A pandemia está a salvar vidas no Corno de África

Kyoko Nishimoto / Flickr

Homem a mascar khat no Iémen.

A redução no fornecimento de khat está a tornar a droga cara e pouco acessível à população. Ela é associada a um maior risco de enfarte e doenças cardíacas.

Khat é uma droga cuja substância ativa é a catinona e é tradicionalmente consumida em África e na Península Arábica. O seu poder alucinogénico é considerável, transmitindo uma sensação de euforia. Há até quem especule que possa aumentar a performance sexual. Um pouco por todo o Corno de África, desde a Etiópia à Somália, khat é usada como droga recreativa.

Conhecida como “a flor do paraíso”, khat é mascada por cerca de 90% dos adultos da Somalilândia. Além disso, tem um grande valor para a economia, já que representa quase um terço do seu produto interno bruto (PIB). O Instituto de Investigação Médica do Quénia estima que mais de 10 milhões de pessoas em todo o mundo consomem khat.

Agora, com a pandemia de covid-19, muitos países desta região viram-se obrigados a implementar medidas restritas à movimentação de pessoas. O confinamento fez com que o negócio de khat sofresse um duro golpe, já que não pode ser transportado livremente além fronteiras, escreve o portal OZY.

“Para muitas mulheres, o comércio de khat foi passado de geração em geração, de mãe para filha e assim por diante”, explica Sahra Ahmed Koshin, investigadora da Universidade de Copenhaga, que estuda a diáspora somali. “É a principal fonte de rendimento e essa é a única habilidade ou profissão que conhecem”.

As dificuldades em comercializar khat levam agora as milícias a vender khat a preços demasiado elevados, tornando a droga inacessível para a maioria das pessoas.

Especialistas relatam que o vício em khat levou, no passado, homens a gastar dinheiro que poderia ter sido usado para a educação dos filhos ou para melhorar a qualidade de vida da sua família. Assim, o efeito da pandemia no consumo de khat pode ter um impacto positivo nas nações do Corno de África.

Paralelamente, os casos de violência doméstica também têm vindo a diminuir. O consumo desta droga era responsável por muitos deles.

Há rumores de que as folhas de khat podem transportar coronavírus, embora não haja evidências científicas que suportem esta ideia. O que é certo é que o seu consumo está associado a um maior risco de enfarte e doenças cardíacas.

A falta de fornecimento de khat tem sido uma bênção disfarçada, garanta o ativista somali anti-khat Abukar Awale. O próprio está a apoiar uma petição para banir a droga no país, contando já com mais de 3.750 assinaturas em três semanas.

ZAP //

PARTILHAR

RESPONDER

Processo de envelhecimento é imparável, revela estudo

Um novo estudo, que envolveu cientistas de 14 países, confirmou que provavelmente não podemos diminuir a velocidade com que envelhecemos, devido a restrições biológicas. A pesquisa, publicada na quarta-feira na Nature Comunications, inclui especialistas da Universidade …

Inglaterra 0-0 Escócia | Nulo total no dérbi britânico

A Inglaterra empatou hoje 0-0 com a Escócia, em jogo da segunda jornada do Grupo D do Euro 2020 de futebol, e desperdiçou a oportunidade de garantir já um lugar nos oitavos de final do …

Infeção pelo coronavírus pode não garantir proteção prolongada, revela estudo

Um novo estudo britânico sugere que uma infeção pelo SARS-CoV-2 não garante que o hospedeiro desenvolva uma resposta imunitária prolongada contra o vírus, sendo a imunidade "altamente variável de pessoa para pessoa". Segundo a pesquisa do …

Ex-ministro da Bolívia planeou um segundo golpe usando mercenários dos EUA

O vazamento de gravações telefónicas e e-mails revelam que um ex-ministro da Defesa boliviano estava a preparar-se para usar tropas estrangeiras para impedir que o partido de esquerda MAS regressasse ao poder. Os documentos e registos …

Espécie rara de orquídea encontrada em telhado de banco de investimentos em Londres

Uma espécie rara de orquídea, que se acredita estar extinta no Reino Unido, foi descoberta no jardim do telhado de um banco de investimentos em Londres. Segundo o The Guardian, a Serapias parviflora, uma espécie rara …

Pintura de David Bowie comprada por três euros vai agora ser leiloada por milhares

A pintura do ícone do rock, David Bowie, deverá ser vendida por milhares de dólares num leilão de arte online. O retrato, intitulado "DHead XLVI", faz parte de um conjunto de aproximadamente 47 obras que David …

Vila Nova de Milfontes vai ter praia para cães

A praia pet friendly, que fica próxima de Furnas-Rio, vai funcionar já esta época balnear de forma experimental. Uma praia concessionada que também admite cães vai funcionar, nesta época balnear, de forma experimental, em Vila Nova …

Podia ser um quadro de Dalí, mas é só o degelo glacial na Islândia

Na Islândia, o degelo glacial criou uma paisagem deslumbrante que o fotógrafo espanhol Manuel Ismael Gómez de Almería não deixou passar em branco. Faz lembrar a arte surrealista de Salvador Dalí, mas é uma versão ampliada …

Digby, o cão dos bombeiros, ajudou a salvar uma mulher do suicídio

O cão Digby desempenhou um importante papel ao salvar uma mulher que estava a ponderar pôr fim à sua própria vida no Reino Unido. Digby é um cão terapeuta que ajuda as pessoas a lidar com …

Seca pode ser a "próxima pandemia e não há vacinas que a curem", alerta a ONU

A seca e a escassez de água podem afetar o planeta de forma sistémica se não forem tomadas medidas urgentes sobre a gestão da água e dos solos, alertou a Organização das Nações Unidas (ONU) …