Pandemia agrava-se no México. Presidente é contra o uso de máscara

Mario Guzman / EPA

Andres Manuel Lopez Obrador, Presidente eleito do México

O Presidente do México desvalorizou na quarta-feira a importância do uso de máscara para combater a pandemia de covid-19, que já fez 41.190 mortos no país.

As declarações de Andrés Manuel López Obrador surgiram um dia depois de o secretário do Tesouro daquele país ter defendido o uso de máscara para travar a progressão da doença e reativar a economia, com o Presidente mexicano a considerar que isso seria “desproporcionado”.

“Se a máscara fosse uma opção para a reativação da economia, passaria a usá-la imediatamente”, disse López Obrador, citado pela agência de notícias Associated Press (AP). “Mas não é assim. Eu sigo as recomendações dos médicos, dos cientistas”, acrescentou o governante, de 66 anos.

A Organização Mundial de Saúde (OMS) recomenda no entanto o uso de máscara como uma das medidas para travar a propagação da pandemia do novo coronavírus.

O Presidente mexicano nunca foi visto com máscara em público, à exceção de quando se encontrou com o seu homólogo norte-americano nos Estados Unidos, Donald Trump, no início deste mês.

Obrador criticou ainda a imprensa por destacar o elevado número de mortos em países com governantes que não usam máscara, incluindo o México, Estados Unidos e Brasil.

Na terça-feira, o secretário do Tesouro mexicano, Arturo Herrera – ele próprio infetado com covid-19, entretanto recuperado -, defendeu num encontro virtual com empresários que os países que adotaram maiores precauções na reabertura da economia têm sido mais bem sucedidos do que países menos cuidadosos, obrigados a decretar novo confinamento.

O México já ultrapassou os 41 mil mortos desde o primeiro caso no país, em 28 de fevereiro, tendo registado 790 óbitos só nas últimas 24 horas, indicou o Ministério da Saúde mexicano.

O país é o quarto no mundo com o maior número de mortes provocadas pela doença, depois dos Estados, Brasil e Reino Unido.

Na quarta-feira, as autoridades de saúde mexicanas informaram que a covid-19 é agora a principal causa de morte entre mulheres grávidas, sendo responsável por 19% dos óbitos.

O México registou ainda 6.019 novos casos da doença nas últimas 24 horas, elevando o total de infeções para 362.274 desde o início da pandemia, mas o país faz tão poucos testes que o número de contágios poderá ser muito superior aos dados oficiais.

Além disso, as autoridades de Saúde mexicanas informaram que há 87.905 casos suspeitos à espera de resultados laboratoriais e 2.402 mortes cuja causa não pôde ainda ser estabelecida.

A cidade do México e os estados do México, Baixa Califórnia, Veracruz e Puebla concentram a maioria dos óbitos, representando mais de metade (51,3%) do total de mortes no país.

Só a capital mexicana contabiliza 20,5% das vítimas mortais da covid-19 desde o início da pandemia, com 8.440 mortos.

O México está na oitava semana da chamada “nova normalidade”, que funciona com base num semáforo epidemiológico a quatro cores, a partir do qual são reguladas as atividades económicas e de convivência em cada um dos 32 estados do país.

Em 18 estados está a ser aplicado o vermelho, de risco epidémico máximo, e em 14 o laranja, considerado de alto risco. Ainda nenhum estado foi declarado amarelo (risco médio) ou verde (risco baixo).

Lusa // Lusa

PARTILHAR

RESPONDER

Cientista descobre espécie extinta de ganso através de uma pintura egípcia

Uma famosa pintura que estava originalmente no túmulo do príncipe egípcio Nefermaat levou um cientista a descobrir uma espécie de ganso já extinta. A cena "gansos de Meidum", originalmente pintada no túmulo do príncipe Nefermaat, encontra-se …

Físico cria algoritmo de IA que pode provar que a realidade é uma simulação

Hong Qin, do Laboratório de Física de Plasma de Princeton (PPPL) do Departamento de Energia dos EUA, criou um algoritmo de Inteligência Artificial que pode provar que a realidade é, na verdade, uma simulação. O algoritmo …

Quase 10 anos depois, avião de Gaddafi continua parado num aeródromo em França

Quase uma década depois de ter aterrado em solo francês, o avião presidencial do ex-ditador líbio continua parado num aeródromo no sul do país, estando no meio de vários processos judiciais que parecem não ter …

Governo recebeu 1.600 ideias para a bazuca. Costa agradece mobilização

Durante a fase de discussão pública, o Plano de Recuperação e Resiliência recebeu mais de 1.600 contribuições e mais de 65 mil consultas. O primeiro-ministro António Costa disse que, durante a fase de discussão pública, …

"Honjok" é o nome do movimento sul-coreano que reivindica a solidão

A solidão tornou-se um tema recorrente devido à pandemia de covid-19. Na Coreia do Sul, existe um movimento chamado "honjok", que promove um estilo de vida solitário. O isolamento imposto pela pandemia de covid-19 está a …

Do subsolo sírio à nomeação ao Óscar: hospitais em tempos de guerra numa "era de impunidade"

The Cave é o nome de uma produção que esteve nomeada para o Óscar de Melhor Documentário de 2020. É também o lugar onde hospitais sírios se escondem para salvar vidas longe de bombardeamentos e …

Patrícia Mamona sagra-se campeã no triplo salto em pista coberta

Esta tarde, Patrícia Mamona tornou-se a terceira atleta portuguesa a garantir a medalha de ouro para Portugal no Campeonato da Europa em pista coberta. A portuguesa Patrícia Mamona conquistou, este domingo, a medalha de ouro na …

Dias de aulas mais longos, férias mais curtas e cinco períodos. Em Inglaterra, já se equacionam formas de recuperar o tempo perdido

Há três medidas em cima de mesa que podem vir a ser adotadas para combater os atrasos na aprendizagem dos alunos. Na Inglaterra, as escolas reabrem para aulas presenciais esta segunda-feira, mas já se pensa …

Índia abre centro de bem-estar para hóspedes abraçarem vacas e "esquecerem todos os problemas"

Animais de conforto e apoio emocional são cada vez mais populares em todo o mundo. Embora a maioria das pessoas use cães ou gatos, há também algumas escolhas mais bizarras, incluindo pavões, macacos e cobras. Os …

Abel Ferreira tentou levar jogador do Benfica para o Palmeiras

O treinador português Abel Ferreira, no comando técnico dos brasileiros do Palmeiras, pediu a contratação de Franco Cervi, que alinha pelo Benfica, mas acabou por ver a sua proposta recusada pelo jogador argentino. A notícia …