Num condado do Óregon, as “pessoas de cor” não precisam de usar máscara

No condado de Lincoln, no Óregon, os residentes “de cor” são uma das quatro exceções relativamente ao uso obrigatório de máscara em locais públicos.

De acordo com uma publicação no site do condado de Lincoln, no Óregon, os residentes “de cor” não são obrigados a usar máscara de proteção em locais públicos. Apesar de o uso deste meio de proteção ter sido recomendado pelas autoridades de saúde, este ato de prevenção pode fazer com que os afro-americanos sejam confundidos com assaltantes.

“Pessoas de cor com preocupações elevadas em relação a discriminação racial e a assédio devido ao uso de objetos que cubram o rosto em público” fazem parte das quatro exceções enumeradas no comunicado.

O Observador dá conta de que o documento prevê a obrigatoriedade do uso de máscara em locais públicos onde o distanciamento não pode ser assegurado. Das exceções, fazem também parte pessoas com problemas de saúde ou deficiências que as impeçam de usar máscara e crianças abaixo dos 12 anos.

No entanto, esta decisão diverge da orientação dada pela governadora de Óregon, Kate Brown, que implementou o uso obrigatório de máscara nos sete municípios, sem exceções para pessoas de cor.

Em abril, quando os Centros de Controlo e Prevenção de Doenças dos Estados Unidos recomendaram o uso geral de máscaras, muitos afro-americanos e latino-americanos não se sentiram confortáveis ​​para o fazer.

O problema foi abordado por ReNika Moore, diretora do Programa de Justiça Racial da ACLU, que defendeu que se trata de uma questão de “perder ou perder”. Em declarações à CNN, a responsável explicou que os norte-americanos negros se sentem em perigo de qualquer uma das formas.

Por sua vez, Trevon Logan, professor de economia da Universidade Estadual de Ohio, afirmou que o uso de máscara diz “basicamente às pessoas para parecerem perigosas, dado os estereótipos raciais existentes”.

O condado de Lincoln tem quase 50.000 habitantes e é quase 90% branco. Os afro-americanos representam menos de 1% da população no condado.

ZAP //

PARTILHAR

27 COMENTÁRIOS

  1. Dá-me pena ver os portugueses empregarem os mesmos termos que os americanos usam para se discriminarem uns dos outros. Porquê afro-americanos se nasceram na América e não em África? Porque é que os americanos brancos são americanos e os negros são afro-americanos? Eu percebo porque é assim na racista América mas em Portugal não temos que imitar de forma acrítica. Também a expressão “pessoa de cor” é ridícula já que todos temos uma cor, nem que seja cor de rosa como muitos alemães. Um africano pode ser negro, branco ou amarelo, tal como um europeu, um americano ou um asiático.

  2. Ainda continuam a usar este termo tão ofensivo, gostaria de saber em que “palette” enquadram os vossos”tons”, os brancos e depois “os de cor”. Haverá limites para a estupidez da raça humana, classificar tudo o resto é isolar-se no topo de uma ilusão, sem lembrar que as suas origens ancestrais são iguais às de todos os outros.
    É caso venham com a desculpa que foi a tradução…deveriam ter criticado e usado outro termo ao invés de publicarem este absurdo…

    • Caro leitor,
      O termo não é nosso, é o que foi usado na publicação referida, e não se trata de traduzir ou não o termo, nem de usarmos na tradução um termo que não seja considerado ofensivo — uma vez que o uso do termo é, em si, parte da notícia.

  3. USA é e sempre foi um dos países mais racistas do mundo. Lamentável, já que a população de pele negra/castanha/parda não é tão pequena quanto isso. É igualmente desconcertante a utilização do termo “coloured people” quando se referem a não caucasianos, como se existisse alguém sem cor. Mas nada pode ser pior do que “um negro de aparência perigosa” não precisa cobrir o rosto para não ser confundido com um assaltante. Como assim? Assatante agora tem cara, é? Quanto à aparência perigosa, tem um fulano cor de laranja que foi eleito presidente dos USA que tem uma aparência super perigosa e aparece na minha TV sem máscara inúmeras vezes. Dá-me arrepios!

    • Explique-me então como é que um povo de maioria branca elege por 2 vezes um Negro para Presidente, algo que nunca aconteceu na Europa. Explique-me porque é que é quase impossível encontrar empresas de grande dimensão que não tenham imigrantes em posições de topo, e não me estou a referir a imigrantes que foram para os EUA em criança, estou a referir-me a imigrantes que foram para os EUA com 20+ anos, com sotaque carregado. Explique-me porque há tantos Indianos em posições de topo, ex: CEOs da Microsoft, Google e IBM são Indianos. E diga-me lá onde é que isto acontece na Europa (há casos, mas é raro). Vivo nos EUA há alguns anos e não tenho dúvidas: 1) há mais racismo e xenofobia na Europa (entre os vários países), que nos EUA; 2) é muito mais fácil a um imigrante ser bem sucedido nos EUA que na Europa.

  4. O nível de ignorância e condescendência em Portugal é algo incrível.

    1) People of Color (POC) é uma expressão politicamente correcta que se usa nos USA.
    Em portugal, país que acha ofensivo usar o termo preto/negro (quando se pode usar branco) também acha isto ofensivo.

    2) Esta lei foi feita para agradar aos POC, e é antagonizadora precisamente ao contrário do que se proclama aqui nos comentários. Foi feita precisamente para agradar ao BLM, para que os negros não se sintam “perseguidos”.
    Santa ignorância.
    De todas as partes.

    3) Chamar à America, país que tem representação racial diversa em todos os estratos sociais, elites, governo local, governo estatal, presidente da républica(qual foi o último presidente negro na Europa?), instituições privadas, instituições públicas, etc etc, é duma estupidêz, e paternalismo inqualificável, culpa do marxismo anti-americano que por cá se come às pázadas,
    País este que quase não representação racial nos quadros de topo de governo e instituições, ou comparativamente com África, onde os negros e àrabes ainda vendem escravos, ou China, onde os negros são discriminados pelo próprio Governo, como se viu pela sua quarentena exclusiva e obrigatória aquando da Covid, ou por um museu dedicado a comparar os negros a macacos, ou pelo simples facto de serem popularmente vistos como sub-humanos.

    4) Há estatísticamente mais “perseguição” a brancos nos EUA, em qualquer dado estatísticos possíveis, pela polícia, e por criminosos.

    5) BLM é um ramo marxista/comunista anti-capitalista, capaz de qualquer mentira, propaganda, e vitimização para levar a sua Avante. Não se esqueçam de comprar os bilhetes pró Avante este ano, única congregação de multidões que é permitida por este governo Xuxialista……

    Como dizia a outra, racistas são vocês, e não é pouco.

    • Isto é uma tentativa de piada ou é mesmo uma mistura de ignorância com estupidez em níveis doentios??
      Há palermas para tudo!…

        • Precisamente!…
          “O nível de ignorância e condescendência em Portugal é algo incrível.”
          Quando generalizas todo um país à tu bitola, isso são argumentos ou insultos??
          O resto são disparates ao nível dos usados pelos palermas da SOS Racismo!…

    • Uma correcção ao meu ponto 4)

      Nos EUA, há mais perseguição a negros, apenas pelos próprios negros.
      Numa proporção gigantesca face a qualquer outra estatística de confronto criminal entre etnias.
      Os maiores prejudicados por esta última vaga de motins incandeada pelo BLM e ANTIFA, e pela destruição, e pedido de destituição da polícia, são as próprias comunidades negras, que se vêem indefesas contra os criminosos da sua própria etnia.

      Por 1 milhão de habitantes:
      9.83 homicídios a brancos, por brancos.
      0.77 homícidios a negros, por brancos.
      10.22 homicídios a brancos, por negros.
      53.94 homícidios a negros, por negros.

      https://ucr.fbi.gov/crime-in-the-u.s/2013/crime-in-the-u.s.-2013/offenses-known-to-law-enforcement/expanded-homicide/expanded_homicide_data_table_6_murder_race_and_sex_of_vicitm_by_race_and_sex_of_offender_2013.xls

    • Com esse nome e a escrever português dessa maneira deves ser mesmo americano. Numa coisa te pareces com o boss da América: mentes com quantos dentes tens. Não me vou dar muito ao trabalho de provar por A + B mas dou-te apenas isto: “Homens negros são encarcerados em quase seis vezes a taxa de homens brancos”. “Os negros são 2,5 vezes mais sujeitos a serem mortos pela polícia do que os brancos”. “Uma pessoa negra desarmada está cinco vezes mais sujeita a ser morta pela polícia do que uma pessoa branca desarmada”. (https://www.hrw.org/pt/world-report/2018/country-chapters/312941).
      Quanto à forma como os negros norte-americanos gostam de ser chamados, é lá um problema deles mas compreendo que qualquer coisa seja preferível a “nigger”.

      • Os homens são encarcerados inúmeras vezes mais que as mulheres, isso quer dizer que o sistema é Feminista?
        Ou que os homens são naturalmente mais propensos a cometer crimes?
        Podemos usar o mesmo racional na questão da raça? visto que o homem preto é na grande maioria dos países do mundo desproporcionalmente mais encarcerado que outra etnia?

    • Gostei do seu comentário, mais acrescento. Na Europa, não se diz a Etnia das pessoas, para não as melindrar, e isso é pura cobardia pior que o Racismo! Para as notícias serem mais reais, talvez fosse bom começar a dizer afro-lusitano, ou branco como caucasiano ou mesmo etnia cigana, porque fogem os políticos a isso? Nos USA até dizem anglo-americano? então também são Racistas com os Ingleses? Lá dizia o Ventura, tenham vergonha! E já agora, acabem com a dupla Nacionalidade!

  5. Concordo com tudo o que o Toninho diz. Assim deveria ser sempre entendido. Não há raças. há a raça humana. Embora, grande parte dos Africanos, por se sentirem inferiorizados aos de outros continentes, manifestam sentimentos de descriminação entre pessoas diferentes deles, e a isso chamam racismo. Vos garanto, que o problema chamado racismo, tem unicamente origem nos próprios Africanos. Igualmente garanto,que há Africanos com um nível tal,que ignoram completamente esses termos, e se manifestam como seres muito à frente.

  6. Aqui no Brasil, onde temos uma mistura de raças bastante evidente, ainda existem pessoas racistas. Não tanto quanto nos USA mas ainda tem pessoas que se acham superiores apenas baseado na cor da pele.
    SOMOS TODOS DA MESMA RAÇA:” RAÇA HUMANA “!

RESPONDER

Em recuperação, Navalny fala sobre envenenamento. “Foi um projeto pessoal de Putin que falhou"

Em entrevista ao canal de televisão inependente Dozhd TV, Alexei Navalny, que se encontra em recuperação da tentativa de assassinato com o agente químico Novichok, garante que ninguém o vai parar e lança farpas a …

Hotelaria pressiona Governo. Quer que turistas com estadias marcadas possam circular entre concelhos

A proibição de deslocação entre concelhos entre dia 30 de outubro e 3 de novembro de modo a evitar contágios agradou a alguns, mas não ao setor hoteleiro, que quer ser deixado de fora da …

Ligação fluvial entre o Seixal e Lisboa suspensa a partir de hoje (e durante 45 dias)

A Transtejo tinha informado que a ligação fluvial entre o Seixal e Lisboa estaria suspensa a partir desta segunda-feira, por 45 dias, devido a obras, mas será assegurado transporte rodoviário até ao terminal de Almada. “A …

Nagorno-Karabakh. Arménia e Azerbaijão acusam-se mutuamente de violação de novo cessar-fogo

A Arménia e o Azerbaijão trocaram esta segunda-feira acusações pela violação de um novo cessar-fogo acordado no domingo para pôr fim às hostilidades no enclave de Nagorno-Karabakh, que deveria ter entrado hoje em vigor. A Arménia …

Venezuela testou molécula que "anula a 100%" o novo coronavírus

O Presidente da Venezuela anunciou, este domingo, que o Instituto Venezuelano de Investigações Científicas (IVIC) testou com sucesso uma molécula, a DR10, que "anula 100%" o novo coronavírus. "O IVIC testou uma molécula usada para tratar …

Com a bancarrota a caminho, Governo Sócrates vendeu quase 80% dos imóveis públicos

Numa altura em que o país já estava em situação complicada, com o cenário de bancarrota no horizonte, o último Governo de José Sócrates vendeu quase 80% do património imobiliário público em apenas dois anos. Estes …

Na primeira noite de recolher obrigatório em Madrid, houve centenas de festas ilegais e álcool na rua

Na primeira noite de recolher obrigatório em Madrid, foram muitos os que ignoraram as restrições. A polícia espanhola foi obrigada a intervir em centenas de festas ilegais e numa festa ao ar livre com mais …

Casa Branca admite que EUA não poderão controlar pandemia. Biden acusa Trump de ter desistido

A Casa Branca admitiu este domingo que os EUA não poderão controlar a pandemia por ser tão contagiosa, numa mudança à postura de minimização da gravidade da crise, numa altura em que há novos recordes …

GNR obrigada a intervir no GP de Fórmula 1. Bastonário diz que evento foi um "insulto" aos profissionais de saúde

O circuito de Portimão teve de fechar algumas bancadas para garantir o distanciamento dos 27.500 espetadores autorizados pela Direção-Geral de Saúde (DGS). Pelo menos em duas foi necessária a intervenção da GNR. Em comunicado, a GNR …

Governo atira-se ao Bloco de Esquerda. Voto contra é "incompreensível"

Em conferência de imprensa, esta segunda-feira, o secretário de Estado dos Assuntos Parlamentares, Duarte Cordeiro, afirmou que "o Governo considera incompreensível que não possa contar com o Bloco de Esquerda" para aprovar o Orçamento do …