Orçamento do Estado 2021 aprovado. Só o PS votou a favor

António Cotrim / Lusa

O Orçamento do Estado para 2021 (OE2021) foi aprovado, esta quinta-feira, na Assembleia da República, apenas com o voto a favor da bancada socialista.

Foi aprovado, esta quinta-feira, o Orçamento do Estado para 2021 (OE2021). Apenas o PS votou a favor do documento, sendo que PCP, PEV, PAN e as deputadas não inscritas Joacine Katar Moreira e Cristina Rodrigues optaram pela abstenção. PSD, BE, CDS, Chega e Iniciativa Liberal votaram contra.

Segundo o jornal Público, o documento segue agora para redação final para depois ser enviado para promulgação do Presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa.

O último dia do debate na especialidade ficou marcado pela decisão do PSD de se juntar à esquerda para impedir a injeção de 476,6 milhões de euros do Fundo de Resolução ao Novo Banco em 2021, tal como estava previsto no OE 2021.

“O PSD quer obrigar o Estado a entrar em incumprimento perante os compromissos internacionais assumidos na Comissão Europeia. Como pode o PSD colocar em causa a estabilidade do sistema financeiro?”, questionou o ministro das Finanças, no encerramento do debate, acrescentando que o Governo tudo fará “para que ninguém se queime neste processo”.

Segundo o diário, João Leão também apontou o dedo aos sociais-democratas pela aprovação da proposta sobre a redução dos preços das portagens. “Mais uma cambalhota. O mesmo PSD que agora veio propor o contrário sem fazer contas. Já deve estar a preparar o aumento dos impostos em 1500 milhões de euros. Rui Rio acusou o Governo de dar tudo a todos , mas fez aprovar propostas que “agravam a despesa“, acusou o governante.

“Se muitas das propostas foram importantes, outras levam a um leilão de propostas que podem por em causa o equilíbrio do OE”, afirmou ainda João Leão, que considerou o debate na especialidade um processo “longo e intenso”.

Em declarações à rádio Renascença, o ministro das Finanças admitiu que o Governo poderá recorrer ao Tribunal Constitucional por causa desta situação. “Uma das possibilidades é suscitar a fiscalização da norma junto do Tribunal Constitucional”, disse.

Antes de o ministro das Finanças ter a palavra, a líder parlamentar do PS também já tinha acusado o PSD de colocar em causa a reputação internacional do país.

“Em termos políticos, a aprovação deste Orçamento do Estado é uma derrota da direita que mostrou a sua total irresponsabilidade, quando, na 25.ª hora, na calada da noite, o PSD, sem dizer nada aos portugueses, aprovou uma proposta do Bloco de Esquerda que coloca não só o sistema financeiro em risco, mas também a credibilidade internacional do nosso país”.

“O PSD assume perante os portugueses o risco de Portugal ser considerado um país que não cumpre contratos, com consequências devastadoras e imprevisíveis para todos, com danos irreversíveis para a reputação do nosso país”, sustentou Ana Catarina Mendes.

“Sabemos bem que a liderança de Rui Rio coloca o PSD a dizer tudo e o seu contrário. Rui Rio disse que nunca aceitaria anular a verba para o Novo Banco. O que fez hoje foi uma cambalhota sem nome de irresponsabilidade“, apontou.

“Num dia, jura fidelidade à Europa, no outro dia, aprova decisões que rompem com os compromissos europeus. A bomba atómica que lançou só pode servir um propósito: criar instabilidade política, esquecendo que, com isso, quem sofre e quem paga são os portugueses”, considerou.

Já na parte final da sua intervenção, a presidente do Grupo Parlamentar do PS manteve as suas críticas por o Bloco de Esquerda se posicionar contra a proposta do Governo de Orçamento.

O Bloco repete o erro da sua votação na generalidade deste Orçamento do Estado: Vota contra as suas próprias propostas, e quer abrir o caminho a que Portugal volte à austeridade, desta vez com uma direita de braço dado com a extrema-direita populista.”

Porém, a socialista abriu a porta a um reatamento do diálogo político com os bloquistas, tendo em vista a segunda metade da legislatura.

“A legislatura está a meio e quero crer que voltaremos, sem encenações, estados de alma ou angústias, a convergir no essencial. E digo mais: Quanto mais cedo e depressa o fizermos e o conseguirmos, melhor. O PS, medida a medida, passo a passo, está aberto, como sempre esteve, a este diálogo e tudo faremos para que a separação que hoje aqui se viu entre o Bloco e as forças progressistas se não repita”, declarou.

  ZAP // Lusa

PARTILHAR

RESPONDER

O secretário-geral do PCP, Jerónimo de Sousa, em conferência de imprensa

À 25.ª hora, não se esperam golpes de magia. O fim do que restava da geringonça está praticamente consumado

A corda já não estica: nem para o lado do Governo, nem para a outrora enamorada esquerda. Todos batem o pé na reta finalíssima e a vigésima quinta hora não parece trazer novidades. "Tudo tem um …

Segundo mandado de detenção de Rendeiro poderá ser anulado

O ex-líder do Banco Privado Português (BPP) tem dois mandados de captura internacional, sendo que um deles pode vir a ser anulado. Segundo o jornal online Observador, foi o próprio Ministério Público (MP) que pediu ao …

Novo estudo mostra de que forma a covid-19 pode danificar as células cerebrais

O estudo é a primeiro a demonstrar de que forma o vírus SARS-CoV-2 pode atingir diretamente as células do cérebro. Os investigadores descobriram que as células vasculares que compõem a barreira hematoencefálica podem ser destruídas pelo …

E se o Orçamento chumbar? Costa não se demite - e o Governo ainda pode aprovar “diplomas fundamentais”

O primeiro-ministro já esclareceu que não tenciona demitir-se em caso de chumbo do Orçamento do Estado 2022, mas a sua governação ficará limitada. Na possibilidade de haver um chumbo do Orçamento do Estado, Marcelo Rebelo de …

O Presidente do Brasil, Jair Bolsonaro

YouTube suspende conta de Bolsonaro por desinformação

Presidente do Brasil é já reincidente na divulgação de notícias falsas sobre a pandemia (tendo já sido alertado antes), pelo que a plataforma avançou de imediato para a suspensão dos seus canais oficiais. O Youtube suspendeu …

Conselho de Ministros acabou em silêncio. Governo só fala esta terça-feira, no Parlamento

Conselho de Ministros extraordinário convocado por António Costa após ser conhecido o sentido de voto do PCP relativamente ao Orçamento do Estado para 2022 durou mais de duas horas, mas terminou sem declarações oficiais. O primeiro-ministro …

Descobertos antigos vestígios de vida envoltos em rubi com 2,5 mil milhões de anos

Um equipa de investigadores da Universidade de Waterloo descobriu resíduo de carbono que já foi uma vida antiga. Estava envolto num rubi com 2,5 mil milhões de anos. Ao analisar algumas das pedras preciosas coloridas mais …

O Sistema Solar pode estar cercado por um túnel magnético

O Sistema Solar pode estar rodeado por um túnel magnético. Cientistas sugerem que as estruturas brilhantes, em lados opostos do céu, estejam interligadas à nossa volta, a 350 anos-luz de distância. Jennifer West, investigadora do Instituto …

O volátil, inóspito e sufocante Vénus pode afinal ter oceanos de água debaixo da crosta

Devido à elevada temperatura da atmosfera de Vénus, caso a crosta se abrisse, os oceanos de água transformar-se-iam imediatamente em vapor. Conhecido por ser um planeta com uma atmosfera quente e sufocante de dióxido de carbono …

Mais de mil ovelhas e cabras tomaram conta das ruas de Madrid (por um bom motivo)

Mais de mil ovelhas e cabras encheram as ruas de Madrid, este domingo, a propósito do tradicional Festival da Transumância, que foi cancelado no ano passado devido à pandemia da covid-19. De acordo com a agência …