PS acusa Rio de “não ter ideias” e aconselha-o a “ter uma agenda política”

Mário Cruz / Lusa

A líder parlamentar do PS, Ana Catarina Mendes

No encerramento das jornadas parlamentares do PSD, em Portalegre, Rui Rio apontou o dedo ao PS, por alimentar clientelas. Na resposta, a líder parlamentar do PS acusa Rio de não ter uma ideia para o país. Ana Catarina Mendes apela ao líder do PSD para deixar de fazer política sobre “casos” e para estabelecer uma agenda.

O PS acusa Rui Rio de nunca ter apresentado ideias para o país, depois de o presidente do PSD ter acusado o Governo de parar o país por ser “imobilista”, para “manter o poder” e “alimentar clientelas”.

Ana Catarina Mendes aconselhou o líder social-democrata a ler o Plano de Recuperação e Resiliência, que na sua opinião é um programa reformista.

A líder Parlamentar do PS respondeu ao líder social-democrata ao final da tarde desta terça-feira​​​​​, admitindo que “Rui Rio mostrou que não tem uma ideia, um projeto ou uma visão estratégica”, cita a TSF.

A socialista lembrou ainda que o PSD não apresentou qualquer proposta para o PRR, em debate na Assembleia da República, e aconselhou Rio a ler o documento.

“Convém ler o PRR, porque encerra em si um conjunto de reformas, de mudanças de paradigma em Portugal. Mudanças na transição digital, numa economia mais competitiva e aliada às nossas universidades. Uma transição climática absolutamente urgente, em que sabemos que é necessária uma sociedade sustentável”, explicou.

Quanto à reforma na Justiça, que Rui Rio salientou, Ana Catarina Mendes garante que o PSD apenas propôs mais autonomia para o Ministério Público.

Na Justiça, Rio só reconheceu duas reformas a Costa: “a primeira foi aumentar o salário dos magistrados, outra foi nomear um procurador nacional europeu à feição dos desejos do Governo”.

A deputada garantiu ainda que o partido está concentrado em dar resposta aos problemas dos portugueses, e pede ao PSD que faça o mesmo “para evitar o crescimento dos extremismos”.

“Mais do que andar na espuma dos dias, convém mesmo, para que os extremos não cresçam, que o líder da oposição tenha uma agenda política. É isso que os portugueses precisam: respostas e ideias para os problemas”, disse, garantindo que o PS “continuará a trabalhar” para responder aos anseios da população.

Esta terça-feira, o líder do PSD, Rui Rio, encerrou as jornadas parlamentares do partido com fortes críticas aos socialistas.

“O PS é a primeira razão para não reformarmos. Porque o PS, na sua cultura, independentemente do Governo que lá está, só quer manter o poder para alimentar a clientela socialista. Por isso, a sequência é esta: o Governo vai nomeando, o PS vai adiando e Portugal vai definhando”, acusou, esta terça-feira, citado pelo Público.

ZAP //

PARTILHAR

1 COMENTÁRIO

  1. Perante a evidência suscitada pelo Rui Rio de que o PS apenas alimenta clientelas, esta senhora nada consegue dizer a não ser desviar o tema. Aparentemente, a carapuça enfiou até às orelhas.
    Investiguem-se bem os contratos públicos que por todo o país a máquina do PS anda a fazer. Vejam o escândalo que é a aprovação de projetos no Portugal2020. Isto está tudo a saque. E perante essa evidência, esta criatura apenas refere que o Rio de “não tem ideias” e aconselha-o a “ter uma agenda política”.
    Isto só pode ser mesmo gozar com o povo.

RESPONDER

Homicídio com 32 anos resolvido com a menor amostra de ADN de sempre

Um caso de homicídio ocorrido há 32 anos, que muitos consideraram impossível de ser resolvido, foi finalmente desvendado (e tudo graças à amostra de ADN mais pequena de sempre usada para decifrar um caso). De acordo …

Braços robóticos controlados remotamente podem vir a realizar cirurgias delicadas

Um equipa de investigadores está a trabalhar para eliminar movimentos rígidos nos braços robóticos, de modo a torná-los mais ágeis. O objetivo é que no futuro estes possam empilhar pratos ou até realizar cirurgias delicadas. Os …

Alemão foi forçado a remover estátua do pai por esta se parecer com Hitler

Um alemão foi obrigado a retirar uma figura de madeira de um cemitério, que seria para homenagear o seu falecido pai, por ter semelhanças com o antigo ditador nazi. As autoridades do município de Weil im …

Podcast evita morte de um condenado (seis vezes)

Curtis Flowers foi julgado seis vezes pelo mesmo promotor de justiça. Um programa de investigação mudou o seu destino. O promotor continua a acreditar que Curtis é culpado. A própria equipa responsável pelo 60 Minutes, programa …

EUA venderam álbum único dos Wu-Tang Clan (que pertencia a Martin Shkreli)

O álbum do grupo Wu-Tang Clan, confiscado em 2018 ao antigo gestor de fundos Martin Shkreli, também conhecido como "o empresário mais odiado do mundo", foi agora vendido pelo Governo norte-americano. Num comunicado divulgado esta terça-feira, …

Bezos ofereceu 1,7 mil milhões de euros à NASA para entrar na corrida da próxima viagem à Lua

O empresário norte-americano ofereceu 1,7 mil milhões de euros à NASA numa tentativa de reacender a batalha espacial entre a sua empresa, a Blue Origin, e a do "rival" Elon Musk, a SpaceX. De acordo com …

Clientes com certificado digital válido impedidos de entrar em restaurantes

Estão a ser reportados vários casos de clientes que, ao apresentarem o certificado digital para poderem entrar num restaurante, não conseguem fazê-lo porque o documento está a ser considerado inválido pelos dispositivos eletrónicos. Segundo a rádio …

Covid-19 trouxe "paranoia" ao mercado

Diretor do Norwich City, da Premier League, acha que os responsáveis por alguns clubes não sabem bem o que estão a fazer nos últimos tempos. O Norwich City iria jogar contra o Coventry City, num encontro …

Israel cria "task force" para reverter boicote da Ben & Jerry's na Cisjordânia

Israel criou uma task force para pressionar a empresa de gelados norte-americana Ben & Jerry's e a sua proprietária, Unilever, a reverterem a decisão de boicotar a ocupação israelita na Cisjordânia. "Precisamos de aproveitar os 18 …

Violência armada. 430 mortos na última semana nos EUA e 2021 pode ser dos piores anos de sempre

Só na semana passada registaram-se cerca de 430 mortos e mais de 1000 feridos associados a tiroteios, num ano que está a ser marcado pelo aumento da violência armada nos Estados Unidos. O ano passado foi …