedro Nuno Santos sublinhou que a companhia aérea portuguesa “é fundamental para o país, para o desenvolvimento económico, para a criação de emprego, para a criação de riqueza e de recursos” que “ajudam a financiar” a “vida coletiva” do país.

“Deixar cair a TAP” significaria um “custo tremendo “para a economia de Portugal, “muito superior a 1.200 milhões de euros”, prosseguiu o governante socialista, exemplificando que a TAP “compra a mais de 1.000 empresas nacionais 1.300 milhões de euros anualmente”.

ZAP ZAP // Lusa

PARTILHAR

16 COMENTÁRIOS

  1. E eu nunca votei nem votarei em candidatos saídos dos partidos políticos, tenho visto como actuam os P.R. que tem saído dos partidos entregam o cartão mas é só um atirar areia aos nossos olhos, um médico mesmo que expulso da Ordem dos médicos não deixa de ser médico só deixa de poder exercer assim são os P.R. entregam o cartão mas não deixam de ser partidários nem de defender o partido onde eram filiados.

  2. Ideologia acima de tudo. O PS vai, aos poucos, tornar-se refém de extremistas e radicais de esquerda. Já revela alguns toques ditatoriais, quer de Costa, que não aceita opiniões contrárias, quer de Pedro Santos, com a sua arrogância quando as coisas não são como quer. O tabuleiro da política inclina-se de tal forma para a esquerda, que quando surge um partido verdadeiramente de direita e conservador, é automaticamente catalogado de extrema-direita. Nos media, só se vêem jornalistas, chefes de redação, editores e comentadores de esquerda. Na elite mediática, igual, e vozes discordantes são excomungadas e silenciadas. Enfim… Precisamos com urgência de equilibrar a balança, senão acabamos como a Venezuela ou com outro querido líder.

    • Nos media, só se vêem jornalistas, chefes de redação, editores e comentadores de esquerda.

      Ai e que te enganas chico-esperto.

      • Será o preço da publicidade institucional paga por este “querido” governo de esquerdistas?????
        … e o JR é que é chico-esperto…

  3. Pedro Nunes Santos é um arrogante, como são, de resto, os radicais de esquerda (veja-se Catarina Martins, Mariana e Joana Mortágua …). O Pedrito só é militante do PS e não do BE (do PCP nunca seria porque o PCP é um partido muito organizado que não admite comportamentos anarquistas) porque o BE nunca lhe garantiria uma pasta como ministro que lhe alimenta o ego e o deslumbramento.

    • Chamar arrogante a quem defende, com veemência, os seus pontos de vista é ter uma visão muito atrofiada da política. Outrossim é ser hipócrita e procurar aquilo que lhe dá mais jeito. Pedre Nuno Santos assume-se sem rodeios, podendo nós estarmos ou não de acordo com as opções por ele escolhidas. É triste que se cataloguem as pessoas sem fazer a mínima ideia do que elas são e do que elas querem.

      • Chamar arrogante é pouco, quando se pretende que apenas o seu ponto de vista seja válido. Isto é Totalitarismo da “virtude” de esquerda.
        Desculpe mas recuso-me a formatar o meu pensamento pelo destes “intelectuais” de esquerda “detentores” da verdade única. Já pensava que o Orwell tinha razão sobre o processo, mas agora começo a convencer-me que o Goebbels era um menino…

  4. Porque não te mudaste já para o berloque, para o PCP ou para outro grupelho ainda mais esquerdalho?? Lá não chegavas a ministro, bem entendo. Arrogância nunca te faltou.

  5. Quando os milhões estão para vir começam a chatear-se todos uns com os outros… este partido tem muito que deveria ser analisado. Até estou em crer que o 44 será inocentado por altura da chegada dos muitos milhões para também ele poder voltar ao ofício que se lhe reconhece.

  6. Quanto a mim está no seu direito de votar em quem bem entender, é um esquerdista, assume-se como tal e mais vale assim do que andar a fingir ser outra coisa. Eu também não votarei certamente no candidato que ele vota, estou no meu direito e não abdico dele!

  7. Quo Vadis Republica!! Onde está a independência e a imparcialidade! Então são os partidos a apresentar candidatos! É muito desaforo. Todos sabem que qualquer candidato vence se apoiado por um partido. Mas dito assim….

  8. Isto só mostra este tipo de políticos, ou seja mesmo que seja um excelente candidato a PR mas é de outro partido não apoio, vou antes apoiar outro que está errado com as suas opiniões péssimas porque é dos meus, enfim santa ignorançia.

  9. O que Pedro Nuno Santos está a dizer é o seguinte: ” Meus amigos, o PS foi impecável na sua governação, tem excelentes ministros, mas quem não for do PS que não votem em nós nas próximas eleições.” … (as ideologias e o cartão de “sócio” em primeiro lugar e as competências em último lugar).

    • Acho que sim vote nos comonistas .Que assim o pais nunca sai da miseria So quando la entrar Doutor ANDRE VENTURA e qie isto vai andar diteito

RESPONDER

Restaurantes, centros comerciais e cinemas perdem acesso ao lay-off

Esta segunda-feira, Portugal dá mais um passo no desconfinamento. Restaurantes, cafés, centros comerciais e cinemas perdem acesso ao lay-off simplificado. Restaurantes, centros comerciais, cafés, lojas, cinemas e teatros deixam de estar submetidos ao dever de encerramento …

CDS quer forçar reestruturação do SEF a passar pelo Parlamento

O CDS-PP defende que a reestruturação dos Serviços de Estrangeiros e Fronteiras (SEF) tem de passar pela Assembleia da República e não pode ser concretizada através de legislação aprovada pelo Governo. Em causa está a extinção …

Portugal avança para 3.ª fase do desconfinamento. Todos os alunos regressam ao regime presencial

Esta segunda-feira, a generalidade do país avança para a terceira fase do processo de desconfinamento. A última fase acontece daqui a duas semanas, a 3 de maio. Na generalidade do território nacional vai ser possível, a …

Tal como os humanos, leões também são contagiados pelos bocejos

Uma equipa de cientistas descobriu que tal como nós, humanos, os leões também são sensíveis ao contágio dos bocejos. Tal como explica a revista Newsweek, a ciência tem várias explicações para o porquê de bocejarmos, podendo …

Joana Mortágua volta a ser candidata do Bloco de Esquerda à Câmara de Almada

A deputada Joana Mortágua é a candidata do Bloco de Esquerda (BE) à presidência da Câmara Municipal de Almada nas próximas eleições autárquicas, onde é vereadora desde 2017, adiantou este domingo à Lusa fonte do …

Foram administradas 183 mil vacinas durante o fim de semana

O primeiro-ministro anunciou, no Twitter, que foram administradas 183 mil vacinas este fim de semana. António Costa acredita que, até ao final deste mês, toda a população com mais de 70 anos pode estar vacinada. Este …

Cientistas criam ondas de luz que atravessam materiais opacos

Uma equipa de cientistas descobriu que é possível criar feixes de luz "indestrutíveis" que praticamente não se alteram quando atravessam um meio. Só se tornam fracos. Cientistas da Universidade de Utrecht, nos Países Baixos, e da …

Se o Planeta 9 existir, pode não estar onde pensamos

Uma equipa de astrónomos conseguiu obter novas informações sobre o Planeta 9 que podem significar que a sua órbita é muito mais elíptica do que o previsto. Konstantin Batygin e Michael Brown, do California Institute of …

As mudanças climáticas estão a contribuir para a alteração do sabor do café

Há muito tempo que se tem conhecimento que as mudanças climáticas têm tido um impacto negativo no ambiente e na população, o que não se sabia é que este fenómeno também está a afetar o …

Químicos encontrados na comida e no ar ameaçam a fertilidade dos homens

Em apenas algumas gerações, a contagem de espermatozoides humanos pode diminuir para níveis abaixo daqueles considerados adequados para a fertilidade. Esta é a afirmação alarmante feita no novo livro da epidemiologista Shanna Swan, "Countdown", que reúne …