A pandemia está a salvar vidas no Corno de África

Kyoko Nishimoto / Flickr

Homem a mascar khat no Iémen.

A redução no fornecimento de khat está a tornar a droga cara e pouco acessível à população. Ela é associada a um maior risco de enfarte e doenças cardíacas.

Khat é uma droga cuja substância ativa é a catinona e é tradicionalmente consumida em África e na Península Arábica. O seu poder alucinogénico é considerável, transmitindo uma sensação de euforia. Há até quem especule que possa aumentar a performance sexual. Um pouco por todo o Corno de África, desde a Etiópia à Somália, khat é usada como droga recreativa.

Conhecida como “a flor do paraíso”, khat é mascada por cerca de 90% dos adultos da Somalilândia. Além disso, tem um grande valor para a economia, já que representa quase um terço do seu produto interno bruto (PIB). O Instituto de Investigação Médica do Quénia estima que mais de 10 milhões de pessoas em todo o mundo consomem khat.

Agora, com a pandemia de covid-19, muitos países desta região viram-se obrigados a implementar medidas restritas à movimentação de pessoas. O confinamento fez com que o negócio de khat sofresse um duro golpe, já que não pode ser transportado livremente além fronteiras, escreve o portal OZY.

“Para muitas mulheres, o comércio de khat foi passado de geração em geração, de mãe para filha e assim por diante”, explica Sahra Ahmed Koshin, investigadora da Universidade de Copenhaga, que estuda a diáspora somali. “É a principal fonte de rendimento e essa é a única habilidade ou profissão que conhecem”.

As dificuldades em comercializar khat levam agora as milícias a vender khat a preços demasiado elevados, tornando a droga inacessível para a maioria das pessoas.

Especialistas relatam que o vício em khat levou, no passado, homens a gastar dinheiro que poderia ter sido usado para a educação dos filhos ou para melhorar a qualidade de vida da sua família. Assim, o efeito da pandemia no consumo de khat pode ter um impacto positivo nas nações do Corno de África.

Paralelamente, os casos de violência doméstica também têm vindo a diminuir. O consumo desta droga era responsável por muitos deles.

Há rumores de que as folhas de khat podem transportar coronavírus, embora não haja evidências científicas que suportem esta ideia. O que é certo é que o seu consumo está associado a um maior risco de enfarte e doenças cardíacas.

A falta de fornecimento de khat tem sido uma bênção disfarçada, garanta o ativista somali anti-khat Abukar Awale. O próprio está a apoiar uma petição para banir a droga no país, contando já com mais de 3.750 assinaturas em três semanas.

ZAP //

PARTILHAR

RESPONDER

Boavista 2-0 Porto | “Manita” em 45 minutos demolidores

Goleada do “dragão” no Bessa. No dérbi portuense entre Boavista e FC Porto, os campeões nacionais sentiram dificuldades na primeira parte, não conseguiram sequer enquadrar qualquer um dos seus remates, mas na segunda parte tudo …

Magawa, o rato que deteta minas, ganhou uma medalha de ouro

Magawa, um rato gigante africano, foi treinado para descobrir minas terrestres e tem estado ao serviço no Camboja. O animal foi agora proclamado herói e premiado por salvar vidas naquele país. A instituição de caridade britânica …

Cientistas descobrem nova espécie de crustáceo no lugar mais quente da Terra

Uma equipa de cientistas descobriu uma nova espécie de crustáceo de água doce durante uma expedição ao deserto de Lute, no Irão, também conhecido como o lugar mais quente do planeta. Hossein Rajaei, do Museu Estadual …

Furacão Sally fragmentou parte de uma ilha da Florida em três

A passagem do furacão Sally fragmentou parte de uma ilha na costa da Florida, no Estados Unidos, criando assim três pequenas porções de terra. Na prática, tal como explica o portal USA Today, o furação abriu …

Benfica 2-0 Moreirense | “Águia” vence e convence cónegos

Após ter perdido e empatado nas duas últimas recepções ao Moreirense, o Benfica voltou a vencer o emblema de Moreira de Cónegos na Luz. Este sábado, em duelo relativo à segunda jornada do campeonato, as “águias” …

"Surpreendente e fascinante". Descoberta pela primeira vez uma aurora sobre um cometa

A nave Rosetta da Agência Espacial Europeia (ESA) detetou uma aurora boreal sobre o cometa 67P / Churyumov-Gerasimenko (67P / C-G). Em comunicado, os cientistas envolvidos na deteção frisam que esta é a primeira vez quem …

Austrália não quer que turistas caminhem na famosa rocha sagrada Uluru (nem no Google Maps)

A Austrália pediu ao Google que remova do seu serviço Maps fotografias tiradas do topo de Uluru, o monólito aborígine sagrado que os visitantes estão proibidos de escalar desde o ano passado. De acordo com a …

NASA vai procurar aquíferos nos desertos com tecnologia já usada em Marte

Uma parceria entre a NASA e a Fundação Qatar tem como objetivo procurar as cada vez mais escassas águas que estão enterradas nos desertos do Saara e da Península Arábica. Este processo deverá ser desenvolvido …

Os aeroportos mudam o nome das pistas (e a culpa é dos pólos magnéticos da Terra)

O pólo norte magnético pode mover-se até 64 quilómetros por ano. Isto pode ser um problema para os pilotos de aviões. A pista 17L/35R, no Aeroporto Internacional de Austin-Bergstrom, no estado norte-americano do Texas, não terá …

Rússia quer ultrapassar Tom Cruise e ser a primeira a gravar um filme no Espaço

O ator Tom Cruise quer rodar um filme no Espaço, mas a Rússia quer ser a primeira, de acordo com um comunicado da agência espacial Roscosmos. Os Estados Unidos e a Rússia são, novamente, os protagonistas …