/

Para Rio, as críticas de Ana Catarina Mendes são de “quem não tem nada para dizer”

1

ppdpsd / Flickr

O presidente do PSD, Rui Rio

As águas entre o PS e o PSD estão agitadas, depois da troca de galhardetes entre o presidente social-democrata, Rui Rio, e a líder parlamentar do PS, Ana Catarina Mendes.

Depois de ter sido acusado por Ana Catarina Mendes de não ter uma visão estratégica para o país, Rui Rio desvalorizou as críticas, afirmando que são “típicas de quem não tem nada para dizer”.

“‘Não tem ideias’ é o que se diz quando não há nada para dizer”, reagiu assim Rio, em Elvas, já depois do encerramento das jornadas parlamentares do PSD.

“Quando era presidente da câmara municipal lembro-me que diziam ‘a cidade está morta, está triste’. É o tipo de coisas que se diz quando não se tem nada para dizer”, apontou, citado pelo Observador.

“Numas jornadas parlamentares em Portalegre onde o mais notório foi a enorme quantidade de ideias que lá foram deixadas em torno da reforma da justiça, veja bem o ridículo do PS que neste enquandramento não consegue outra coisa e diz outra vez a mesma coisa que eu não tenho nada para dizer”, afirmou, acrescentando o PS começa a dar sinais de desgaste.

No encerramento das jornadas parlamentares do PSD, em Portalegre, Rui Rio apontou o dedo ao PS por alimentar clientelas. Na resposta, a líder parlamentar do PS acusou o líder social-democrata de não ter uma ideia para o país.

Ana Catarina Mendes apelou ainda ao líder do PSD para deixar de fazer política sobre “casos” e para estabelecer uma agenda.

  ZAP //

1 Comment

  1. Um não diz nada… O outro acusa um que nada diz quando… o outro também não diz nada! Conversa de surdos. Como diria o próprio Rui Rio “veja bem o ridículo” da situação.

Deixe o seu comentário

Your email address will not be published.

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE