Passos já tem o novo governo na cabeça

Pedro Nunes / Lusa

O primeiro-ministro, Pedro Passos Coelho

O primeiro-ministro, Pedro Passos Coelho

O líder do PSD, Pedro Passos Coelho, já tem na cabeça a composição do novo governo do país, caso venha a ser esta quarta-feira indigitado pelo presidente da República para o formar. Mas ninguém sabe ao certo quais são as ideias do primeiro-ministro.

Segundo avança uma fonte citada pelo Diário de Notícias, “é certo que Pedro Passos Coelho tem o governo todo formado na sua cabeça, mas muito poucos, ou ninguém mesmo, partilharam com ele esta constituição”.

Nem mesmo o líder do CDS/PP e parceiro de coligação, Paulo Portas, terá sido consultado “quer para a escolha dos membros do executivo quer em relação à orgânica do novo governo”, assegura ao DN a mesma fonte.

O presidente centrista manifestou-se esta segunda-feira disponível para deixar de ser o nº2 do Governo num executivo que integrasse PSD, PS e CDS.

Se tivesse de deixar de ser o número dois nesse governo, deixaria”, afirmou Paulo Portas, considerando que é “no perímetro” dos partidos que respeitam a União Europeia, o euro e a Aliança Atlântica que devem ser encontrados compromissos, excluindo PCP e BE.

Acordo impossível

O líder do PSD foi incumbido há duas semanas pelo presidente Cavaco Silva de encontrar uma solução mais estável do que a que resultaria de um governo minoritário.

Pedro Passos Coelho foi ontem a Belém comunicar ao presidente que acabaram as “diligências” e que não há acordo possível com o PS.

As conversas entre a coligação e o PS resultaram inconclusivas. Apesar de algumas cedências de Passos, António Costa parece preferir um governo apoiado pela esquerda.

Depois de uma reunião com os líderes da coligação, o secretário-geral do PS considerou que o “documento facilitador” apresentado por Passos Coelho e Paulo Portas era “insatisfatório”, por não ser capaz de virar a página em relação à austeridade.

Mas, garante o DN, o líder do PS, que afirmou que não faria “coligações negativas”, só participa no derrube de um governo minoritário da coligação se tiver garantida uma alternativa negociada com PCP e Bloco de Esquerda.

Segundo alguns analistas, Cavaco deverá esta quarta-feira indigitar Pedro Passos Coelho para formar governo, mas há quem aponte a data de sexta-feira para o anúncio.

“Agora tudo está nas mãos do Chefe do Estado”, diz Passos Coelho.

Saídas e entradas

Entretanto, apesar da indefinição acerca de quem virá a ser indigitado para formar governo — e se o mesmo passa no Parlamento —, vários nomes foram já apontados como estando de saída do executivo.

Por questões pessoais, profissionais ou políticas, pelo menos metade dos actuais ministros está de saída: Pires de Lima (Economia), Paula Teixeira da Cruz (Justiça), Rui Machete (Negócios Estrangeiros), Poiares Maduro (ministro Adjunto e do Desenvolvimento Regional), Anabela Rodrigues (Administração Interna), Nuno Crato (Educação) e Paulo Macedo (Saúde).

Entre os potenciais candidatos a integrar um novo executivo da coligação estão Rui Rio, o ex-presidente do AICEP Pedro Reis (apontado à sucessão de Pires de Lima),  Fernando Negrão, o vice-presidente do PSD José Matos Correia e o líder parlamentar do PSD, Luís Montenegro.

Aparentemente certos na equipa governativa, estão Maria Luís Albuquerque (Finanças), Jorge Moreira da Silva (Ambiente), Luís Marques Guedes (Assuntos Parlamentares) e Assunção Cristas (Agricultura), embora possam mudar de pasta.

Mas, mau grado os nomes que vão circulando, o que vai ao certo na cabeça de Passos Coelho aparentemente só ele mesmo saberá.

ZAP

PARTILHAR

8 COMENTÁRIOS

    • Se ele se juntar á corja PS então é que vai ser complicado, á minima oportunidade leva uma facada nas costas como o Seguro levou ahahahaah

  1. O costa também já tem um desgoverno na cabeçôrra. Eu posso adiantar já alguns nomes. Ministro das finanças: Vale e Azevedo. Ministro da juventudo e desportos: paulinho pedroso. Minitro da justica: pintainho monteiro. Provedor da Casa Pia. Calos cruz. Ministro adjunto do costa: zézito socas..

  2. Deve ser um governo ecológico para condizer com a governação do CAVACO, o resto do nome dele deve ser chines.
    Que puto de país?????KKKKKKKKKKKK é este Portugal. Bela democracia, dá gosto c á viver, puta de tristeza este Portugal dos desgraçados.

  3. Os resquícios de oposição interna no PS apagaram-se… Partido uno indivisível mas unívoco na comunicação – Na floresta subsiste um único papagaio e duas carcarejas, à espera pela volta do carlinhos meloas? Talvez assistir à ascensão de Almeida Santos a perfilar-se na 1ª fila da presidência duma qualquer fundação de relações internas… ou quiçá um busto De Rui Mateus e outro de Salgado Zenha no Largo do Rato…

RESPONDER

WhatsApp começa a ganhar relevância nas eleições em Portugal

Uma investigadora do ISCTE atribui muita importância aos grupos que começam agora a surgir no WhatsApp, que "não são uma coisa muito visível", mas "chega às pessoas de uma forma diferente" e "mais personalizada". Ainda …

Avioneta da Força Aérea espanhola cai no Mar Menor. Instrutor de voo e aluna morreram

Um instrutor e uma aluna morreram esta quarta-feira depois de um avioneta da Força Aérea Espanhola ter caído no Mar Menor, perto da localidade de San Javier, na região de Múrcia. As duas vítimas mortais eram …

Rosa Grilo reafirma inocência. Amante nega qualquer envolvimento no crime

A segunda sessão do julgamento foi marcada por contradições da arguida Rosa Grilo, acusada do homicídio do marido, em coautoria com o amante. Segundo a SIC Notícias, nesta segunda sessão do julgamento, no Tribunal de Loures, …

Primeiro debate a seis começou com divergências nas pensões e terminou com carne e peixe

Realizou-se nesta quarta-feira o primeiro debate da campanha eleitoral com todos os líderes dos partidos políticos com assento parlamentar. Transmitido pelas Rádios TSF, Renascença e Antena 1, o debate deixou a nu as divergências ideológicas …

Missão do PPM é alertar para "revolução bolchevique" em Portugal

A missão do Partido Popular Monárquico (PPM) nas eleições legislativas é alertar para "a revolução bolchevique" que está em curso em Portugal, país que corre o risco de se transformar numa Venezuela, segundo o presidente …

Gelado para comer na rua paga mais IVA do que se for para consumir num café

Os gelados estão sujeitos a taxas diferentes de IVA, conforme sejam consumidos num estabelecimento comercial ou se destinem a ser comidos num espaço público. Em causa está a interpretação que o Fisco faz do serviço …

Amigos, amigos, 'Champions' à parte. Ronaldo e Félix encaram-se em duelo lusitano

A primeira jornada da Liga dos Campeões reserva um duelo especial para os portugueses entre o Atlético de Madrid e a Juventus. De lados opostos estarão João Félix e Cristiano Ronaldo. Os portugueses estarão de coração …

Michel Temer usa a palavra "golpe" para falar da destituição de Dilma Rousseff

"Nunca apoiei o golpe e nem fiz nada para que isso acontecesse", disse Michel Temer - que chegou ao poder em 2016, após o processo de destituição de Dilma Rousseff - numa entrevista à emissora …

PGR denuncia irregularidades na investigação ao homicídio de Marielle Franco

Esta terça-feira, a procuradora-geral da República brasileira denunciou irregularidades na investigação do caso do homicídio da vereadora Marielle Franco e do motorista Anderson Gomes. Raquel Dodge, que concluiu o mandato de dois anos na liderança do …

Juncker: Saída do Reino Unido é "desejável e possível", mas risco de 'no deal' é "muito real"

O presidente da Comissão Europeia, Jean-Claude Juncker, defendeu esta quarta-feira, no Parlamento Europeu, que um acordo para a saída do Reino Unido da União Europeia (UE) é "desejável e possível", embora tenha reconhecido que o risco …