Ovar volta a ativar Plano de Emergência Municipal

Estela Silva / EPA

GNR com máscara em Ovar

A Câmara Municipal de Ovar reativou o Plano Municipal de Emergência da Proteção Civil face ao aumento do número de casos de covid-19.

Salvador Malheiro, decidiu ativar o Plano Municipal de Emergência, a partir das 00:00 desta terça-feira, declarar situação de alerta no concelho e reativar o gabinete de crise.

“Decidimos ativar este plano para podermos estar muito mais operacionais, para podermos eventualmente, no futuro, tomar medidas preventivas sempre que tal se justifique”, disse o autarca em declarações à TVI24.

“Em termos práticos, não vai ter consequência nenhuma“, afirmou o presidente da Câmara, pedindo que não se entre em “alarmismos”. “Estamos muito longe do que aconteceu em março e abril. Estamos muito longe, por exemplo, de implementar uma cerca sanitária.”

Salvador Malheiro referiu ainda que não vão ser encerrados os serviços municipais, mas a autarquia não descarta a possibilidade de ativar também o Gabinete de Crise e adotar novas medidas preventivas, de acordo com a avaliação da evolução epidemiológica no concelho por partes das autoridades de saúde.

No comunicado publicado nas redes sociais oficiais da autarquia, a Câmara de Ovar apela à “responsabilização pessoal e coletiva” e à “adoção de cuidados máximos de proteção, prevenção e segurança”.

Além disso, pede a minimização das deslocações e que se evitem “concentrações e reuniões de pessoas, ainda que pertencentes ao mesmo agregado familiar”, cumprindo as regras de distanciamento social, higiene uso de máscara e etiqueta respiratória.

Em declarações à TVI24, o autarca lembra que há concelhos limítrofes com situações complicadas.

Matosinhos, Porto e Feira com maiores aumentos percentuais de casos

Matosinhos foi o concelho da Área Metropolitana do Porto que registou maior aumento percentual de casos covid-19 numa semana, aumentando 25,7%, seguindo-se o Porto com 21,6%, e Santa Maria da Feira com 20,2%, revelam relatórios da Direção-Geral da Saúde.

Com o registo de mais 497 casos, Matosinhos reportou esta segunda-feira 2.426 novas infeções (mais 497), face às 1.929 registadas a 19 de outubro, enquanto o Porto de 2.884 casos reportados passou a 3.508 (mais 624).

De entre os 17 municípios da AMP, Santa Maria da Feira registou a terceira maior subida da semana com mais 179 casos ativos reportados: aumento de 884 para 1.063.

Os dados dizem respeito aos concelhos da AMP que ascendem aos quatro dígitos, de acordo com análise feita pela Lusa aos boletins da DGS que discriminam os “casos confirmados” por concelho e que apenas são divulgados à segunda-feira.

Valongo com mais 192 infeções pelo novo coronavírus registou um aumento percentual de 16,5%, enquanto a Maia de 16,2%, com mais 230 casos.

O concelho de Gondomar, que reportou à DGS 217 novas infeções entre esta segunda-feira e a segunda-feira passada, regista um aumento de 14,2%, Vila do Conde 136 novas infeções (12,9%) e Vila Nova de Gaia 258 novos casos e 12,3% de aumento percentual.

Já no que diz respeito ao distrito de Aveiro, Santa Maria da Feira regista mais do dobro do aumento percentual de Ovar (70 novos casos no espaço de uma semana, ou seja mais 9%), concelho que na chamada primeira vaga da pandemia foi o primeiro concelho totalmente fechado à entrada e saída de pessoas, através de uma cerca sanitária que durou de 17 de março a 17 de abril.

ZAP // Lusa

PARTILHAR

RESPONDER

Reino Unido começa a vacinar já na próxima semana

O Reino Unido vai começar a vacinar a sua população contra a covid-19 na próxima semana. Depois da aprovação do uso da vacina da Pfizer, os primeiros a receber a vacina serão os trabalhadores e …

Governo já garantiu 370 camas no setor privado

O Governo já garantiu 370 camas no setor privado, sendo que quase metade, 164, são para doentes covid. Há atualmente 3.338 pacientes infetados com o novo coronavírus internados em hospitais. A informação foi confirmada por fonte …

Covid-19 pode ter chegado aos EUA em dezembro de 2019. País prepara-se para o pior inverno da história

Depois de ter sido confirmado que o novo coronavírus já circulava em Itália desde setembro de 2019, agora surge um relatório que refere que a covid-19 pode ter infetado um pequeno número de pessoas nos …

Maior parte dos médicos aposentados que voltam ao SNS prefere trabalhar em tempo reduzido

A maior parte dos médicos aposentados que regressa ao Serviço Nacional de Saúde (SNS) opta por trabalhar em tempo reduzido, adianta o Jornal de Notícias. De acordo com o Jornal de Notícias, do total de 216 …

Bruxelas ameaça avançar com Fundo de Recuperação sem Hungria e Polónia

A Comissão Europeia (CE) está a perder a paciência e, caso não haja progressos nas negociações, ameaça avançar com o Fundo de Recuperação europeu sem a 'luz verde' da Hungria e da Polónia. O ultimato foi …

Empresas que reforcem lay-off não podem fechar portas, mas podem reduzir horários a 100%

O chamado “apoio à retoma progressiva” vai permitir que em dezembro as empresas saltem para o escalão seguinte, que garante mais financiamento, mas o Governo exige que mantenham atividade. Contudo, garante que tal não condiciona …

Reunião no Infarmed. Pico foi atingido em 25 de novembro, peritos pedem que não haja medo das vacinas

Especialistas, dirigentes dos partidos políticos e parceiros sociais voltaram esta quinta-feira a reunir-se para analisar a situação epidemiológica da covid-19, em vésperas de nova renovação do estado de emergência e da decisão sobre as medidas …

Governo tem algumas soluções para o Novo Banco (que dispensam o Retificativo)

Apesar do chumbo da transferência de 476 milhões de euros do Fundo de Resolução para o Novo Banco, o Governo garante que existem algumas soluções para que o contrato seja cumprido. Uma das hipóteses é a …

Giroud entra para a história da Champions ao marcar póquer ao Sevilha

Olivier Giroud tornou-se o jogador mais velho de sempre a marcar um póquer na Liga dos Campeões. É também o único atleta do Chelsea a fazê-lo. O Chelsea venceu o Sevilha, por 4-0, numa partida da …

Governo vai criar uma agência de emprego para pessoas com deficiência

O Governo vai criar uma agência de emprego para deficientes, um programa de investimento de apoio ao trabalho, mas também às empresas que contratem, que será de âmbito nacional e que deverá arrancar no primeiro …