PSD junta-se a BE e PCP para travar transferências para Novo Banco (e as Finanças ficam “estupefactas”)

Mário Cruz / Lusa

O presidente do PSD, Rui Rio

No último dia de votações na especialidade, o PSD juntou-se à esquerda para impedir a injeção de 476,6 milhões de euros do Fundo de Resolução ao Novo Banco em 2021, tal como previsto no Orçamento do Estado para 2021.

O PS, o Chega e o Iniciativa Liberal votaram contra a proposta, mas foi insuficiente. Com a abstenção do CDS-PP e os votos favoráveis do PSD, BE, PCP e PAN, a proposta do Bloco de Esquerda que impede o empréstimo ao Novo Banco no próximo ano viu luz verde.

“Diminui o valor da autorização de despesa total do Fundo de Resolução por eliminação da despesa prevista com Ativos Financeiros. Isto é, é retirada a autorização para a transferência de 476.608.819 euros para o Novo Banco”, lê-se na justificação da proposta dos bloquistas.

De acordo com o ECO, esta foi a única das 12 propostas do Bloco aprovada na fase de especialidade. Apesar de a votação poder ser avocada esta quinta-feira, não se prevê que os partidos mudem o sentido de voto.

Sem esta autorização no Orçamento do Estado para 2021, o Governo deverá ter de apresentar um Orçamento Suplementar para aprovar uma alteração relativa ao Fundo de Resolução que permita fazer a transferência para o Novo Banco.

No início de 2021, deverá realizar-se uma auditoria do Tribunal de Contas ao Novo Banco. Os deputados esperam ter as primeiras conclusões dessa auditoria até abril, antes de qualquer injeção que teria de ocorrer em maio.

Finanças “estupefactas” com PSD

Fonte oficial do Ministério das Finanças disse ao ECO que ficou “estupefacta” com “a posição do PSD, de completa irresponsabilidade” ao votar a favor da proposta do Bloco de Esquerda que impede que o Fundo de Resolução possa transferir dinheiro para o Novo Banco.

A postura do PSD revela “falta de sentido de Estado e de defesa dos interesses país”, acrescentou ainda a mesma fonte.

Governo e PS também foram surpreendidos com este volte-face. O vice-presidente da bancada socialista, João Paulo Correia, acusou o PSD de estar a mostrar “uma sede desmesurada de poder” e de lançar uma “bomba atómica na confiança do sistema financeiro”.

“Esta irresponsabilidade do PSD, ao juntar os seus votos aos do Bloco de Esquerda, para impedir que o Estado português cumpra um contrato, vai causar danos reputacionais à República, com repercussões nos juros da dívida pública”, afirmou, citado pela TSF.

O deputado referiu ainda que o PSD preferiu assumir a posição “na calada da madrugada”. “Estivemos da parte da manhã a debater o Novo Banco, e o PSD não abriu a boca. Não assumiu a sua posição. Agora, na calada da madrugada, votou ao lado do Bloco de Esquerda. A surpresa foi a mudança radical do PSD relativamente ao Novo Banco”, disse.

ZAP ZAP //

PARTILHAR

26 COMENTÁRIOS

  1. O psd quer ficar bem na fotografia, pois os resultados são tau maus que fazem tudo para subirem.
    De qualquer forma novo banco já chega e ou anda sozinho ou acaba!

  2. Os portugueses já estão pelos cabelos com o Novo Banco. Se fosse uma outra empresa privada já tinha fechado portas, mas assim continua a lamber a carteira dos contribuintes.

      • Há uma alternativa. Um aumento de capital do NB totalmente subscrito pelo Estado, com um valor de 476 milhões de euros. O Estado ficaria acionista do banco preparando, se necessário, a sua nacionalização. O que garantiria que o dinheiro dos contribuintes não seria oferecido aos acionistas privados.

  3. este ppd do Rio está igual ao chega do aldrabão do Ventura. muda de posição igual ao n’mero de vezes que eu pisco os olhos

  4. Acho muito bem, realmente, se fosse qualquer outra empresa privada já tinha fechado portas há muito. Se querem emprestar dinheiro, que emprestem aos portugueses, que são quem paga os impostos, quem trabalha sem roubar ninguém. Desta forma qualquer português era melhor gestor que estes ga…. Invistam na saúde, e nos idosos. Esqueçam os bancos que usam o nosso dinheiro e não pagam juros, e as cadeias, pois quem lá está não é por terem feito um bom trabalho, mas sim por serem ladrões, pedófilos etc., só estão a ser castigados pelas suas más ações.

  5. Mas as transferências para bancos falidos nunca mais acabam? Bancos e empresas de telecomunicações são e foram o cancro deste país. Tudo gerido por políticos desonestos. Alguns foram tesoureiros numa agência e viraram administradores. Tudo isto em menos de 20 anos. O Povo português tem pago e está a pagar o mal que tem feito em votar em determinada corja. Incompetentes, mentirosos e ladrões. Foi o que esta “democracia” nos trouxe. Oportunismo, roubos e fortunas, para alguns, da noite para o dia. Tudo como na 1ª. república, de má memória, de 1910 a 1926. Obrigado 25 de Abril. Andávamos todos enganados com as mentiras que eles nos armavam. Mas nessa altura, quem se lembrava ainda do que tinha sido essa primeira república, nunca acreditaram neles.

      • Na primeira república era mais ou menos como agora. Depois veio o que caiu da cadeira e que muitos defeitos teria, logo a começar por ser um ditador. Mas que se saiba, deixou as contas em ordem e, ao que indica, nada roubou.

        • Não roubou mas ajudou meia-dúzia de famílias a roubar todo um país e colónias – o que, juntado com a ditadura, foi milhões de vezes pior!!

  6. O primeiro contrato a ser cumprido é com os contribuintes portugueses, não com bancos desgovernados.
    A primeira falha de todos os governos é ter deixado os bancos fazer o que quiseram para ganhar dinheiro. Agora os contribuintes que paguem? Fizessem primeiro aquilo para que foram eleitos, pois estão lá para defender os interesses de todos, não de interesses obscuros.

  7. Os contratos são respeitar – dizia a PSD no tempo dos troika relativamente às PPP’s, subvenções, etc, etc; agora, como pode dar alguns votos, afinal já se podem rasgar!…
    Lindo!…

    • Politica é isso mesmo, infelizmente. No tempo da troika, a esquerda, principalmente a radical, achava que não se devia pagar nada disso, contudo veio a aprovar 4 orçamentos com verbas inscritas para tudo isso… Lindo!

  8. O Governo queria castigar o BE pela sua inflexibilidade no respeitante ao SNS chumbando todas as propostas do BE de alteração do OE, mas saiu-lhe o gado mosqueiro. Ao conseguir a aprovação do chumbo da entrega de 476 milhões de euros ao Novo Banco o BE puniu severamente a arrogância socialista. Tivesse o Governo negociado com seriedade com o BE e teria evitado este vexame e teria conseguido a aprovação do OE sem ficar refém do PCP. Há “espertezas” que saem caras…

  9. Mas não era o tal Novo Banco o Banco bom? Foi praticamente oferecido aos americanos, que temos nós a andar a alimentá-lo? Somos nós os responsáveis pela má gestão do mesmo?

    • Exacto!…
      Quando criou o Novo Banco, o “salvador” Passos dizia isto:
      “Passos sobre BES: «Não é dinheiro dos contribuintes»
      Primeiro-ministro argumenta que eventuais perdas com a venda do Novo Banco terão apenas «consequências indiretas» para os portugueses, por via da CGD. Em agosto, tinha dito que «nem um cêntimo» iriam pagar”
      tvi24.iol.pt/economia/passos-coelho/passos-sobre-bes-nao-e-dinheiro-dos-contribuintes
      O que dirá agora??

      • Olha…será que o Eu! anda com insónias ou isto do confinamento não lhe permite outras atividades noturnas habituais?!

      • E por que razão então alimentar o monstro se o atual governo vai fazendo novas negociatas na mesma linha ou pior ainda quando as coisas deveriam estar mais clarificadas, como se compreende um Banco viver sempre de esmolas quando afinal foi praticamente dado de mão beijada a uma entidade estrangeira?

        • Exactamente – mas isso foi o que o BE sempre disse!!
          Já PSD, o CDS e o PS nunca pareceram muito preocupados em esclarecer a “excelente” resolução e posterior venda do BES… daí eu (e quase todos) acharmos esta posição do PSD muito estranha!…
          Como é normal, o vigarista do Chega fez ainda melhor: conseguiu a proeza de mudar 3 vezes o seu sentido de voto: primeiro “contra”, depois “abstenção” e finalmente a “favor”!!

RESPONDER

Bayern Munique 'festeja' nono título consecutivo com goleada

O Bayern Munique coroou este sábado o seu nono título consecutivo na Liga alemã de futebol com uma goleada no triunfo diante do Borussia Moenchengladbach (6-0), num jogo com um hat-trick de Lewandowski. Antes de pisar …

A piscina infinita mais alta do mundo fica no Dubai

Haverá poucas coisas tão libertadoras como dar um mergulho numa piscina infinita com vista para o oceano. Agora, quem visitar o Dubai poderá fazê-lo numa piscina a quase 300 metros acima do nível do mar. Segundo …

"Polskie Babcie", as avós que lutam pela democracia na Polónia

Um grupo de idosas polacas organiza protestos, todas as semanas, para lutar pela democracia no país, governado pelo partido de direita nacional-conservador e democrata-cristão Lei e Justiça (PiS). É hora de ponta em Varsóvia, capital da …

Cimeira Social. Jerónimo de Sousa diz que não se respondeu aos verdadeiros problemas

O secretário-geral do PCP, Jerónimo de Sousa, afirmou este sábado, no Porto, que a Cimeira Social da União Europeia não respondeu às necessidades associadas ao emprego, à valorização dos salários e ao fim da precarização …

Babbage escreveu uma carta a Tennyson. Exigia a "correção matemática" de um poema

A perspicácia matemática de Charles Babbage levou-o a escrever uma carta ao poeta Alfred Tennyson, que exigia, de certa forma, rigor e precisão no poema The Vision Of Sin. Charles Babbage é conhecido como o pai …

Covid-19: Portugal com uma morte e 324 novos casos nas últimas 24 horas

Portugal registou hoje uma morte atribuída à covid-19, 324 novos casos de infeção pelo novo coronavírus e uma ligeira subida no número de internamentos em enfermaria, segundo a Direção-Geral da Saúde (DGS). De acordo com o …

Roma já tem uma máquina de venda automática de pizza

A capital italiana tem agora uma máquina de venda automática que faz pizzas em apenas três minutos. Os preços variam de 4,50 aos seis euros (e as opiniões sobre esta ideia também). Raffaele Esposito, o napolitano …

Morreu Bo, o cão de água português de Barack Obama

Bo, o cão de água português que o ex-presidente dos Estados Unidos, Barack Obama, adotou em 2009 morreu este domingo com 13 anos, em consequência de um cancro, anunciou o político nas redes sociais. O cão …

Futuro pós-vacinação entre reforço de dose, controlo de variantes e medicamentos

A incerteza sobre a duração da imunidade das vacinas contra a covid-19 deixa o futuro do combate à doença entre o reforço da vacinação, a monitorização de novas variantes e o desenvolvimento de terapêuticas alternativas, …

Presidente da República promulga Carta de Direitos Humanos na Era Digital

O Presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa, promulgou este sábado a Carta de Direitos Humanos na Era Digital, aprovada em abril na Assembleia da República, segundo uma nota divulgada no site da Presidência. A lei, …